segunda-feira, 18 de dezembro de 2017

TEMPO REAL

 

Capa / Política / Dinho anuncia ‘esforço concentrado’ para fechar ano com votações em dia

Dinho anuncia ‘esforço concentrado’ para fechar ano com votações em dia

Matéria publicada em 23 de novembro de 2017, 21:41 horas

 


Presidente da Câmara afirma que, se necessário, convocará sessões extraordinárias para encerrar o ano com a LOA aprovada

Esforço: Dinho vai acelerar trabalhos da Câmara para garantir votações obrigatórias (Foto: Paulo Dimas)

Esforço: Dinho vai acelerar trabalhos da Câmara para garantir votações obrigatórias
(Foto: Paulo Dimas)

Volta Redonda – O presidente da Câmara Municipal de Volta Redonda, Siney Dinho (PEN), garantiu que, até o encerramento do ano legislativo, em meados de dezembro, a Lei Orçamentária Anual (LOA) para 2018 e o Plano Plurianual (PPA) para o período 2018/2021 estarão votados e aprovados. O PPA teve uma sessão de votação nesta terça (21), quando foi aprovado em primeira votação e teve as emendas dos vereadores avaliadas, e precisa passar por mais uma sessão, que vai votar sua redação final.

Já a Lei Orçamentária Anual precisa passar ainda por duas sessões, e tem que ser aprovada antes que os vereadores iniciem o período de recesso. Outra lei que precisa ser votada todos os anos, a LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias), que serve como base para que o Executivo apresente a proposição da LOA, já teve a votação concluída.

Dinho afirmou que, caso seja necessário, vai convocar mais de uma sessão por dia, para garantir que sejam cumpridas as determinações do regimento interno e as leis obrigatórias sejam votadas até o fim do ano.

Já sobre os projetos em tramitação, Dinho disse ser impossível garantir que todos sejam votados.

— Vamos nos esforçar para votar a maior quantidade de projetos possível, mas não é possível garantir que todos sejam votados — afirmou.

Sessões solenes

A Câmara Municipal de Volta Redonda realizou na noite desta quarta-feira (22), a Sessão Solene comemorativa ao 09 de Novembro, homenagem concedida aos trabalhadores e metalúrgicos que se destacaram na luta por melhorias das condições de trabalho. A data 9 de Novembro foi marcada pela invasão do exército e da Polícia Militar, tentando retomar a Companhia Siderúrgica Nacional (CSN), durante a maior greve da empresa estatal, em 1988.  No confronto, três operários, William, Walmir e Barroso, foram mortos pelas forças de segurança.

O diploma 9 de Novembro foi concedido pelos vereadores a 18 trabalhadores da CSN. No telão do plenário, durante toda a solenidade, foram exibidas cenas com reportagens do conflito na greve dos operários da CSN. Autor do Projeto de Resolução, Carlinhos Santana (SD) homenageou o presidente do Sindicato dos Metalúrgicos, Sílvio Campos,  e o ex-presidente Renato Soares Ramos.

— Esta proposta foi feita para marcar o 9 de novembro. Há 29 anos, os metalúrgicos tiveram conquistas, mas foi com muita luta, que infelizmente deixou três jovens mortos.  Só quem passou por aquela greve sabe como foi difícil. Os trabalhadores, sem armas, lutaram contra o exército — lembrou ele, sugerindo que, no próximo ano, a cerimônia seja realizada, exatamente, no dia 9 de Novembro.

A vereadora Rosana Bergone (PRTB) entregou o diploma ao supervisor de Manutenção e Transporte Ferroviário da CSN, Luiz Cláudio de Lemos, empregado da companhia há 36 anos. “Por ser um profissional que valoriza a vida, mereceu a nossa homenagem”, justificou. “Fico muito feliz pelo reconhecimento, pois sou uma pessoa que luta para que os trabalhadores tenham dignidade”, disse Lemos, diretamente à vereadora.

O presidente da Câmara Municipal, Sydnei Dinho, frisou que o Legislativo preencheu a lacuna para reconhecer a dedicação dos operários na sua luta do dia a dia. “Com a vinda do Carlinhos Santana para a Câmara, nós apoiamos e concretizamos esta brilhante ideia dele e hoje prestamos esta justa homenagem aos metalúrgicos.  A noite do dia 8 para 9 deve ter sido a pior zero hora da CSN”, falou o presidente, lembrando que ano que vem, além do diploma, que contém ao fundo uma foto do Memorial dos Trabalhadores, na Praça Juarez Antunes, os contemplados receberão também uma Medalha.

O ex-diretor-executivo da CSN, Márcio Lins, também participou da sessão e recebeu uma moção de aplausos do vereador Edson Quinto, por ter ajudado a comunidade de Santa Rita do Zarur, após a enchente ocorrida no início deste ano.  Ainda na cerimônia, discursaram o metalúrgico e ex-vereador, Isaque Fonseca e a homenageada Márcia Valéria Gurgel da Costa Araujo, que falou em nome dos agraciados.

Os demais homenageados foram: Jair Fagundes de Barros Junior (Laydson); André Faria Machado (Fernando Martins); Carlos Henrique Perrut de Mello (Granato); Isaque Fonseca (Rodrigo Furtado); Cleber Gonçalves Lima (Paulo Conrado); José das Graças Lima (Jari); Elvam Miron Duque (Fábio Buchecha); José Eli Mendes da Silva (José Augusto); Eliel Afonso Souza (Isaac); Macenias Rosa da Costa (Luciano Mineirinho); Nilton Rodrigues Ferreira (Sydney Teixeira); Waldemir Micheloni (Maurício Pessoa); Fernando Elias Vieira Jogaib (Pastor Washington); Marcia Valéria Gurgel da Costa Araujo (Edson Quinto) e Paulo Cícero de Souza Silva (Vair Duré).

A Câmara Municipal realizou nesta quinta-feira, dia 23, a sessão solene em homenagem a funcionários públicos em destaque do município.  No dia 07 de dezembro, o Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae) de Volta Redonda comemora seus 50 anos de criação em sessão solene.  No dia 13 de dezembro, haverá sessão Solene de Outorga da Medalha São Francisco de Assis, onde serão agraciados padres e os integrantes das Igrejas Católicas, sediadas em Volta Redonda.

4 comentários

  1. Essa câmara só sabe fazer sessão solene.

  2. É claro que será impossível garantir que sejam aprovados os projetos em tramitação. Eles não têm tempo para trabalhar dentro da CASA DO POVO pois estão nas ruas fazendo o trabalho do presidente de associação de moradores ou ajudando o secretários do Samuca.

    A LOA foi entregue em 31/08 (imagino que o Samuca cumpriu o prazo máximo), e ainda NÃO VOTARAM?

    Estão vendo o que dá votar em candidato que NÃO CONHECE a Administração Pública e NÃO ENTENDE de Gestão Pública??

    O que tem a dizer os eleitores dos 21 vereadores de VR?

    • Infelizmente camarada que adora comentar na política do jornal. Apesar de você ser adepto não será implantado ideologia de gênero em Volta Redonda. Você resguarda sua intimidade VAI VENDO com seu namorado em casa. Na nossa cidade não! Aqui, procure se informar melhor, você só dá bola fora. Tchau querida!

  3. Dinho, trabalhei na sua campanhã, pois sempre apoiei o PSC, mas queria ver você fazendo mais coisas pela segurança de Volta Redonda. Você como ex policial militar, ou reformado não sei, conhece melhor que ninguém as estratégias sociais e também de coibição contra o crime, até a Vila Santa Cecília está tomada de traficantes e ladrões. Todas áreas de lazer da cidade foram tomadas por traficantes e usuários de drogas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Untitled Document