domingo, 30 de abril de 2017

TEMPO REAL

 

Capa / Internacional / Banco Central dos EUA volta a aumentar a taxa de juros

Banco Central dos EUA volta a aumentar a taxa de juros

Matéria publicada em 15 de março de 2017, 19:07 horas

 


Washington – O Federal Reserve dos Estados Unidos (Fed), equivalente ao Banco Central no Brasil, aumentou nesta quarta-feira (15) a taxa de juros de referência do país pela segunda vez em três meses, com uma margem entre 0,75% e 1%. As informações são da agência de notícias alemã DPA.

Em comunicado divulgado na sua página na internet, o órgão informou que a decisão leva em conta as condições do mercado de trabalho e o comportamento dos preços nos Estados Unidos. “Em vista das condições de mercado de trabalho e inflação esperadas, o comitê decidiu elevar o intervalo para a taxa de juros federal de 0,75% para 1%”, destaca o texto.

Um comentário

  1. Isso quer dizer que a economia está crescendo por lá. Enquanto isso no Brasil estão fazendo um esforço danado para abaixar a SELIC. Um sinal histórico de que a economia brasileira está crescendo. rsrs

    Fazem tudo ao contrário. rsrs Belos economistas brasileiros, né?

    A economia de qualquer país deve ter um crescimento ordenado, lento para se conseguir uma constância. Fazer intervenções bruscas, como abaixar a SELIC, quando a economia está começando a crescer é mexer com a cadeia produtiva e de consumo ao mesmo tempo. Daí os voos de galinhas da economia brasileira.

    Até quando vamos continuar repetindo os voos de galinhas? Será que não conseguimos descobrir que galinhas não voam? Não podemos pegar empréstimos só porque se consegue o primeiro emprego. Antes é preciso aprender a economizar para consumir. Mas o olho no que o vizinho conseguiu com empréstimo é grande, né?

Untitled Document