quinta-feira, 15 de novembro de 2018

TEMPO REAL

 

Capa / Nacional / CNJ abre investigação preliminar contra Favreto, Moro e Gebran Neto

CNJ abre investigação preliminar contra Favreto, Moro e Gebran Neto

Matéria publicada em 10 de julho de 2018, 16:59 horas

 


Moro interrompeu as férias para se envolver em polêmica com Lula


Brasília –
O corregedor nacional de Justiça, ministro João Otávio de Noronha, decidiu nesta terça-feira (10) abrir os 10 pedidos preliminares de investigação que chegaram ao Conselho Nacional de Justiça (CNJ) contra os desembargadores Rogério Favreto, João Pedro Gebran Neto e o juiz federal Sérgio Moro.

As reclamações disciplinares foram protocoladas na segunda-feira (9) após as decisões conflitantes do Tribunal Regional Federal da 4ª Região, no último fim de semana, sobre a concessão de liberdade ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Segundo o CNJ, as oito reclamações que chegaram contra Favreto e duas contra Moro serão apensadas uma investigação mais ampla sobre o caso. O trabalho de apuração terá início imediato, segundo o conselho. Da análise dos processos, pode ser aberto um Processo Administrativo Disciplinar (PAD) contra os magistrados, que, por sua vez, pode culminar em punição, desde advertência até aposentadoria compulsória.

Entenda

Lula está preso na Superintendência da Polícia Federal em Curitiba desde o dia 7 de abril, por determinação do juiz Sérgio Moro, que ordenou a execução provisória da pena de 12 anos e um mês de prisão pelos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro, no caso do triplex em Guarujá (SP). A prisão foi executada com base na decisão do STF que autorizou prisões após o fim dos recursos na segunda instância da Justiça.

No domingo (8), o desembargador Rogerio Favreto atendeu a um pedido de liberdade feito por deputados do PT em favor de Lula. Em seguida, o juiz Sergio Moro e o desembargador do Tribunal Regional Federal da 4ª Região Gebran Neto, ambos relatores dos processos da Operação Lava Jato, derrubaram a decisão de Favreto por entenderam que o magistrado não tinha competência para decidir a questão. No mesmo dia, o entendimento foi confirmado pelo presidente do TRF, Thompson Flores.

Por André Richter, da Agência Brasil Brasília


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

7 comentários

  1. Sérgio Moro é atacado com a arma – nunca honrosa para quem a empunha – das injúrias pessoais, com o uso de lugares comuns, fruto tendencioso e delituoso de uma propaganda massiva e mentirosa, porque o dom do bom gosto e do comedimento não é coisa de todos e nunca será de um petista!
    Sérgio Moro experimenta na sua própria carne que aqueles que deviam amá-lo o tratam de uma maneira que vai da desconfiança à hostilidade, da suspeita ao ódio! Olham-no com receio, como a um mentiroso, por não acreditarem que possa haver relação pessoal com Deus, vida interior; em contrapartida, com o ateu e com o indiferente, ordinariamente petistas e desavergonhados (Dias Tofolli e Favreto, por exemplo!), desfazem-se em amabilidades e compreensão!
    Como não conseguem converter o Moro para a seita deles, agora, eles experimentam a intimidação física, usando a Internet para ameaçá-lo de morte e da sua família! Eles sabem bem o ofício do assassinato, pois mataram dois prefeitos petistas que iriam denunciá-los por Corrupção!
    É só lembrar os ex-prefeitos de Santo Andre (Celso Daniel) e Campinas (Toninho) e de que no caso do Celso Daniel, até foram assassinados oito testemunhas!
    Como diria o ex-Senador Mão Santa: “a gente faz apenas uma vez na vida: nascer, morrer e votar no PT!”…

  2. Aqui tem gente defendendo o que disse o Mão Santa…
    Aqui tem gente defendendo o Boris Casoy preconceituoso…
    Aqui tem gente atacando o PT, os eleitores do PT…

    Não vi ninguém aqui defendendo a apuração isenta dos fatos, e a punição dos culpados.

    Não emitirei juízo de valor.

    Mas algo aqui eu concordo.
    Tal como o nosso antigo juiz que foi preso portando arma ilegal e bombas, Vossa Excelência Franciso das Chagas Chaves, ex vereador, sócio de bingos. Para os da toga, aposentadoria compulsória.

    Para nós, o peso da lei.

    Não me parece muito correto isso.

    Desafio alguém a me provar que o Juiz Sérgio Moro, e os demais que ganham acima do teto constitucional graças aos penduricalhos corporativistas do Judiciário, merecem ganhar tanto, enquanto a população passa fome.

    • CEM Reais para votar, SEM candidato sério depois

      Hannah Arendt, Alemã, Cientista Política, consagrada por seus estudos sobre regimes totalitários disse certa vez que não basta afastar ou eliminar o líder totalitário. É preciso eliminar antes os seus seguidores. Ela afirmou isso na época da Alemanha hitlerista e da União Soviética stalinista.

      Com o Lula e demais petistas parece ser bem atual o que Hannah Arendt apontou décadas atrás.

      E diante dos ensinamentos dela só eliminando os petistas e demais simpatizantes (eleitores que votam nos partidos ALIADOS ao PT) para assim enfraquecer o líder porque enquanto haver petistas haverá o líder ou outro líder assumirá o lugar do primeiro.

      Não votar no candidato tal do PT ou de outro partido é conversa de analfabeto político.

  3. CEM Reais para votar, SEM justiça depois

    Moro está novamente PEDINDO APOIO das pessoas de bem para continuar valendo a justiça. E eu concordo com ele, pois não havendo apoio das pessoas de bem, os bandidos arrumam um jeito de calar a justiça e tirar ele do posto.

    É claro que não podemos contar com os eleitores petistas e os ELEITORES DE BANDIDOS do PMDB.

  4. E uma piada de mau gosto, investigar quem promove a aplicacao da lei a bandidos como lula e sua trupe

  5. Queria uma punição desta, aposentadoria compulsória, que sonho seria. É lógico que é sarcasmo gente.

  6. Sérgio Moro desobedeceu à uma ordem ilegal! Moro impediu, corretamente, que se consumasse uma decisão criminosa de um juíz nomeado pelo PT e escalado para tentar libertar o Lula… ilegalmente!
    Favreto tentou ser ponta de lança no golpe que o PT estava planejando para libertar o Lula! Favreto descumpriu as leis, no entanto, falar que um petista desobedeceu à lei é chover no molhado e dizer o que todo mundo já sabe!
    O que dizer daqueles que estão atacando Moro e defendendo Favreto?!
    Como diria o ex-Senador Mão Santa: “A ignorância é audaciosa!”…
    Como diria o jornalista Boris Casoy: “Isso é uma vergonha!”…

Untitled Document