segunda-feira, 25 de setembro de 2017

TEMPO REAL

 

Capa / Política / Prefeitura vai aos bairros para ouvir população sobre mobilidade urbana

Prefeitura vai aos bairros para ouvir população sobre mobilidade urbana

Matéria publicada em 8 de setembro de 2017, 21:51 horas

 


Início do projeto será no bairro Volta Grande III; debates nos bairros seguem até novembro

Foto: Arquivo Em discussão: Prefeitura vai ouvir bairros sobre plano de mobilidade urbana

Foto: Arquivo
Em discussão: Prefeitura vai ouvir bairros sobre plano de mobilidade urbana

Volta Redonda – A Prefeitura de Volta Redonda vai levar aos bairros do município as conversas para construção do Plano de Mobilidade Urbana do município. O objetivo é avançar na discussão e diagnosticar os problemas de cada localidade. O início do projeto será na segunda-feira, dia 11, na Escola Municipal Prof. Luiz Cantanhede Almeida, no bairro Brasilândia, às 18h. Os debates nos bairros seguem até novembro.

Os debates sobre o Plano de Mobilidade estão sendo organizados pelas secretarias municipais de Transporte e Mobilidade Urbana e Planejamento, Transparência e Modernização da Gestão; e pelo Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano (IPPU). “Essas discussões vão direcionar toda política de mobilidade urbana da cidade. O direito constitucional de ir e vir vai ser materializado no plano de mobilidade, pensado por toda sociedade. Isso nunca aconteceu em Volta Redonda”, destacou o secretário municipal de Planejamento, Júlio Andrade.

O prefeito Samuca Silva diz que a equipe do governo separou as palestras por setores geográficos e que, em um segundo momento, o debate será feito com as entidades sociais e movimentos civis da cidade.

— Nossa expectativa é que, em dezembro, possamos realizar a 2ª Conferência Municipal de Mobilidade Urbana, visando aprovar nosso plano de mobilidade e eleger os membros que vão compor o Conselho Municipal de Mobilidade Urbana — destacou Samuca.

Já o secretário municipal de Transporte e Mobilidade Urbana, Wellington Silva, destacou que a construção do plano está sendo feita com muito diálogo, que é uma das premissas do governo municipal.

— Estamos cumprindo a legislação federal quanto ao Plano de Mobilidade Urbana e avançando com uma discussão ampla, conversando com a sociedade, a fim de diagnosticar os problemas locais. E vamos, assim, construir de forma colaborativa o plano — destacou Wellington.

Wellington ainda explicou que as reuniões serão feitas em escolas públicas e que a secretaria municipal de Educação ajudará na divulgação.

— Os alunos levarão para casa um bilhete avisando aos responsáveis a data da reunião — disse o secretário, ressaltando ainda que o Fórum de Mobilidade Urbana do Ministério Público Federal (MPF) receberá folhetos para divulgar os encontros com suas bases sociais.

A diretora-presidente do Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano (IPPU), Maria Ilma de Andrade Silva, destacou que o projeto vai permitir melhor compreensão dos problemas.

— Estamos levando a discussão do plano para os bairros, para fazer um diagnóstico de problemas locais para melhor debater o plano de mobilidade — completou.

A programação das reuniões nos bairros no mês de setembro

Bairros: Santo Agostinho, Volta Grande I, II, III e IV

Data: 11/09

Local:C.M. Nosso Espaço – Rua Sargento Paulo Moreira, Nº 25 – Volta Grande III

Horário:18h00

Bairros: Brasilândia, Caieiras, Cailândia e Dom Bosco

Data: 13/09

Local: E.M.  Prof. Luiz Cantanhede C. Almeida – Rua K, Nº62 Brasilândia

Horário:18h00

Bairros: Candelária, São Luiz, Nova São Luiz, Pinto da Serra e São Sebastião

Data: 15/09

Local: E.M.  José Fontes Torres – Rua Edgar Nogueira, Nº 440 – São Luiz

Horário: 18h00

Bairros: Pedreira, Três Poços e Vila Rica (Três Poços)

Data: 18/09 Três Poços

Local: E.M.  Profª. Marizinha Félix T. Lima – Av. Paulo Erlei Alves Abrantes, 3016 Três Poços

Horário: 18h00

Bairros: Água Limpa, Nova Primavera, Parque do Contorno e Vista Bela

Data: 20/09

Local: E.M. Profª. Juracy V. A. Gama – Rua Rio Amazonas, N º100  – Água Limpa

Horário: 18h00

Bairros: Cidade Nova, Jd. Belvedere, Jd. Tiradentes, Samoa, Res. Vila Rica, Village Sul, Vista Verde e Res. Mata Atlântica

Data: 22/09

Local: E.M. Prof. Wladir De Souza Telles – Rua 35 A-S/Nº – C.H Vila Rica

Horário: 18h00

Bairros: Casa de Pedra, Jd. Esperança, Siderópolis

Data: 25/09

Local: C.E ACRE – Rua Seiscentos e Cinquenta e Nove, 100 – Siderópolis,

Horário: 18h00

Bairros: Rio das Flores, Roma I (Condado do Ipê, Parque das Garças) Roma II (São Francisco, Santa Bárbara)

Data: 27/09

Local: E.M. Dom Waldir Calheiros de Novaes – S/N° – Roma I

Horário: 18h00

Bairros:Jd. Amália I e II, Jd. Normandia (Village Sta Helena, Jd. Provence), Vale da Colina, Morada da Colina, Mirante da Colina e Núcleo Princesa Isabel

Data:29/09

Local: E.M.  Miguel Couto Filho – Rua Martins Fontes, 62, Jardim Normândia

Horário: 18h00

31 comentários

  1. tem que proibir esses idosos de ficar andano atoa em horario de pico nos onibus, ocupano vaga de quem trabalha o dia iteiro

    • Errado não é o idoso, não é o deficiente, não é a grávida, não é o obeso, não é a criança. Errado são as pessoas que pensam como o Aldo com mentalidade mesquinha e idéia de jirico. É inadmissível proibir a circulação dos idosos ou de qualquer um nos horários de pico. Tem que colocar o Samuca entalado diariamente em um ônibus para ele sentir na pele o drama dos usuários e tomar uma providência.

    • gravida, deficiente etc dou lugar na hora em qualquer banco que eu estiver sentado, pois sei que não esta andano atoa

  2. Em VR os ônibus transportam 120 mil passageiros por dia com tarifa a R$ 3,80 totalizando R$ 456 mil/dia.
    A frota da cidade é de 120 mil veículos. Admitindo que apenas 30% da frota saia de casa diariamente (36 mil veículos) e que pague R$ 12.6 por dia para estacionar apenas esse recurso arrecadado com os parquímetros seria suficiente para colocar TARIFA ZERO em todos ônibus da cidade ou mesmo se cada carro pagar 6 reais de estacionamento já seria suficiente para reduzir em 50% a tarifa de ônibus.
    Falta visão, inovação e coragem para o Samuca.

  3. Basta o ESTADO concluir a RODOVIA DO TRANSTORNO, e a mobilidade urbana de VR estará resolvida definitivamente.

    • Concordo plenamente contigo. O problema é que os políticos, não todos, mas a grande maioria, estão se lixando para essa rodovia. Eles não sentem na pele o que sentimos com esse trânsito maluco dentro da nossa cidade.

  4. “Início do projeto será na segunda-feira, no bairro Brasilândia; debates nos bairros seguem até novembro”.
    DV, o trecho acima é do sub-titulo da reportagem. Na segunda-feira, dia 11, o debate será no bairro Volta Grande III. No bairro Brasilândia será na quarta-feira, dia 13.

  5. Não da para entender o Samuca falando de mobilidade urbana se a tarifa de ônibus em VR é mais cara que no RJ. No mínimo já era para haver um cronograma estabelecendo o prazo para 100% dos ônibus estarem equipados com ar condicionado. O ar condicionado representa conforto térmico e viagens mais silenciosas sem falar na melhoria da condição do trabalho do condutor e cobrador.

  6. Mobilidade Urbana em VR é balela a discussão entes da RODOVIA DO CONTORNO. Inaugurando a RC solucionará mais da metade do transtorno do trânsito na cidade. Tudo que for discutido agora ficará só no papel depois e sem qualquer utilidade.

    Estou apostando que o Vice-prefeito vai aparecer em todas as reuniões com mais moradores. Água Limpa e Santo Agostinho é garantido a presença dele.

    • Uma solução para os ônibus cumprirem o horário é multar todos os condutores que trafegam T R A N Q U I L A M E N T E na frente dos coletivos lotados de passageiros loucos para chegarem ao destino.

  7. Cobra mais caro o estacionamento rotativo e financia mais gratuidade nos ônibus. Quem polui, faz barulho, tumultua a cidade e usa espaço público para estacionar tem que pagar a passagem do cidadão que respeita a natureza. Cobra pedagio urbano no horário de pico em determinadas avenidas. Basta usar as câmeras de OCR que identificam e fotografam a placa e manda a cobrança. A cidade de Londres faz isso a mais de 10 anos. Política de mobilidade urbana são medidas de combate ao carro e fomento do transporte coletivo e das bicicletas. Em ciclovia circula bicicleta, patins, patinete, skate, cadeirante…

  8. Só uma coisa prefeito
    Ciclovia mas nada …

  9. Eu achei que quando o prefeito ganhou, ele já tinha proposta de governo, tem que coloca las em prática, ta ouvindo muito e fazendo nada…

  10. Mobilidade urbana, vamos deixar de trabalhar, estudar e assim deixaremos de sair de casa e o transito ficará tranquilo, pois a rodovia do contorno nem se fala né?

  11. Primeiro: ar condicionado nos ônibus , pois no verão passa até mal dentro.
    Segundo: Que tenham linhas diversificadas, pois quem mora do Retiro pra lá tem que pegar 2 ônibus para ir pro futuro shopping , Unimed…
    Terceiro: Que os ônibus não passem de hora em hora como é o caso de Jardim Belvedere e outros bairros…
    Quarto:que seja revisto os locais dos pontos de ônibus e o conforto dos mesmos, para não pegar sol e chuva.
    Quinto: que sejam feitos rotativos que aceitem cartão, pois não se tem moeda no mercado…
    Sexto: Que o Samuca vá de ônibus trabalhar…
    Sétimo: Terminem rodovia do contorno.
    Oitavo: Que abram permissões e concorrência para os transportes escolares, pois no lugar de 10 carros de pais uma van estaria circulando.
    Nono: Que no horário de entrada e saída escolar não sejam marcada ginástica para aposentados, pois não há lugar para quem vai ou retorna do trabalho e escola sentar, sem contar que aposentado tem o meio da manhã e da tarde livre, horários que os ônibus estão vazios.
    Por hoje é só.

  12. Vamos usar o rio paraiba pra fazer transporte de massa .

  13. sandro tavares soares

    teria é que melhorar e não tirar ônibus que atendem são luiz ,dom bosco candelaria e são sebastião como fez a sul fluminense no horário de maior movimento do dia que saem alunos e trabalhadores indo para suas casas.
    minha filha sai 17;30 e chega em casa em torno de 18;45 ,isso é Imobilidade urbana!

  14. ACCIONA MEDIU,MEDIU! A RODOVIA DO CONTORNO E NADA FOI FEITO.SERA QUE NÃO DA PARA MONTAR UM PEDÁGIO NA RODOVIA DO CONTORNA.

  15. tem pessoas que compram carro sem ter garagem e deixam os carro estacionados na rua obstruindo o caminho de veiculos maiores de passarem…acho que se si querem ficar desfilando de carro pela cidade, principalmente em horario de pico tem pagar uma taxa extra por isso e acabar com os estacionamento em todo o centro da cidade.

  16. Ouvir até largarto ouve!Quero ver resolver ,ou será que ele acha que alguém não quer a rodovia do contorno?Ah prefeito vá tomar soda cáustica de canudo!

  17. É só cobrar estacionamento em via pública. Agora que vai ser terceirizado o estacionamento rotativo ( 90 % não quer pagar ) . Acredito que quem quer se EXIBIR de carro, tem que mexer no bolso.

  18. Londres adotou uma medida criativa. Pedagio urbano na zona central nos horários de pico. Quer usar carro nessas horas e complicar a vida da cidade que pague uma tarifa senão espera um horário apropriado ou adote o transporte público. Bogotá adotou rodízio 2x por semana, São Paulo 1x. Bogotá proibiu o estacionamento em via pública e implementou ciclovias onde antes a paisagem urbana havia se perdido em um mar de carros. A solucão passa por medidas radicais e impopulares em um primeiro momento.

    • O Haddad fez isso e olha no que deu. O jornal NYT disse que o cara seria visto como um visionário em qualquer lugar do planeta, mas aqui foi escrachado

  19. Ficam enrolando com matérias menos importantes…o povo que saúde, emprego e educação de qualidade com profissionais satisfeitos…ficam inventando trabalho só pra dizer que estão fazendo alguma coisa

    • Povo que e precisa de mobilidade. Como vai acessar hospital, escola sem mobilidade? Como vai atrair empresa sem mobilidade?

  20. RODOVIA DO CONTORNO

    NÃO PRECISA CONSULTAR MUITO. A MOBILIDADE COMEÇA PELA INAUGURAÇÃO DA RODOVIA DO CONTORNO.

  21. Mobilidade urbana? É só criar mais vagas de estacionamento. Kkkkkkkkkkkkkk
    Samuca foi pedalar nos primeiros dias do mandato, depois se aquietou. Kkkkkkkk

    • Criar mais vagas ? Tá maluco ? Comeu arroz doce ? Imagine se fosse possível criar vagas em todos os bairros para todos os carros. Todo mundo usaria o carro e o trânsito não andaria. Quem precisa de mobilidade são as pessoas e não os carros. Mobilidade urbana se resolve com ônibus e ciclovias.

  22. Isto é muito importante ouvir os moradores.Coisa q no passado não acontecia..

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Untitled Document