domingo, 18 de novembro de 2018

TEMPO REAL

 

Capa / Plantão da redação / Suspeito de estupro é preso depois de trocar tiros com a polícia em Angra dos Reis

Suspeito de estupro é preso depois de trocar tiros com a polícia em Angra dos Reis

Matéria publicada em 15 de janeiro de 2018, 22:37 horas

 


 

Angra dos Reis – Policiais civis da 166ª DP prenderam nesta segunda-feira um homem de  de 26 anos, suspeito de estuprar uma jovem de 26 anos, no bairro Pontal, em Angra dos Reis. A vítima quando estava sendo abusada sexualmente,  conseguiu acionar o telefone celular dela, sem que o suspeito desconfiasse,  e fez com que uma amiga de trabalho escutasse as palavras de baixo calão que o suspeito dizia a ela durante o ato.

– Durante a ligação, a amiga da vítima ouviu a voz de um homem falando ao fundo, palavras obscenas. Ela desconfiou e pediu ajuda a policiais na delegacia, que conseguiram localizar os dois caminhando num local ermo no bairro Pontal, após ter ocorrido a conjunção carnal – disse o delegado titular de Angra dos Reis, Bruno Gilaberte.

Segundo o delegado,  ao avistarem o suspeitos e  a jovem, os policiais desceram dos carros, e o suspeito, que estava com um revólver calibre 32, atirou contra os policiais civis. Os agentes  revidaram  e atiraram na coxa  dele.

–  O suspeito chegou a cair no chão, mas mesmo ferido ele conseguiu entrar num condomínio e correr para Praia do Moleque, onde foi detido pelos agentes ao tentar fugir a nado . Ele estava com uma mochila que continha certa quantidade maconha e cocaína- disse  Gilaberte.

O suspeito foi levado para um hospital de Angra dos Reis, onde se encontra internado sob escolta da PM. Já a jovem confirmou que foi estuprada.

A jovem foi levada também para um hospital onde foi medicada com um coquetel contra a aids.  A vítima contou ao delegado que foi rendida pelo suspeito, quando ia de bicicleta para uma acadêmia de ginástica, localizada também no Pontal.

– O suspeito a levou para uma local deserto, Primeiro, ele a obrigou a fazer sexo oral nele e em seguida, a obrigou a ter relações sexuais – disse o delegado.

O suspeito foi indiciado por estupro, tentativa de homicídio e porte arma de fogo.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

5 comentários

  1. E ainda está vivo ?

  2. parabéns policiais mostraram serviços rápido é desse jeito q funciona sociedade ajudou polícia inENJAULOU AI TA A PROVA Q CIDADÃO TEM COMO AJUDAR NOSSA POLÍCIA ABRAÇOS

  3. As mulheres, evitem sair sozinhas, saiam sempre acompanhadas, pois isso é Brasil e é isso que acontece, leis fracas motivam esses crimes, têm de haver punições mais fortes contra essa prática, nesse país o direito de ir e vir é limitado por conta dessa alta criminalidade, é bem provável que a ficha desse “parasita” esteja cheia de antecedentes criminais, que se estivesse prezo, evitaria essa alta violência que essa garota sofreu, imagina os traumas que ela irá sofrer daqui pra frente.

  4. 256 anos?kkkkk
    Isso e uma idosa e nao uma jovem…

Untitled Document