quinta-feira, 24 de Maio de 2018

TEMPO REAL

 

Capa / Mosaico / Intermédica mais próxima de assumir lugar do Vita

Intermédica mais próxima de assumir lugar do Vita

Matéria publicada em 11 de Maio de 2018, 20:56 horas

 


O Vita teria oferecido a um grupo de médicos do hospital da CSN que assumissem o negócio “de graça”.

***

A proposta teria sido recusada, já que o “de graça” significaria assumir as dívidas e encargos que não são baixos.

***

Por outro lado, a empresa Notre Dame Intermédica está mais próxima de assumir o hospital da CSN, no lugar do Vita.

***

Enquanto as demais pretendentes querem um prazo, após o fechamento do hospital, para de instalar, a Intermédica avançou, conforme apurou a coluna.

***

Ela se propôs a assumir “com o carro andando”, ou seja, sem paralisar os serviços.

 

Aliás

Por falar em CSN, Benjamin Steinbruch estaria disposto a aceitar o convite de Ciro Gomes para compor como vice-presidente a chapa do presidenciável.

 

Visita

O senador Eduardo Lopes, do PRB, foi recebido pelo prefeito de Volta Redonda, Samuca Silva, na manhã desta sexta-feira, dia 11, no gabinete do Palácio 17 Julho, no Aterrado. O prefeito apresentou as principais demandas da cidade ao parlamentar fluminense e falou sobre a necessidade de Volta Redonda ter o apoio de parlamentares em Brasília.

 

Projeto

Samuca Silva falou do projeto que está no Congresso Nacional sobre cálculo da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF). “Os salários de professores e médicos, por exemplo, são investimentos para a cidade. O projeto, que esta tramitando no Congresso, daria fôlego às prefeituras para investir nos municípios. A cidade cresce e junto às demandas na saúde e na educação. Porém, ficamos impedidos de contratar novos profissionais por conta da LRF”, comentou Samuca Silva. O senador, por sua vez, garantiu que dará apoio ao projeto.

 

Guarda

Em relação à Guarda Municipal, o prefeito de Volta Redonda também solicitou um apoio ao senador para um processo na Polícia Federal sobre o porte de arma dos agentes municipais. “Acredito que o senador pode nos ajudar em conscientizar a Polícia Federal sobre a importância da Guarda em Volta Redonda ter o porte de arma”, disse Samuca Silva.

 

Verba

O senador também anunciou a liberação de R$ 500 mil em emenda parlamentar à Volta Redonda, que será utilizada na saúde. Segundo o secretário municipal de Saúde, Alfredo Peixoto, o recurso federal será utilizado na reforma da Policlínica do Idoso.

 

Parceria

“Volta Redonda é nossa parceira e vamos trabalhar para conquistar ainda mais recursos para a cidade. Tenho apreço pela cidade e pelos políticos aqui”, disse o parlamentar, que foi acompanhado pelo vereador Pastor Washington Uchoa, do mesmo partido do senador.

 

Ambulantes

A Prefeitura de Volta Redonda vai realizar uma operação de conscientização e orientação com os ambulantes da cidade. Uma força-tarefa, criada pelas secretarias de Desenvolvimento Econômico e Turismo (Smdet), de Fazenda (SMF) e Guarda Municipal, começará a atuar na próxima segunda-feira, dia 13. As ações irão acontecer, em sua primeira fase, nos principais centros comerciais da cidade, começando pela Vila Santa Cecília.

 

Integração

O secretário de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Joselito Magalhães, explicou como funcionará a ação. “Com essa ação integrada, queremos coibir o comércio ilegal em Volta Redonda. Nesse primeiro momento, o que queremos fazer é uma orientação, explicando nossa legislação atual e os limites de atuação de cada seguimento: como o que pode ser vendido ou não”, disse Joselito.

 

Regulamentação

A prefeitura iniciou, ainda no ano passado, a regulamentação do trabalho ambulante, inclusive concedendo alvarás para que trabalhem com segurança jurídica. A regulamentação prevê, entre outras questões, local e horário de funcionamento.

 

Objetivo

O prefeito Samuca Silva destacou que o objetivo é organizar a cidade. “Vamos orientar os ambulantes sobre a legislação vigente. Realizamos um cadastro desses vendedores autônomos para dar segurança jurídica para que eles possam atuar. Mas isso de forma ordenada e com regras claras”, disse o prefeito.

4 comentários

  1. “regulamentar”, quer dizer cobrar taxas.
    Livre comercio, cada um escolhe onde comprar, onde gastar seu dinheiro.
    De um jeito ou de outro esse dinheiro volta para a cidade, pois o ambulante tem que consumir não é?
    Ele compra arroz, feijão, etc.
    Imposto sobre imposto, custo Brasil em tudo né.
    Livre mercado, livre concorrência já.

  2. Ambulantes

    A Prefeitura de Volta Redonda vai realizar uma operação de conscientização e orientação com os ambulantes da cidade. Uma força-tarefa, criada pelas secretarias de Desenvolvimento Econômico e Turismo (Smdet), de Fazenda (SMF) e Guarda Municipal, começará a atuar na próxima segunda-feira, dia 13. As ações irão acontecer, em sua primeira fase, nos principais centros comerciais da cidade, começando pela Vila Santa Cecília.
    Segunda-feira é dia 14.

  3. Se a Intermédica assumir, vai dar continuidade à assistência, mas vai mudar tudo lá dentro… não ficará pedra sobre pedra; faz parte da dinâmica social, nada é para sempre!

  4. Ano de eleições acontecem milagres. Eu ainda não tinha visto esse senador aqui, mesmo acompanhando pouco o que ele faz em Brasília. Agora vem trazer 500 mil para adoçar a boca do Samuca?

    Interessante o Samuca tbm querer afrouxar a LRF. Ele devia era cortar cargos ou salários dos servidores para se adequar a lei , e não torcer para fazer mais gasto com funcionário. MAIS gastos com funcionários, MENOS investimento para o povo.

    VAI VENDO Aí o que dá votar em candidatos que NÃO CONHECEM a Administração Pública e NÃO ENTENDEM de Gestão Pública. Eles usam até senador para afrouxar a LRF para gastar mais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Untitled Document