segunda-feira, 20 de novembro de 2017

TEMPO REAL

 

Capa / Política / Empreiteira afirma que vai entregar Rodovia do Contorno em dezembro

Empreiteira afirma que vai entregar Rodovia do Contorno em dezembro

Matéria publicada em 13 de novembro de 2017, 18:46 horas

 


Últimos detalhes foram discutidos com Samuca Silva, que fará o necessário para liberar rodovia para o tráfego

Conversando: Samuca disse que tomará todas as providências para que Rodovia do Contorno seja liberada para o tráfego (Gabriel Borges – Secom PMVR)

Conversando: Samuca disse que tomará todas as providências para que Rodovia do Contorno seja liberada para o tráfego
(Gabriel Borges – Secom PMVR)

Volta Redonda – Os últimos detalhes para a entrega das obras da Rodovia do Contorno foram discutidos na tarde desta segunda-feira, dia 13, entre o prefeito de Volta Redonda, Samuca Silva (Podemos), e representantes do Dnit (Departamento Nacional de Infraestrutura e Transporte), ANTT (Agência Nacional de Transporte Terrestre) e DER (Departamento de Estrada de Rodagem) do Rio de Janeiro. A Acciona, construtora responsável pela finalização das obras, garantiu que a entrega será realizada em dezembro. O encontro aconteceu no Palácio 17 de Julho.

— Estamos com o diálogo bem maduro e a prefeitura fará o que for necessário para liberar oficialmente a rodovia para o tráfego. Não adianta entregar a obra sem a possibilidade de trafegar — disse Samuca.

No primeiro momento, como divulgado na reunião, a manutenção do trecho do bairro Vila Rica à Rodovia Presidente Dutra ficará por conta do Governo Municipal. Outro trecho – que liga a BR 393 ao bairro Santo Agostinho – será de responsabilidade do DER (Departamento de Estrada de Rodagem) do Rio de Janeiro.

— Isso vale até que toda a prestação de contas do DER estiver pronta e, a partir daí, a responsabilidade passa a ser nossa, do Dnit — disse Fernando Corrêa, representante do departamento nacional.

Ainda nessa semana será iniciada a plantação de quatro mil mudas para criar uma Barreira Acústica Verde para evitar os ruídos da rodovia, na altura do Conjunto Habitacional Vila Rica, conforme prevê o TAC (Termo de Ajuste de Conduta) com o Ministério Público Federal. Além disso, ainda segundo TAC, será feito o plantio de 65 hectares de mudas no Parque Estadual da Serra da Concórdia, em Valença, como compensação ambiental. Neste caso, porém, é de responsabilidade do Governo de Estado.

Estão sendo catalogados também todos os trechos que ainda não há cerca, para evitar a entrada de animais na pista da rodovia. E ainda: o prefeito Samuca Silva se comprometeu em ajudar na sinalização e redutores de velocidades em alguns trechos.

— O que depende da prefeitura no TAC está garantido. Mas dependemos de outros órgãos. Volta Redonda está à disposição a nossa estrutura e o que estiver no nosso alcance — disse Samuca Silva.

A prefeitura também realizou um levantamento de todos os proprietários das terras no entorno da rodovia e com número de processo de desapropriação.

— Todos os processos estão encerrados ou em andamento. Já fizemos os levantamentos e encaminharemos ao MP em cumprimento ao TAC. Queremos abrir a rodovia — contou Samuca Silva, que marcou para 30 de novembro, quinta-feira, a última reunião antes do término das obras.

Com o funcionamento da rodovia, a previsão é que mais de nove mil veículos pesados deixarão de passar pelo perímetro urbano de Volta Redonda, desafogando o trânsito da cidade.

Emprego

A Rodovia do Contorno já está gerando emprego e renda ao município. Estão em andamento 40 projetos para a construção de casas de alto padrão em um condomínio instalado na beira da via. Cada uma delas, em média, está gerando 15 empregos diretos – o que somados representam 600 postos de trabalho na construção civil.

“Quando estiver pronta a rodovia e o condomínio aberto podemos gerar outros 600 empregos diretos”, destacou Marcelo Rezende, representante do condomínio.

21 comentários

  1. Só passei aqui para avisar que todo deputado Federal que pensar em votar a favor da reforma da previdência deverá ser retitado de Brasília em 2018.

    • Se continuar votando no partido dele, o candidato receberá voto indiretamente.

      Precisamos aprender a votar para evitar ficar decepcionado com a política.

    • José Carlos da Silva

      Temos que excluir os partidos envolvidos nos escândalos das propinas e roubalheira. Será que vai sobrar algum?

  2. Esse Liberdade é um mala sem alça. Consegue ser mais mala que o Al Fatah, que ao menos apresenta argumentos tangíveis.

  3. Preconceito contra as mudas. Só porque as mudas não falam serão usadas para fazer uma barreira acústica.
    Tá achando que vamos ficar caladas diante desse desrespeito?
    E o nosso sindicato, não vai falar nada?

  4. Bem que ao invés de redutores poderiam colocar alguns radares de velocidade, com isso os veículos não teriam que quase parar em uma rodovia e assim manter uma velocidade média segura em seu trajeto.

  5. O pior dessa história é que terá um palanque cheio de abutres querendo aparecer na inauguração. Essa obra de tão ridícula que foi não é nem para ter festa de inauguração.

    • Concordo plenamente. Principalmente em relação aos políticos que têm cargos públicos nesses 22 anos de obra (deputados, vereadores e prefeitos), principalmente o ex-prefeito que nos 2 primeiros mandatos ignorou a necessidade dessa rodovia e só passou a “correr atrás” quando Governo do Estado, com Cabral, Pezão e Hudson Braga, assumiram a (verba da) construção.

  6. Senhores, em especial Sr. Samuca: Vocês estão falando em abrir a rodovia para o trânsito em geral e não apenas para desvios de veículos pesados ou de passeio que trafegam pela BR393, cortando a cidade correto? PRESTEM ATENÇÃO: A rodovia Tancredo Neves, não vai suportar com SEGURÂNÇA, o fluxo de veículos até o acesso a Rodovia do contorno, já ocorreram, só na ultima semana, 3 acidentes com vitimas (fatais) a imprudência, o estreitamento de um trecho de descida sentido VR é TREMENDAMENTE MAU PROJETADO, sem falar de curvas sem acostamento ao longo da Tancredo neves, estou ALERTANDO , antes que mais ACIDENTES TRAGICOS aconteçam, passo por essa rodovia e também pela BR-393, há muitos anos , varias vezes ao Mês, e conheço bem os modelos de veículos pesados que trafegam por ela, POR FAVOR verifiquem vários erros de projetos obra, principalmente na própria Rodovia do Contorno! abraços!

  7. “A Rodovia do Transtorno”. Novela com 20 anos de duração, terá seu último capítulo em Dezembro. Não percam.

  8. POR FAVOR
    VERIFIQUEM O CANAL DE ÁGUAS PLUVIAIS QUE FOI CRIADO LOGO NO INÍCIO DAS OBRAS DESSA RODOVIA. O MESMO ESTÁ ENTUPIDO DE MATO E ÁGUA PARADA (RESULTANDO ASSIM, NUM CRIADOURO DE MOSQUITOS E OUTROS INSETOS)
    ESSE CANAL ENCONTRA-SE ATRÁS DAS CASAS DA RUA 34 NO JARDIM VILA RICA.
    MUITO OBRIGADO.

  9. O Senhor Mauro Campos corporation agradece!!!!!

  10. Arthur Rodrigues Alves

    Senhor Prefeito, muita preocupação do senhor para que isso seja liberado!!!!
    Mas é a saúde do povo que está um caos, não vi nenhuma reunião sua sobre isso. Mas para rodovia é quase todo dia.
    Muito bom, governando para o povo, só esqueceu de informar a classe!

  11. Estou desconfiado que durante um bom tempo esta Rodovia do Contorno vai ser apenas uma estrada municipal, ou seja, sem a permissão do DNIT para o tráfego da BR 393. E a liberação parcial é por pressão do condomínio de luxo que tem lá. Tomara que pelo menos passe por lá os caminhões do famoso abatedouro. Aquele que tem unidades em Rio Claro e Barra do Piraí.

  12. Pelo amor de Deus arrumem a ‘lago’ que se forma quando chove forte nas imediações da Casa de Portugal. O risco de acidentes grave é muito grande. E com aumento do fluxo de veículos vdi piorar ainda mais.
    Já falei em outro post mas repito: reforçar a sinalização horizontal pois quase toda estrada até a Dutra as faixas estão muito apagadas.

  13. Dezembro de 2050?

  14. Retrabalho de plantação de árvores, plantar e cuidar até as mesmas se desenvolver é fundamental, tem que melhorar a terra onde as mesma forem plantadas por um simples motivo, terra muito fraca de nutrientes se não fizer isto é jogar dinheiro fora, no ralo isto já foi feito sem estudo do solo pergunta os outros governantes. Plantar mais cuida para evitar o que aconteceu no passado. Tai falei

  15. Não esqueçam de sinalizar na Via Dutra a entrada da BR 393. Se isso não for feito, quem vier de SP, por exemplo, entrará no mesmo caminho que é usado há décadas e o trânsito de veículos pesados ou não continuarão passando pelo perímetro urbano de Volta Redonda.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Untitled Document