quinta-feira, 19 de julho de 2018

TEMPO REAL

 

Capa / Mosaico / Estratégias na mesa

Estratégias na mesa

Matéria publicada em 9 de abril de 2018, 16:35 horas

 


O prefeito Samuca Silva tentará emplacar dois integrantes do seu governo nas eleições de outubro.

*

Deve lançar o vice Maycon Abrantes para a Câmara dos Deputados e seu assessor Fernando Samuquinha para a Alerj (Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro).

*

Fernando Jordão, em Angra dos Reis, vai para a briga por uma vaga na Câmara dos Deputados com Marcus Veníssius, até então homem-forte de seu governo.

*

Ainda estaria estudando a possibilidade de lançar a primeira-dama, Celia Jordão, para a Alerj.

*

Em Barra Mansa, Rodrigo Drable vai dividir apoio entre candidatos a deputado federal e estadual, sem “colocar a mão” especificamente sobre uma cabeça.

*

Diogo Balieiro, em Resende, deve fazer o mesmo que Drable.

*

Em Barra do Piraí, Mário Esteves já garantiu apoio a Gustavo Tutuca, que vai tentar se reeleger para uma cadeira na Alerj.

*

Efeito cascata
Com os prefeitos das maiores cidades da região já praticamente decididos sobre o que vão fazer em outubro, os candidatos vão agora atrás dos vereadores.

Amigos na região
Pouca gente sabe, mas o pré-candidato ao governo do estado pelo PSC, o juiz federal Wilson José Witzel, tem como um dos seus “padrinhos” na política o ex-prefeito de Volta Redonda, Gotardo Netto.

Sem apelo
A prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva não teve tanta repercussão entre os políticos da região.
Pelo menos nas redes sociais, a grande maioria preferiu nem comentar o fato.

Explorando
Já o grupo “Vem pra Direita”, de Volta redonda, explorou bem o fato.
Seus integrantes passaram os últimos dias comemorando o desfecho do processo do “Tríplex do Guarujá”.
Sem levar em conta qualquer aspecto político, o grupo defende a prisão de Lula tem tempo e não poderia ser diferente.

Explorando II
Levando em conta o aspecto político, o grupo deve vir com seu líder, Hermiton Batista, para disputa de uma vaga na Alerj.

Eleições presidenciais
A exatos seis meses da eleição presidencial deste ano, pelo menos 14 nomes já se colocaram publicamente na disputa. Mais uma pré-candidatura deve ser oficializada nas próximas semanas, a do PSB, e outros dois grandes partidos, PT e MDB, ainda não definiram seus quadros, apesar de prometerem apresentar um candidato nos próximos meses aos eleitores.

Eleições presidenciais II
A decisão final deve ser tomada até o início de agosto, quando termina o prazo para cada partido definir as candidaturas nas convenções. Dentre os concorrentes ao pleito, há ex-presidentes, senadores, deputados, ex-ministros e até um ex-ministro do Supremo Tribunal Federal.

Por aqui
Interessante é que dos nomes já ventilados, quase a metade já estiveram na região Sul Fluminense.
Rodrigo Maia (DEM), Ciro Gomes (PDT), Marina Silva (REDE), Jair Bolsonaro (PSL), Geraldo Alckmin (PSDB) e Alvaro Dias (Podemos) já circularam pelas cidades da região.

Um comentário

  1. Sem apelo

    Os petistas da região nada falaram pq estão em Curitiba fazendo vigília e dormindo na rua e no chão duro. já imaginou com essa friagem?

    Triste é ver os candidatos que terão apoio dos prefeitos lunáticos. O de Angra lançará até a mulher. PQP! Em VR, o assessor que nem sabe falar é outro.

    VAI VENDO aí quem irá receber o seu voto e NADA CONHECE da Administração Publica e NADA ENTENDE de Gestão Pública.

Untitled Document