quinta-feira, 17 de agosto de 2017

TEMPO REAL

 

Capa / Política / Prefeitura descarta fechar Santa Casa de Angra dos Reis

Prefeitura descarta fechar Santa Casa de Angra dos Reis

Matéria publicada em 16 de maio de 2017, 21:32 horas

 


Mantida: Verba da Santa Casa continuará sendo paga

Mantida: Verba da Santa Casa continuará sendo paga

Angra dos Reis – A Prefeitura de Angra dos Reis informou em nota à Imprensa que “jamais quis fechar a Santa Casa e nem tem poder para isso, já que o Hospital e Maternidade Codrato de Vilhena é uma entidade particular e filantrópica”. Na nota, a prefeitura esclarece que “sempre teve e tem a intenção de ajudar na sobrevivência desta unidade, tão importante para o município, sendo ela, por muitas décadas, a única para o atendimento não apenas dos moradores de Angra dos Reis, mas também das cidades vizinhas”.

Ainda de acordo com a prefeitura, a questão “hoje ultrapassa a boa vontade e esbarra na legalidade”.

O prefeito Fernando Jordão encontrou o Hospital da Japuíba (HGJ) e a Santa Casa, assim como a Prefeitura, cheios de dívidas. “O repasse mensal de recursos para a Santa Casa não será interrompido, mas a entidade terá de se adequar e resolver seus problemas financeiros e de gestão”, afirma a nota.

A nota nega ainda que É da vontade do governo que a Santa Casa continue prestando o serviço de maternidade, que, aliás, é o objetivo original da unidade quando criada. No entanto, o município não pode nem deixar de atender a população mais carente e nem depender de um hospital particular, por isso está estudando a criação de um espaço para este serviço no HGJ, que é um hospital municipal e da responsabilidade da Prefeitura. A ideia é destinar todo o 3º andar da unidade para funcionar exclusivamente como maternidade, inclusive com entrada independente para as grávidas, crianças e mães. Porém este serviço só será ativado se houver necessidade.

 

Repasse à Santa Casa será mantido

 

Entendendo toda a complexidade do tema e a importância da Santa Casa para a cidade, o governo não interromperá o repasse mensal para a unidade. Os administradores da Santa Casa têm que se organizar buscando novas fontes de renda, enxugando suas despesas e tomando as medidas necessárias de ajustes para seu pleno funcionamento.

Untitled Document