terça-feira, 23 de janeiro de 2018

TEMPO REAL

 

Capa / Polícia / PM apreende cerca de 70 quilos de drogas no primeiro trimestre  

PM apreende cerca de 70 quilos de drogas no primeiro trimestre  

Matéria publicada em 5 de abril de 2015, 18:05 horas

 


Sul Fluminense –

O comando do 28º Batalhão da Polícia Militar, responsável pelos municípios de Volta Redonda, Barra Mansa e Pinheiral, fechou o balanço de apreensões de drogas do primeiro trimestre de 2015, através do qual um levantamento apontou a apreensão de aproximadamente 70 quilos de drogas, no período referente a janeiro a março. De acordo com o comandante do 28º, tenente-coronel, Luiz Cláudio dos Santos Régis, a maconha foi a droga que liderou o volume de apreensões, totalizando quase 60 quilos. As demais drogas apreendidas foram cocaína e crack.

– Março foi um mês em que tivemos êxito de fazer duas grandes apreensões, sendo que em uma delas, além da prisão de duas mulheres, conseguimos tirar de circulação 40 quilos de drogas, sendo 38 apenas de maconha. Em outra ocorrência, encontramos toneis com nove quilos de maconha, embora não tenhamos efetuado a prisão efetiva de ninguém – recordou o comandante, ao acrescentar que a participação da população foi de extrema importância para esses dois casos, que chegaram até à polícia por meio de denúncia através do 0800- 026-667.

Conforme destaca Régis, qualquer pessoa pode utilizar o disque denúncia, com a certeza de que seu sigilo será totalmente mantido. Isso, segundo ele, vale tanto para informações sobre tráfico, homicídio, porte ilegal de armas, sobre autores de crimes como furto ou assaltos, além de outros. “As vezes as pessoas possuem informações que podem ser preciosas para à polícia, no entanto, deixam de denunciar por medo de serem descobertas. Por isso, estamos sempre afirmando que  o sistema de disque denúncia é totalmente sigiloso e importante para o nosso trabalho”, afirmou o tenente-coronel.

De acordo com ele, em uma reunião na qual esteve presente nesta semana, com autoridades da Secretaria de Segurança, um dos destaques foi o fato do 28º BPM ter conseguido cumprir sua meta no que se refere ao combate à criminalidade, nestes três primeiro meses do ano, ficando em primeiro lugar em todo o Estado. Além da apreensão de drogas, o 28º BPM também realizou, neste primeiro semestre, a apreensão de 55 armas e 10 réplicas. Com relação às prisões efetuadas neste período, a Polícia Militar registrou 364, além das 82 apreensões, envolvendo menores infratores.

– Conseguimos reduzir a criminalidade no semestre passado e, agora, também nesses três primeiros meses de 2015, por meio do que classificamos de repressão qualificada, que é quando trabalhamos, gastamos nossas energias em cima de um determinado evento como, por exemplo, combate ao tráfico, roubo de veículos ou apreensão de armas – destacou Régis.

Com relação a pouca quantidade de crack apreendida, o comandante explicou que esse tipo de droga geralmente, além de não fazer muito volume, historicamente não é comercializada em área dominada por determinada facção. “Quando um preso ingressa para o sistema prisional, ele tem que informar a que facção pertence e, na área do 28º, observamos o vínculo de muitos traficantes à uma facção específica”, concluiu o comandante.

 

Untitled Document