ÔĽŅ Confronto entre PM e traficantes na Vila Kennedy deixa um suspeito morto - Di√°rio do Vale
terça-feira, 14 de agosto de 2018

TEMPO REAL

 

Capa / Intervenção no Rio / Confronto entre PM e traficantes na Vila Kennedy deixa um suspeito morto

Confronto entre PM e traficantes na Vila Kennedy deixa um suspeito morto

Matéria publicada em 12 de março de 2018, 07:34 horas

 


Rio de Janeiro –¬†A Pol√≠cia Militar (PM) do Rio de Janeiro informou nesse domingo (11) que um suspeito foi morto em confronto na Vila Kennedy. A comunidade vem sendo alvo di√°rio de a√ß√Ķes das for√ßas da interven√ß√£o federal. O confronto come√ßou durante patrulhamento do Batalh√£o de Opera√ß√Ķes com C√£es (BAC), em uma √°rea de mata, na divisa entre a Vila Kennedy e o bairro Senador Camar√°. De acordo com a PM, os policiais se depararam com indiv√≠duos armados e foram recebidos com tiros, revidando a agress√£o.

Após a normalização da situação, Wilton César do Nascimento Ramos foi encontrado ferido e em posse de ilícitos. Ele foi socorrido, mas não resistiu e morreu. Com o suspeito estavam 41 trouxinhas de maconha, um tablete de maconha de 100 gramas, um radiotransmissor, um revólver calibre 12 e munição para a arma.

Com a intervenção federal no Rio de Janeiro, decretada no mês passado, a Secretaria Estadual de Segurança, à qual a PM é vinculada, está sob responsabilidade do general Richard Fernandez Nunes. Ele foi escolhido há cerca de duas semanas pela interventor, o general Walter Braga Netto. Na semana passada, Richard Nunes decidiu dar o comando da PM ao coronel Luis Claudio Laviano.

O crime organizado na Vila Kennedy se tornou o alvo priorit√°rio das For√ßas Armadas nestas primeiras semanas de interven√ß√£o federal. Opera√ß√Ķes rotineiras vem sendo conduzidas na comunidade. Efetivos di√°rios de cerca de 300 militares est√£o sendo empregados.

Tiroteiros

O Rio de Janeiro também registrou, ao longo desse domingo (11), tiroteios em mais três comunidades. Um dos episódio ocorreu logo de manhã na Cidade de Deus e foi relatado por moradores nas redes sociais.

Tamb√©m na internet circularam v√≠deos com imagens da Rocinha, onde s√£o ouvidos muitos disparos. De acordo com relatos postados nas redes sociais, os tiros ocorreram por volta das 7h. A PM informou que policiais da UPP Rocinha foram recebidos a tiros durante patrulhamento no Largo do Boiadeiro e houve confronto. N√£o foram fornecidos detalhes sobre feridos, pris√Ķes e apreens√Ķes.

Na Vila Cruzeiro, no bairro da Penha, mais de 70 pessoas ficaram feridas após uma correria em um baile funk durante a madrugada. Na versão compartilhada nas redes sociais pelo DJ Rennan da Penha, a confusão começou quando um homem tentou furar uma blitz policial na entrada do evento e foram feitos disparos para o alto. A PM, no entanto, disse que não houve ação da corporação no local.

Segundo informa√ß√Ķes do Hospital Estadual Getulio Vargas, no mesmo bairro dezenas de feridos foram atendidos na unidade. Houve registro de pessoas queimadas por √≥leo de uma fritadeira, que foi derrubada durante a correria.

Untitled Document