ÔĽŅ Vereadores do Rio come√ßam a discutir hoje impeachment de Crivella - Di√°rio do Vale
s√°bado, 18 de agosto de 2018

TEMPO REAL

 

Capa / Política / Vereadores do Rio começam a discutir hoje impeachment de Crivella

Vereadores do Rio começam a discutir hoje impeachment de Crivella

Matéria publicada em 11 de julho de 2018, 08:15 horas

 


Rio de Janeiro – A C√Ęmara Municipal do Rio de Janeiro suspendeu extraordinariamente o recesso e discute, a partir de hoje, quarta-feira, dia 11, o futuro do prefeito da capital, Marcelo Crivella (PRB). Dezessete vereadores de oito partidos de oposi√ß√£o conseguiram interromper o recesso para por em discuss√£o e¬† vota√ß√£o o processo de impeachment de Crivella. A vota√ß√£o deve ocorrer amanh√£, dia 12.

Desde ontem, terça-feira, 10, Crivella vive dias decisivos. A batalha começou com os pedidos de impeachment contra o prefeito, que governa o Rio há um ano e meio. Os vereadores querem debater a conduta dele.

Em reuni√£o no Pal√°cio da Cidade, na semana passada, Crivella ofereceu a l√≠deres religiosos ajuda para realiza√ß√£o de cirurgias de catarata e varizes, pelo Sistema √önico de Sa√ļde (SUS), para os fieis. O prefeito tamb√©m indicou a possibilidade de colaborar com os religiosos para a obten√ß√£o de isen√ß√£o legal de pagamento do Imposto Predial Territorial Urbano ( IPTU) para seus templos.

Mobilização

A bancada de oposi√ß√£o est√° confiante na mobiliza√ß√£o popular para lotar as galerias da C√Ęmara e, assim, pressionar vereadores indecisos, que possam estar descontentes com a condu√ß√£o de Crivella. A aprova√ß√£o do impeachment depende de¬† 34 votos favor√°veis para iniciar o processo. Os parlamentares da base de Crivella classificam a iniciativa de eleitoreira e garantem que ela ser√° derrotada por ampla margem de votos.

Segundo os oposicionistas, o ‚Äúpecado‚ÄĚ de Crivella foi ter realizado um encontro, no √ļltimo dia 4, com fi√©is evang√©licos dentro do Pal√°cio da Cidade, uma das sedes oficiais da prefeitura. H√° grava√ß√Ķes de √°udio e v√≠deo com registros de que o prefeito ofereceu vantagens como cirurgias de catarata, varizes, vasectomia e at√© mesmo a isen√ß√£o de IPTU para igrejas evang√©licas.

Vol√ļvel

‚ÄúA base aliada do prefeito √© muito vol√ļvel. Ele n√£o tem uma base org√Ęnica, como o [ex] prefeito Eduardo Paes tinha, de 18 vereadores. O Crivella foi eleito com apenas tr√™s vereadores de seu partido. Ent√£o, a composi√ß√£o de maioria na C√Ęmara depende sempre de muita negocia√ß√£o‚ÄĚ, disse o vereador Renato Cinco (PSOL).

Porém, o líder da bancada governista, vereador Dr. Jairinho (MDB), sustenta que tudo aconteceu dentro da normalidade, e que não representa motivo sério para o impeachment de Crivella.

‚ÄúN√£o tem motiva√ß√£o para impeachment. Isso √© um processo eleitoreiro. Est√£o querendo fazer um palanque pol√≠tico. Ningu√©m viu motiva√ß√£o grave para isso. Estamos passando por um momento t√£o dif√≠cil no Brasil, a√≠ o cara faz uma reuni√£o para poder orientar, e vai tomar o impeachment? N√£o √© razo√°vel‚ÄĚ, assegurou Jairinho.

3 coment√°rios

  1. Pois √©, sem entrar no m√©rito da quest√£o. Enquanto isso, o Pez√£o, com a sua trupe, est√° nadando de bra√ßadas, vai terminar o “desmandato” tranquilo e ainda vai eleger os seus cupinchas. Para uma m√≠dia bem conhecida o que vale √©: aos meus amigos tudo, aos inimigos que se fa√ßa cumprir as leis………

  2. Desconfio que esse prefeito não está nem aí. Os votos dos fiéis da igreja dele vão sempre garantir o seu futuro e dos apadrinhados dos bispos da Universal. E se algo der errado na política, as sacolinhas da igreja estarão sempre cheias para manter o status desses bispos.

  3. CEM Reais para votar, SEM Gest√£o P√ļblica depois

    O vereador Dr. Jairinho (MDB) dizer que não é grave a reunião e os compromissos favorecendo um grupinho e na cara de pau?

    VAI VENDO a√≠ o que d√° votar em candidatos que N√ÉO CONHECEM a Administra√ß√£o P√ļblica e N√ÉO ENTENDEM de Gest√£o P√ļblica.

    Eles acham que as prefeituras são casas de mãe Joana. Imaginem quantos e quantos estão na fila aguardando a vez para atendimento que os evangélicos entrarão na frente?

    Evangélicos MAIS uma vez promovendo e apoiando os corruptos.

Untitled Document