sábado, 25 de novembro de 2017

TEMPO REAL

 

Capa / Política / Volta Redonda recebe certificado da ONU de compromisso de resiliência aos desastres

Volta Redonda recebe certificado da ONU de compromisso de resiliência aos desastres

Matéria publicada em 12 de julho de 2017, 21:20 horas

 


Volta Redonda – A Prefeitura de Volta Redonda recebeu o Certificado de Compromisso com a Resiliência aos Desastres, emitido pela Organização das Nações Unidas (ONU). O documento insere o município na campanha mundial ‘Construindo Cidades Resilientes’. Volta Redonda está entre quatro cidades da região Sul Fluminense que participam da campanha. O certificado foi entregue esta semana ao prefeito de Volta Redonda, Samuca Silva (Podemos), que fez questão de pendurar o quadro no gabinete.
O certificado é assinado por Robert Glasser, representante especial do secretário geral da ONU, para a Redução do Risco de Desastres e demonstra o comprometimento da Defesa Civil de Volta Redonda em preparar a cidade para a prevenção de desastres. De acordo com o documento, são 10 passos essenciais a serem seguidos para a construção de cidades resilientes.
— Já fizemos a inclusão de alguns programas no PPA (Plano Plurianual), e vamos trabalhar ao longo do período de 2018 até 2020 para ganharmos os outros certificados — contou o subcoordenador administrativo da Defesa Civil, Sargento Walber Vital Toledo.
De acordo com o coordenador municipal de Proteção e Defesa Civil de Volta Redonda, Capitão Rafael Champion, esses passos fazem parte do Marco de Sendai. “Cada município que tenha algum ponto vulnerável nesses dez passos, tem que trabalhar para diminuir os riscos, faremos da nossa cidade referência em Defesa Civil no Sul Fluminense”, garantiu Champion.
— É uma honra receber esse certificado e prova mais uma vez que estamos no caminho certo. Vamos seguir as recomendações (passos) das Nações Unidas para deixarmos a cidade com menor risco de desastre — afirmou Samuca Silva, que recebeu o documento da equipe da Defesa Civil.
Os passos que constam no certificado são: organizar-se para a resiliência aos desastres; identificar, compreender e utilizar cenários de riscos atuais e futuros; fortalecer a capacidade financeira para resiliência; buscar projeto e desenvolvimento urbano resiliente; proteger as barreiras naturais para aumentar as funções de proteção oferecidas pelos ecossistemas naturais; fortalecer a capacidade institucional para a resiliência; compreender e fortalecer a capacidade da sociedade para a resiliência; aumentar a resiliência da infraestrutura; assegurar uma preparação e resposta a desastres eficazes; acelerar a recuperação e reconstruir melhor.

Untitled Document