quarta-feira, 19 de setembro de 2018

TEMPO REAL

 

Capa / Política / Bruno recebe ex-prefeito de Queimados e destaca equilíbrio nas contas públicas em Quatis

Bruno recebe ex-prefeito de Queimados e destaca equilíbrio nas contas públicas em Quatis

Matéria publicada em 16 de maio de 2018, 21:33 horas

 


Visita: Max Lemos e Bruno de Souza, na reunião ocorrida no Centro Administrativo do Município de Quatis
(Foto: PMQ)

Quatis – O prefeito Bruno de Souza (MDB) recebeu nesta semana, em seu gabinete, no Centro Administrativo do Município, o ex-prefeito de Queimados, na região metropolitana do Rio de Janeiro, Max Lemos, do mesmo partido, que administrou a cidade da Baixada Fluminense por dois mandatos seguidos (2009-2012 e 2013-2016). Durante o encontro, Bruno destacou o equilíbrio das contas públicas em Quatis como um dos resultados positivos da sua gestão à frente da administração da cidade.
Bruno frisou ainda que, dos 84 prefeitos que tiveram suas contas analisadas pelo Tribunal de Contas do Estado do Rio de Janeiro até o dia 19 de abril passado, as prefeituras de Quatis e de Queimados estão no grupo de 23 municípios com parecer favorável à aprovação pelas respectivas câmaras municipais. Já as contas de outros 61 prefeitos tinham recebido parecer contrário dos conselheiros do TCE. As contas analisadas se relacionam ao exercício financeiro de 2016.
Para Bruno, as decisões do Tribunal de Contas com relação aos municípios de Quatis “mostram a preocupação em governar com austeridade, sem prejuízos à garantia dos serviços essenciais à população”.
– No caso de Quatis, devido à política de contenção de gastos que adotamos já a partir de outubro de 2015, a nossa administração está conseguindo assegurar e melhorar os serviços básicos em todos os setores essenciais, pagar em dia os salários do funcionalismo e ainda realizar novos e importantes investimentos, entre eles a compra de equipamentos para as áreas da saúde e educação, as melhorias no trânsito, a manutenção permanente das estradas rurais e a construção de uma nova praça de lazer. No ano passado, por exemplo, registramos um superávit de aproximadamente R$ 5 milhões – disse o prefeito.
Durante o encontro, Max Lemos informou ao prefeito Bruno de Souza que é pré-candidato a deputado estadual, e não mais pré-candidato a governador fluminense, como chegou a ser cogitado recentemente, nos bastidores do MDB. Max concorreria à prévia do partido visando à sucessão do governador Luiz Fernando Pezão com o ex-prefeito de Três Rios, Vinícius Farah, e o deputado estadual André Lazaroni.
Bruno enfatizou que “a experiência administrativa de Max Lemos na Prefeitura de Queimados deve ser partilhada com outros prefeitos”. Nas eleições municipais de 2012, Max Lemos foi reeleito com 60.946 votos, o que representou o percentual de 93,10 por cento dos votos válidos. O segundo colocado naquele pleito em Queimados, Devanir (PSOL), alcançou apenas 4.514 votos (6,90 por cento do total).
– Não podemos deixar de reconhecer a aprovação significativa do ex-prefeito Max Lemos junto à população do seu Município. Trata-se de um indicativo muito claro que suas duas gestões foram muito bem avaliadas pelo povo, demonstrando também a eficiência do seu trabalho pelos moradores daquela cidade, daí a importância do encontro que tivemos esta semana, no sentido de trocar experiências sobre a gestão pública – disse Bruno de Souza, acrescentando que Max Lemos ainda foi vereador e presidente da Câmara Municipal de Queimados durante a legislatura 2001-2004.
O ex-prefeito Max Lemos salientou a seriedade com que Bruno de Souza vem administrando o Município de Quatis. No seu entendimento, o trabalho de Bruno também deve servir de referência a outras cidades, pois, “apesar de crise econômica enfrentada pelo Brasil, ele mantém os serviços essenciais em funcionamento e ainda vem colocando em prática novas ações a favor do desenvolvimento de Quatis e as condições saudáveis do povo quatiense”.

Um comentário

  1. Bons administradores por terem as contas públicas aprovadas. Parabéns! Mas não são Gestores Públicos, pois esses são profissionais na área. O melhor seria saírem do PMDB que só tem bandidos. Quem apoia bandidos, bandido é.

Untitled Document