sábado, 25 de novembro de 2017

TEMPO REAL

 

Capa / Política / Guardian anuncia investimento em Porto Real e prefeito diz que cidade tem profissionais qualificados

Guardian anuncia investimento em Porto Real e prefeito diz que cidade tem profissionais qualificados

Matéria publicada em 9 de agosto de 2017, 20:48 horas

 


Com a construção de um novo forno no segundo semestre, empresa garante 600 empregos temporários

Parceria: Guardian anuncia investimento e garante permanência em Porto Real

Parceria: Guardian anuncia investimento em reunião com o prefeito Ailton Marques e garante permanência em Porto Real

Porto Real – A Guardian tem planos de ficar pelo menos mais 20 anos em Porto Real. Esta notícia foi transmitida ao prefeito Ailton Marques pelo diretor de Relações Institucionais da companhia, Maurício de Jesus, em reunião realizada na última terça-feira, dia 8, na prefeitura. A permanência da empresa é uma consequência do investimento na construção de um novo forno para a fabricação de vidros planos. Segundo o representante da empresa, 20 anos é aproximadamente o tempo de vida útil deste novo forno e a decisão de construí-lo revela o compromisso da Guardian com o município.

Segundo o cronograma apresentado ao prefeito, as obras tem início no próximo dia 5 de setembro, com conclusão prevista para dezembro. A projeção é de que 600 empregos temporários sejam gerados durante a realização do novo investimento. Estas vagas já começaram a ser preenchidas e a seleção também será feita através da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Renda.

— Em Porto Real temos profissionais experientes e qualificados para atender a demanda da fábrica — reforçou o prefeito durante o encontro.

Uma das maiores empresas do mundo na fabricação de vidros, presente em 25 países, a Guardian Glass atua no Brasil desde 1994. Em 1998, foi inaugurada a unidade de Porto Real que hoje tem capacidade de fabricar 600 mil toneladas de vidro por dia.

A expectativa da empresa é que com o novo forno a produção alcance 780 mil toneladas diárias. A empresa adiantou ainda que em um horizonte de mais dois ou três anos é prevista uma ampliação da unidade de Porto Real.

Também participaram do encontro os secretários municipais de Governo, Jean Carlos dos Santos Silva e de Desenvolvimento Trabalho e Renda, Vanessa Miranda, além do assessor jurídico da Guardian Franco Fatinatti.

3 comentários

  1. fora o despejo de óxido de alumínio na Lagoa…

  2. Funcionários qualificados Porto Real não tem…

  3. Essa firma na foi boa…
    Mas o que pode se esperar de um sindicato dos trabalhadores que trabalham dentro da própria empresa?
    Não existe negociação, só pressão.
    A participação dos lucros reduziram a praticamente nada….
    Ano passado e retrasado, usaram a desculpa que não poderiam dar aumento pra segurarem o emprego da galera…é o que aconteceu?
    Depois a foi aprovada a proposta deles, mandaram um monte de gente embora.
    Reduziram o quadro, exploram o máximo seus funcionários…uma vergonha.
    Encarregados e diretores que enganam e pressionam seus funcionários ao máximo, sei do que estou falando.
    Uma vergonha!

Untitled Document