quinta-feira, 18 de outubro de 2018

TEMPO REAL

 

Capa / Política / Samuca visita Acciona buscando soluções para o trânsito

Samuca visita Acciona buscando soluções para o trânsito

Matéria publicada em 16 de janeiro de 2018, 21:49 horas

 


Novidade: Samuca conheceu projeto de variante que levará motoristas de Barra do Piraí direto para a Rodovia do Contorno

Novidade: Samuca conheceu projeto de variante que levará motoristas de Barra do Piraí direto para a Rodovia do Contorno

Volta Redonda – Com objetivo de melhorar o acesso ao bairro Santo Agostinho pela BR-393, o prefeito de Volta Redonda, Samuca Silva, visitou nesta terça-feira, dia 16, a sede da Acciona, empresa concessionária da rodovia, em Vassouras. Durante o encontro, ficou acertado que técnicos e engenheiros, tanto da prefeitura quanto da empresa, entregam em até 30 dias o novo projeto para acesso do bairro.

A reunião contou com a presença do diretor geral executivo da concessionária, engenheiro Moisés Nonato Santos. Samuca foi acompanhado pelo secretário municipal de Transporte e Mobilidade Urbana, Wellington Silva, e o assessor especial Fernando Garcia (Samuquinha).

Samuca destacou que, recentemente, encontrou com os moradores do Santo Agostinho para tratar do tema. “É um compromisso que tenho com eles, que estão sofrendo e correndo risco na entrada do bairro. Viemos até a Acciona para dialogar e achar o melhor caminho. Saímos com o compromisso de que em 30 dias teremos um projeto pronto”, destacou Samuca.

O secretário de Transporte e Mobilidade Urbana, Wellington Silva, ressaltou o diálogo com os moradores do local. “Estamos conversando com a Associação de Moradores, de forma transparente, para achar uma solução. Hoje saímos com a certeza que em breve o problema será solucionado”, comentou.

O diretor executivo da concessão Rodovia do Aço, engenheiro Moisés Nonato, colocou a empresa a disposição do poder público de Volta Redonda. “Tudo o que estiver ao nosso alcance nós vamos fazer. Podem ter certeza que resolver o problema da entrada do Santo Agostinho também é um desejo nosso”, disse o diretor.

A Acciona, aproveitando a visita do prefeito Samuca Silva, ainda apresentou o projeto da Variante de Volta Redonda. A nova pista levará, direto para a Rodovia do Contorno (sentido Via Dutra), os motoristas da BR-393, próximo ao Posto Rodoviário Federal de Barra do Piraí.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

6 comentários

  1. Parabéns prefeito. É assim que se faz. As pessoas precisam de prazos definidos para solução de seus problemas.
    Quando o projeto estiver pronto o Sr. nos dê o prazo para a conclusão do mesmo.

    Sr. Secretário, dê uma olhada nas seguintes ruas do Santo Agostinho:
    1. Rua do supermercado Três Irmãos;
    2. Rua Novo México.
    Ambas devem se tonar mão única, o trânsito ali é impossível.

  2. Está precisando melhorar a sinalização na Dutra sentido São Paulo x Nordeste pois muitos motoristas de caminhões, carretas, etc ainda atravessam pelo centro de VR.

  3. Ultimamente projetar é mais fácil, mas executar esses projetos são como longas novelas. E essa tal variante, que no popular é a “Rodovia Contorno do Contorno”, imaginada apenas para livrar a Acciona de construir a duplicação entre Barra do Piraí e Volta Redonda e ao mesmo tempo preservar o “curral eleitoral” formado por posseiros junto à BR 393 no Dom Bosco. Antes era o papel que aceitava tudo, agora é no computador que se faz projeto, que no caso deve ser um simples esboço.

  4. Enquanto is0so nada de fiscalização na saída dessa favela tomalhe bandalha até morrer alguém aí vão culpar aciona e prefeitura

  5. Fiscalização

  6. Smilodon Tacinus - O Emir Cicutiano

    Essa variante deveria partir de um pouco antes da praça de pedágio (sentido VR), onde a pista corre próxima ao Paraíba. Cruzaria esse rio e percorreria o Vale de Tomazes (por trás de Vargem Alegre)… Daí, poderia encontrar-se com a Rod. Benjamin Constant (Pinheiral – Arrozal) ou entroncar com a Dutra um pouco antes dela…

    Seria uma intervenção bem maior, mas economizaria 10 km no trajeto e abriria uma nova frente de desenvolvimento para uma região hoje economicamente estagnada. A própria cidade de Barra do Piraí seria muito beneficiada… Do jeito que querem fazer, será algo tão paliativo quanto é a própria Rodovia do Contorno hoje, servindo mais o trânsito urbano que o rodoviário…

Untitled Document