domingo, 23 de setembro de 2018

TEMPO REAL

 

Capa / Polícia / Operação da PRF prende oito pessoas e apreende 15 quilos de droga

Operação da PRF prende oito pessoas e apreende 15 quilos de droga

Matéria publicada em 12 de junho de 2018, 10:42 horas

 


Operação da PRF e PF prende oito pessoas, além de drogas e veículos. (crédito PRF)

Sul Fluminense – A Polícia Rodoviária Federal divulgou nesta terça-feira, 12, balanço da operação para combater o crime. A investida realizada, no último fim de semana, na Via Dutra, no trecho que corta o Sul Fluminense, resultou na apreensão de 15 quilos de drogas, espingarda e carregador de fuzil.

Oito pessoas também foram presas por prática de  delitos e três veículos recuperados. A operação teve início na sexta-feira, dia 8, e terminou, no domingo, dia 10. No primeiro dia, no Km 247, em Piraí, policiais da 7ª Delegacia da PRF,  interceptaram uma moto, sem placa, e motociclista sem habilitação para conduzir o veículo. O homem também não conseguiu provar a procedência do veículo. Policiais detectaram ainda que a numeração do motor estava suprimida. O suspeito foi levado para a 94ª DP (Piraí) e indiciado por receptação.

Em outra ocorrência foi apreendida uma caminhonete Fiat/Toro clonada, placa KRR-4104, com a maçaneta da porta do motorista quebrada. O veículo foi localizando durante apuração da PRF, da existência de uma empresa de guinchos, na Via Dutra, Km 227, na Serra das Araras, que estaria negociando veículos clonados.

O dono do estabelecimento permitiu a entrada dos policiais, que detectaram, adulteração na numeração do chassi, assim como outros itens de identificação. Além disso, durante as investigações, a PRF descobriu que havia um outro veículo, original, da mesma marca e modelo, com placa LMJ-6085, com registro de roubo.

Segundo o dono dos guinchos, o veículo era de um sobrinho, de 24 anos, que chegou ao local em um Corolla. Após uma vistoria neste segundo veículo, também foi detectado que o carro era clonado. O jovem alegou ter comprado os carros pela internet e não soube dizer o nome do vendedor. O suspeito disse apenas que para a compra do Toro teria dado de entrada um Vectra, no valor de R$ 25 mil e mais R$ 20 mil, em dinheiro.

– O jovem pagou R$ 46 mil, num veículo que tem um valor de mercado avaliado em R$ 70 mil. Já pelo Corolla, ele disse que havia pago R$ 25 mil, em um carro avaliado em R$ 57 mil. Esse suspeito foi preso e levado para a 94ª DP (Piraí), onde foi autuado por receptação – disse um  agente da PRF.

Untitled Document