quarta-feira, 19 de setembro de 2018

TEMPO REAL

 

Capa / Política / Granato propõe municipalizar trecho da BR 393 que corta Volta Redonda

Granato propõe municipalizar trecho da BR 393 que corta Volta Redonda

Matéria publicada em 18 de junho de 2018, 23:46 horas

 


Presidente da Câmara sugere que traçado da rodovia federal inclua Rodovia do Contorno

 

Vereador Washington Granato discute em reunião realizada em Brasília possibilidade de municipalizar BR-393

 

 

Volta Redonda – O presidente da Câmara Municipal, Washington Granato (PTC), propôs que o trecho da BR-393 que corta o centro de Volta Redonda seja municipalizado. Assim, a chamada Via Sérgio Braga, do limite entre Barra Mansa e Volta Redonda até a ligação da Rodovia do Contorno com a BR-393, passaria a ser parte da malha viária de Volta Redonda, enquanto a rodovia recém-inaugurada se tornaria parte da rodovia federal.
O presidente da Câmara fez a sugestão durante uma audiência em Brasília, nesta segunda-feira, dia 19 de junho, com o ministro de Minas e Energia, Moreira Franco. O vereador estava acompanhado pelo presidente do IPPU (Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano), Marcio Lins, pelo assessor especial da Prefeitura, Rafael Capobiango, que irá representando o prefeito Samuca Silva, e pelo assessor especial da Câmara Municipal, arquiteto Ronaldo Alves.
– Solicitei essa audiência ao ministro porque ele já foi governador do Rio de Janeiro e conhece bem os problemas de nosso estado e o problema que enfrentamos com o trecho da BR-393 (Rodovia Lúcio Meira) que corta o município de Volta Redonda. Vamos solicitar ao ministro a retirada da jurisdição federal do trecho que corta a Cidade do Aço e que a BR passe a ser considerada a partir da Rodovia do Contorno até a Rodovia Presidente Dutra), – informa Granato.
A maior parte da BR-393 atualmente está sob concessão da Acciona S.A. Trata-se de uma rodovia federal que tem início no Km 264 da BR-116, mas que ainda incide sobre extenso trecho urbano de Barra Mansa e Volta Redonda. Segundo Granato, o trecho não foi incluído na Concessão da Acciona e causa desencontros e medidas desagradáveis por parte do DNIT (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte).
– Ao fiscalizar o uso e manutenção do trecho urbano, o DNIT provoca reclamações dos moradores e usuários desse trecho, principalmente quando o órgão proíbe estacionamento de veículos em faixa considerada acostamento, – explica o vereador, ressaltando que toda a sinalização vertical e horizontal existente no local é típica de rodovia, inclusive em locais onde as atividades comerciais predominam.
Outro problema apontado pelo presidente do Legislativo é que em horário de pico são intensas as retenções de trânsito nesse trecho, com a necessidade de uso de semáforos em cruzamentos e conflitos com paradas de ônibus urbano, o que é incompatível com uma rodovia.
Granato acredita que o momento é propício para tratar do assunto, uma vez que o Grupo Acciona já anunciou que irá entregar a concessão da rodovia. Com isso, a rodovia terá que ser relicitada, o que permitirá que a licitação seja realizada levando em conta o novo traçado.

4 comentários

  1. Tem que municipalizar toda a extensão do município de volta redonda até a dívida com Barra do Pirai.

  2. Eles deveriam olhar para o Santo Agostinho que está um caos.. Entulho pra todo lado.. Uma Enorme rocinha se instalando aqui no município… É poca de eleição gente… Isso é papo furado..

  3. Por dentri do assunto

    A idéia de municipalização deste trecho é EXCELENTE, por diversos motivos, mas o patinho feio ninguém quer levar. O trevo da BR-393 com a Rodovia do transtorno no Santo Agostinho, “aquela maravilha” que deve ter sido planejada por um “Ingenheiro” de 7 anos de idade, ninguém quer né….

  4. FranciscoJFLacerda

    Eu só não concordo com que disse o prefeito de se municipalizar somente do Jardim Amália e na altura da boate Porão até o bairro Sta Inês, na divisa com Barra Mansa. Pra mim todo o trajeto desde o trevo do Sto Agostinho deveria ser incluído pois ali há interligação com a rodovia do contorno ( nova alça de acesso até a via Dutra e por isso, sendo o novo traçado da BR 393) .

Untitled Document