quinta-feira, 15 de novembro de 2018

TEMPO REAL

 

Capa / Polícia / Preso suspeito de matar professora em Itatiaia

Preso suspeito de matar professora em Itatiaia

Matéria publicada em 8 de junho de 2018, 09:39 horas

 


Delegado prende suspeito de matar professora em Itatiaia. (crédito Divulgação)

Itatiaia – O delegado titular da 99ª DP (Itatiaia), Vicente Maximiliano, informou na manhã desta sexta-feira, dia 8, ao DIÁRIO DO VALE, que prendeu o suspeito de assassinar a professora Angélica Mendonça Freire, de 45 anos.  Trata-se de um jovem de 26 anos, que já teve várias passagens pela polícia por furto. O crime ocorreu na noite de quinta-feira, dia 7,  na casa da vítima, próxima ao estádio municipal da cidade, na Rua Isabel Vieira, no Centro.

Maximiliano confirmou que o suspeito entrou na casa da professora para roubar e acabou matando a vítima a facadas.  Angélica era Coach e escritora e, atualmente, trabalhava no Núcleo de Capacitação Profissional de Itatiaia.

– O suspeito é réu confesso e disse que entrou na casa da vítima para roubar – ressaltou o delegado, que indiciou o preso por latrocínio, assalto seguido de morte. Maximiliano informou ainda que, o jovem foi preso na casa dele nesta manhã, na Vila Flórida, onde foi encontrada uma faca e roupa manchada de  sangue.

O corpo da professora foi levado para o Instituto Médico Legal (IML), onde foi atestado que Angélia levou sete facadas no pescoço, costas e no peito. O velório será realizado em uma capela mortuária, na Avenida dos Expedicionários,  no Centro

Esta foi a segunda prisão de um suspeito de homicídio, em 24 horas, em Itatiaia. Na última quarta-feira (6), policiais militares já tinham prendido um homem que teria assassinado o jovem João Pedro Pereira da Silva.  O suspeito foi preso na Avenida Pedro Rangel, no Jardim Itatiaia. Segundo os PMs, ele confessou o crime na 99ª DP.

O delegado já vinha investigando o assassinato de outro servidor público. O sub secretário de Saúde do município, Rinaldo Luís Gonçalves, foi morto no dia 10 de maio, com aproximadamente seis tiros. O crime ocorreu próximo à casa da vítima no bairro Campo Alegre, após sair do Hospital Municipal Manoel Martins de Barros, onde o médico trabalhava. Até o momento ninguém foi preso.

Luto 

 

A Prefeitura de Itatiaia decretou luto oficial de três dias pelo falecimento da servidora Angélica Mendonça Freire. Durante o período de luto, a bandeira do município ficará hasteada a meio mastro.

Angélica foi professora da rede municipal de ensino de 2005 a 2011, atuou ainda na rede estadual e particular de Itatiaia. Atualmente, ela estava trabalhando na Secretaria de Trabalho, Emprego e Geração de Renda, onde exercia a função de assessora técnica do Núcleo de Emprego e Qualificação (NEQ).

Devido o acontecido, o NEQ ficará fechado nesta sexta-feira.

– Foi com profundo pesar que recebemos na noite de ontem a notícia do falecimento da servidora Angélica Freire. Durante muitos anos ela contribuiu com a Educação, sendo professora e diretora de unidades escolares. Angélica deixa um legado de profissionalismo, gentileza e amor em executar, com brilhantismo, suas funções. Neste momento de dor, ofereço minhas condolências e peço que Deus dê conforto a toda família e amigos – comentou o Prefeito Eduardo Guedes, o Dudu.

Segundo a Secretaria de Políticas Públicas para Mulheres, Janaína Sá Dantas, a servidora ajudou na recolocação profissional de muito moradores, principalmente de muitas mulheres.

– Infelizmente tivemos esse triste caso na noite de ontem e não queremos que isso aconteça com mais nenhuma mulher. Fica a nossa indignação e o sentimento de profunda tristeza. Estamos programando uma mobilização e iremos reforçar ainda mais o trabalho de conscientização pelo fim da violência contra as mulheres. Seguiremos fortalecendo esse trabalho para que ele chegue a todos os lugares, de modo que essa cultura da violência contra as mulheres tenha fim – frisou a secretaria.

De acordo com o Secretário de Ordem Pública, Carlos César de Paula, uma reunião será realizada com a polícia local.

– Iremos fazer uma audiência pública para debater sobre o aumento da violência e criminalidade em nossa cidade, além de uma reunião com a polícia para unir forças em prol da segurança do município, embora a responsabilidade da segurança pública seja do Governo do Estado – explicou.

O velório de Angélica será no Envida, na Avenida dos Expedicionários, no Centro. A previsão é que o corpo seja liberado do IML ao meio-dia e que o sepultamento aconteça por volta de 16h30.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

11 comentários

  1. Socorro governador

    O delegado já vinha investigando o assassinato de outro servidor público. O sub secretário de Saúde do município, Rinaldo Luís Gonçalves, foi morto no dia 10 de maio, com aproximadamente seis tiros. O crime ocorreu próximo à casa da vítima no bairro Campo Alegre, após sair do Hospital Municipal Manoel Martins de Barros, onde o médico trabalhava. Até o momento ninguém foi preso.

    Pessoas que curam , que educam, que lutam , morrem assim…

    Gente Porto Real e Itatiaia , apesar de terem uma ótima arrecadação devido as empresas, pelo tamanho que são estão muito violentas.

    Por serem entre Rio e São Paulo, o tráfico de drogas deve estar imperando.

    Governador , dá uma olhada nisso…

  2. Brasil, país em que professores são assassinados dentro do quintal e marginais ficam na rua…
    Que país é esse ?

  3. Leitor do vale...

    Agora uma mulher honesta e trabalhadora se foi e esse marginal vai fazer pós em algum presídio pagos por nós trabalhadores! É JUSTO ISSO NA JUSTIÇA BRASILEIRA??

  4. LUIS CARLOS PEREIRA

    PENA DE MORTE, PRECISA SER IMPLANTADA NO BRASIL COM URGÊNCIA!!!

  5. Aí eu pergunto a vocês,uma pessoa como esta que toma esta atitude cruel,covarde merece continuar a vivendo?merece ser preso, para amanhã a justiça colocá-lo na rua e voltar a cometer mais crimes?Este merda, escória da sociedade já deveria estar morto e não sendo protegido pelas leis que sim deveriam nos proteger e não ele.Ouçam o que digo, a situação de criminalidade e violência em que chegamos neste país ,não restam outras alternativas a não ser PENA DE MORTE para casos como desta professora, assim como muitas outras barbáries cometidas todos os dias.Nada é feito pelas autoridades a fim de acabar com estas atrocidades então acredito que antes do criminoso cometer este absurdo ele vai pensar que também tem que viver.Não adianta prender e levá-lo para alguma prisão,ou os próprios presos o matarão ou daqui a menos de dois anos estará solto pelas leis fajutas que temos.

  6. Morador de Resende

    Esse m…. ainda está vivo ?

  7. André Luis Nogueira

    Parabéns ao Delegado, essa é a policia que precisamos, resposta rápida, apura, investiga e prende.

  8. Se um satanás desses entra na sua casa e leva um tiro pela cara muitos se revoltarão contra você, inclusive a justiça, vão dizer que não havia necessidade de matar, se tivessem estourado a cabeça dele da primeira vez, essa pessoa trabalhadora ser humano não teria sido assassinada por esse covarde que está ileso para daqui à pouco cometer mais crimes, tudo deve ser feito dentro da lei, inclusive o direito de legítima defesa, isso inclui àqueles que se habilitam possuir arma de fogo em casa, deveríamos exigir as mudanças nas leis que passariam facilitar os trabalhos garantindo a segurança a vida dos seres humanos e a extinção de vermes conforme esse.

  9. Cidades pequenas com proximidades ao Estado de São Paulo sofrem com migrações da criminalidade. É urgente mudança na legislação processual penal e execuções penais para que realmente o criminoso cumpra integralmente a pena e que aquele que por ventura esteja pensando em entrar pro mundo do crime tema suas consequências já que as legislações atuais podam a ação policial e beneficiam o criminoso.

    • Ele pode ficar tranquilo, quiçá, em 2 anos está na rua, seja por bom comportamento, saidinhas p ver mamãe, páscoa, natal, dia dos namorados, Tiradentes, 15 de novembro, carnaval, dia de Zumbi, aniversário da cidade………

  10. Lugar pequeno mas terrível!

Untitled Document