sexta-feira, 14 de dezembro de 2018

TEMPO REAL

 

Capa / Mosaico / Estratégias na mesa

Estratégias na mesa

Matéria publicada em 9 de abril de 2018, 16:35 horas

 


O prefeito Samuca Silva tentará emplacar dois integrantes do seu governo nas eleições de outubro.

*

Deve lançar o vice Maycon Abrantes para a Câmara dos Deputados e seu assessor Fernando Samuquinha para a Alerj (Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro).

*

Fernando Jordão, em Angra dos Reis, vai para a briga por uma vaga na Câmara dos Deputados com Marcus Veníssius, até então homem-forte de seu governo.

*

Ainda estaria estudando a possibilidade de lançar a primeira-dama, Celia Jordão, para a Alerj.

*

Em Barra Mansa, Rodrigo Drable vai dividir apoio entre candidatos a deputado federal e estadual, sem “colocar a mão” especificamente sobre uma cabeça.

*

Diogo Balieiro, em Resende, deve fazer o mesmo que Drable.

*

Em Barra do Piraí, Mário Esteves já garantiu apoio a Gustavo Tutuca, que vai tentar se reeleger para uma cadeira na Alerj.

*

Efeito cascata
Com os prefeitos das maiores cidades da região já praticamente decididos sobre o que vão fazer em outubro, os candidatos vão agora atrás dos vereadores.

Amigos na região
Pouca gente sabe, mas o pré-candidato ao governo do estado pelo PSC, o juiz federal Wilson José Witzel, tem como um dos seus “padrinhos” na política o ex-prefeito de Volta Redonda, Gotardo Netto.

Sem apelo
A prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva não teve tanta repercussão entre os políticos da região.
Pelo menos nas redes sociais, a grande maioria preferiu nem comentar o fato.

Explorando
Já o grupo “Vem pra Direita”, de Volta redonda, explorou bem o fato.
Seus integrantes passaram os últimos dias comemorando o desfecho do processo do “Tríplex do Guarujá”.
Sem levar em conta qualquer aspecto político, o grupo defende a prisão de Lula tem tempo e não poderia ser diferente.

Explorando II
Levando em conta o aspecto político, o grupo deve vir com seu líder, Hermiton Batista, para disputa de uma vaga na Alerj.

Eleições presidenciais
A exatos seis meses da eleição presidencial deste ano, pelo menos 14 nomes já se colocaram publicamente na disputa. Mais uma pré-candidatura deve ser oficializada nas próximas semanas, a do PSB, e outros dois grandes partidos, PT e MDB, ainda não definiram seus quadros, apesar de prometerem apresentar um candidato nos próximos meses aos eleitores.

Eleições presidenciais II
A decisão final deve ser tomada até o início de agosto, quando termina o prazo para cada partido definir as candidaturas nas convenções. Dentre os concorrentes ao pleito, há ex-presidentes, senadores, deputados, ex-ministros e até um ex-ministro do Supremo Tribunal Federal.

Por aqui
Interessante é que dos nomes já ventilados, quase a metade já estiveram na região Sul Fluminense.
Rodrigo Maia (DEM), Ciro Gomes (PDT), Marina Silva (REDE), Jair Bolsonaro (PSL), Geraldo Alckmin (PSDB) e Alvaro Dias (Podemos) já circularam pelas cidades da região.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

Um comentário

  1. Sem apelo

    Os petistas da região nada falaram pq estão em Curitiba fazendo vigília e dormindo na rua e no chão duro. já imaginou com essa friagem?

    Triste é ver os candidatos que terão apoio dos prefeitos lunáticos. O de Angra lançará até a mulher. PQP! Em VR, o assessor que nem sabe falar é outro.

    VAI VENDO aí quem irá receber o seu voto e NADA CONHECE da Administração Publica e NADA ENTENDE de Gestão Pública.

Untitled Document