quarta-feira, 18 de julho de 2018

TEMPO REAL

 

Capa / Política / Codese debate a Educação com entidades empresariais

Codese debate a Educação com entidades empresariais

Matéria publicada em 13 de março de 2018, 21:55 horas

 


Informação: Empresários ouviram palestra sobre importância da Educação (Foto: Gabriel Borges - Secom PMVR)

Informação: Empresários ouviram palestra sobre importância da Educação
(Foto: Gabriel Borges – Secom PMVR)

Volta Redonda – O Codese (Conselho de Desenvolvimento Econômico, Sustentável e Estratégico de Volta Redonda) realizou nesta segunda-feira, dia 12, uma palestra com o engenheiro Márcio Lins, coordenador da Câmara de Educação da cidade. O encontro, que foi voltado para entidades empresariais, aconteceu na sede do Sicomércio, no Aterrado, e teve apoio da Prefeitura de Volta Redonda.

Márcio Lins explicou a função do Codese e a importância dos investimentos na educação. “Não há desenvolvimento de uma sociedade sem os investimentos na Educação. Volta Redonda está saindo na frente com a criação da Câmara de Educação”, ressaltou Lins, durante o encontro.

O órgão é formado por representantes das instituições de ensino superior e técnico da cidade como a UFF (Universitário Federal Fluminense), a Unifoa (Centro Universitário de Volta Redonda), UGB (Centro Universitário Geraldo Di Biase), UBM (Centro Universitário de Barra Mansa), Fasf (Faculdade do Sul Fluminense) e ETPC (Escola Técnica Pandiá Calógeras), além de representantes do governo municipal.

— Começamos com essas instituições, mas a ideia abrir para toda sociedade para termos um debate amplo e eficiente na educação de Volta Redonda — finalizou Márcio Lins.

O prefeito de Volta Redonda, Samuca Silva (Podemos), destacou os investimentos na Educação.

— Estamos chamando novos professores para rede, trocando todo uniforme e kit escolar, visitando escolas, reunindo mensalmente com os diretores dos colégios, além do UniPop e o Fórum Permanente das Instituições de Ensino — elencou o prefeito, que divulgou que no mês de maio acontecerá um Congresso da Educação em Volta Redonda.

Samuca ainda ressaltou os investimentos em desenvolvimento econômico. “Estamos conversando com pelo menos quatro empresas interessadas em vir para Volta Redonda, a geração de três mil empregos no novo shopping da cidade, diálogo com a maior empresa de Volta Redonda, o fim da taxa MEI, incentivo aos pequenos empresários. Um dos principais focos do nosso governo é a geração de emprego e renda. Estamos desburocratizando, dando agilidade. O nosso desafio é mostrar que Volta Redonda, além de ser uma boa cidade para morar, é também para investir”, finalizou Samuca Silva.

 

2 comentários

  1. Mais uma tentativa dentre tantas que não deu em nada. Estão aí as notas do IDEB e da Prova Brasil para todos verem. Vemos isso desde 15 de novembro de 1889. Aliás, só os Administradores Públicos enxergam.

    Fazer educação de qualidade com os mesmos e as mesmas estratégias. Como?

    Educação de qualidade só vemos em países monárquicos. Para começar a sonhar precisamos antes mudar a FORMA de governo de república (falida desde o início) para monarquia. Sem isso é queimar recursos financeiros e humanos à toa.

    Enquanto não mudamos a forma de governo, apoiar o Plano Municipal de Educação de Volta Redonda 2015-2024 cujos inúmeros objetivos com suas metas estão disponíveis já é um ótimo caminho.

    VAI VENDO aí o que dá em votar em candidatos que NÃO CONHECEM a Administração Pública e NÃO ENTENDEM de Gestão Pública.

  2. Esse samuca é só bla bla bla. Varias escolas de vc sem professor. Nas escolas faltam de tudo, de tinta para caneta de quadro até folha e copia para fazer avaliação. Sem contar no pccs que disse que iria coneçar pagar em fevereiro e ate agora nada. Vergonha.

Untitled Document