sábado, 23 de junho de 2018

TEMPO REAL

 

Capa / Região / CSN vende participação em laminadora nos EUA

CSN vende participação em laminadora nos EUA

Matéria publicada em 15 de maio de 2018, 11:49 horas

 


Negócio teve valor de US$ 400 milhões e vai ajudar a reduzir endividamento da siderúrgica

Produto: CSN LLC trabalha com laminados a frio, um produto de alto valor agregado
(Foto: Paulo Dimas)

Volta Redonda – O Conselho de Administração da CSN aprovou na segunda-feira (14) a venda da participação societária na Companhia Siderúrgica Nacional LLC, nos Estados Unidos, para a Steel Dynamics por US$ 400 milhões. A CSN LLC atua com decapagem, laminação a frio e galvanização de aços planos.

De acordo com o fato relevante, o valor será pago no fechamento do negócio, previsto para acontecer em até 90 dias. Segundo a CSN, após o fechamento do negócio, o preço de compra será ajustado de acordo com o capital de giro, definido no contrato como 60 milhões de dólares.

Para a siderúrgica, a transação pode resultar na redução de seu endividamento líquido em cerca de 1,8 bilhão de reais.

“A transação faz parte do plano de desinvestimento e desalavancagem da CSN”, afirmou a CSN no documento. E conclui: “A CSN manterá suas atividades comerciais de importação e distribuição no mercado norte-americano, por meio de outra subsidiária, a ser constituída para este fim”.

Durante o primeiro trimestre de 2018, a CSN exportou 118 mil toneladas de aço para os Estados Unidos por meio da CSN LLC.

Resultado

No fim de noite desta segunda (14), a CSN informou o resultado obtido no primeiro trimestre de 2018. O balanço consolidado, que inclui todas as atividades da empresa, registra lucro líquido de R$ 1,486 bilhão, atribuído ao ganho obtido em “atualização do valor justo das ações da Usiminas que passaram a ser registradas no resultado, devido a norma do IFRS9”

A compradora

A Steel Dynamics, que está adquirindo a CSN LLC, afirmou que espera que o preço da aquisição se aproxima do valor de reposição atual, o que significa que o dinheiro aplicado na compra seria aproximadamente o necessário para montar uma instalação nas mesmas condições.

A expectativa da empresa americana é ampliar seu faturamento no curto prazo e melhorar o fluxo de caixa por ação com o negócio. Com a compra, a capacidade de produção da compradora passa para 8,4 milhões de toneladas anuais de laminados a frio e 12,4 milhões de toneladas de capacidade total.

15 comentários

  1. Vende aqui também

    Tenho certeza absoluta que la na LLC os empregados estão comemorando esse episódio.

  2. E volta redonda comendo Pó de ferro e levando ferro direto kkkkkk

  3. Soltando, muito Pó CSN

    Lucrar sem investimento na empresa e na cidade é fácil. Nunca vi tanto pó que está caindo. É só anoitecer que começa a cair o pó da CSN. Coitadinho dos carros que dormem na rua e o quintal, aja água para lavar.

  4. SOCORRO PRINCESA ISABEL!!!!QUERO MINHA CARTA DE ALFORRIA

  5. A BEIRA DA FALÊNCIA

    TOMARA QUE VENDA TAMBÉM A CSN DE VOLTA REDONDA PODE SER ATÉ PARA O DIABO QUE OS EMPREGADOS FICARIAM MAIS SATISFEITOS EM TRABALHAR DO QUE PARA O ATUAL DONO.

  6. E… Galera o gato tá miando
    Uma empresa desse porte deixar os funcionários em terceiro lugar ,
    Tão fazendo todos de troxa
    Temos que parar pra eles sentir que são os funcionários que dar o lucros a eles .

  7. Pra quem recebeu a CSN de graça, tá bom demais

  8. E o salário ó……

  9. Pião esclarecido

    Vai começar os comentários da peãozada chorando pedindo PLR, salário, blá blá blá.

  10. Coitadinho do Arigó, vai ficar só no cheirinho, terá de se contentar com as migalhas. Greve já…

  11. Cidinha do cacete.

    Agora eles irão repartir os bens entre eles e o pião a o pião que se lasque para aprender a ser menos puxa saco e dá valor a si mesmo.

  12. DEVOLVA NOSSA PERU DE NATAL AGORA KKKKKK

  13. Caguei no vestiário 2018

    Pronto agora já pode pagar a PPR seu canalha

  14. Começou a partilha. Salve-se quem puder!

  15. Trabalhador Metalúrgico ou Escravo?

    Pague a PPR justa a seus funcionários Benjamin!
    Não existe crise comparando Produção X Vendas. Se teve lucro em 2017, tem que repassar aos colaboradores.
    UPV é a galinha dos ovos de ouro, se tiver GREVE, vai ter um prejuízo arrumado.
    Pague os 2 salários, PPR não é acordo, não pode ser votada.

Untitled Document