quinta-feira, 23 de março de 2017

TEMPO REAL

 

Capa / Política / Samuca pede autorização para renegociar dívida com a Caixa

Samuca pede autorização para renegociar dívida com a Caixa

Matéria publicada em 16 de fevereiro de 2017, 22:34 horas

 


Pedido está em mensagem enviada à Câmara Municipal; débito é da Cohab e valor negociado é de R$ 100 milhões

Visita: Samuca comparece à Câmara Municipal para manter diálogo e pedir apoio em renegociação de dívida (Foto: Gabriel Borges - PMVR)

Visita: Samuca comparece à Câmara Municipal para manter diálogo e pedir apoio em renegociação de dívida
(Foto: Gabriel Borges – PMVR)

Volta Redonda – O prefeito Samuca Silva (PV), esteve nesta quinta (16) na Câmara Municipal de Volta Redonda para cumprimentar os vereadores na abertura oficial do período legislativo. A visita, além de ser uma forma de demonstrar a intenção de manter uma relação harmoniosa com a Câmara, também serviu para que os vereadores tivessem contato com uma mensagem que o prefeito considera especialmente importante: a que pede autorização para renegociar com a Caixa Econômica Federal R$ 100 milhões da dívida da Cohab-VR (Companhia Habitacional de Volta Redonda) com o FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço). O valor representa aproximadamente metade do débito da empresa habitacional do município referente ao fundo.
Samuca explicou que a mensagem dá autorização para que o governo municipal apresente como garantia os R$ 100 milhões em receitas oriundas do FPM (Fundo de Participação dos Municípios) . A exigência de concordância da Câmara Municipal foi feita pela Caixa Econômica Federal, responsável pela administração do FGTS.
A origem da dívida está nos altos níveis de inadimplência dos mutuários dos imóveis construídos pela Cohab-VR. A construção era financiada com recursos do Fundo de Garantia – um empréstimo feito à empresa municipal de habitação. Como alguns mutuários não pagaram as prestações, a empresa não tinha recursos para pagar à Caixa e se tornou inadimplente.
Em seu discurso aos vereadores, o prefeito mencionou essa pendência e pediu o apoio dos parlamentares.
Ele também explicou que a medida é importante para que o município possa voltar a receber recursos federais:
— Renegociando essa dívida e conseguindo também acertar a pendência da Cohab com a Receita Federal, poderemos tirar Volta Redonda do Cauc, uma espécie de SPC das prefeituras — disse Samuca.

10 comentários

  1. Samuca e criança mesmo rsrsrs está brincando com uma X6 BMW. ParabParabéns tem bom gosto kkkkk. Seu calor inicial R $ 430.000.00 eta criança cara kkkkk e a saúde faltando tudo. Votei em vc Samuca hj tenho vontade …………..

  2. Funcionário publico

    O senhor prefeito deveria ver a comida que os funcionarios publicos comem e mudar logo,falou que a fundaçao beatriz gama não poderia fornecer almoço e ate agora nenhuma mudança. Comida cada vez pior.

  3. Este prefeito está tirando funcionários da saúde com capacidade técnica comprovada e colocando indicações de apadrinhados, ou seja, à saúde só vai piorar. Se quiser eu dou vários exemplos. Esses 4 anos serão uma eternidade.

  4. QUANDO QUE ESTE DUBLê DE PREFEITO VAI TOMAR POSSE. BEM FEITO. NÃO TORÇO CONTRA MAIS A ESCOLHA ERRADA FOI NOSSA, AGORA TEMOS QUE AGUENTAR ESSA B….

  5. CIDADÃO VR - O Original

    Colocaram um garoto para governar a nossa cidade. Agora teremos que pagar a conta. Essa história de Garotinho governando não deu muito certo até hoje…

  6. Mais dívidas para nós, contribuintes.

    Como foi dito abaixo vamos pagar uma dívida que é dos mutuários. Que tome as casas deles, oras bolas! Tome as casas deles e faça leilão.

    Quero ver quais vereadores irão aceitar isso?

    Dívidas são recursos financeiros que NUNCA MAIS retorna para a cidade.
    Eu sempre digo aqui que a dívida de 800 milhões dobrará até o final do governo Samuca. Com essa autorização a dívida crescerá mais um pouco.

  7. Alô Amigos!!

    Está errado!!!!Esta conta não é nossa e sim dos mutuários!!!!
    Mais um erro do prefeito marqueteiro!!
    A prefeitura vai pagar conta de maus pagadores!!? ???
    Gestor???????Alguem pode falar para Prefeito que ele está comentando erro!!!!!!
    Nossa cidade não merece!!!!esta conta!!!

  8. O FPM é um recurso de livre movimentação. Significa que esses R$ 100 milhões poderiam ser empregados em infra estrutura, por exemplo, recuperando as ruas da cidade que estão todas esburacas… Usar o FPM para saldar dívida com a Caixa já seria um erro. Pior ainda é o erro se tornar escândalo: ou será apenas coincidência o presidente da Cohab ser ex-superintendente da Caixa e a prefeitura toda apressada para pagar esta conta? Pergunte a nós, servidores, se estamos satisfeitos com o atendimento da CAIXA, que nos trata como lixo? Por que, sr. prefeito, não posso escolher outra instituição financeira para fazer um empréstimo consignado, por exemplo, e sou obrigado a submeter-me à CAIXA e os juros que ela cobra? Onde está a opção de escolha legal do Banco Central?

Untitled Document