domingo, 18 de novembro de 2018

TEMPO REAL

 

Capa / Região / Delegado confirma que tráfico está ordenando que moradores fechem a Rio-Santos

Delegado confirma que tráfico está ordenando que moradores fechem a Rio-Santos

Matéria publicada em 12 de julho de 2018, 10:42 horas

 


Ordem de traficantes do Frade seria em represália às incursões da PM no Frade e morte de um comparsa

Angra dos Reis – O delegado titular da 166ª DP (Angra dos Reis), Bruno Gilaberte, confirmou na quinta-feira (12) que tem provas de que moradores do Frade estariam sendo coagidos por traficantes a interromper o tráfego na Rodovia Rio-Santos. A intenção seria evitar que carros da PM entrassem no bairro.

Na quarta-feira, policiais militares acabaram com a manifestação imposta pelo tráfico, já que alguns moradores, temendo represália, obedeceram à ordem de interditar a pista. Os agentes foram alertados por um morador que enviou o seguinte apelo ao 33ª Batalhão da PM:

– Estamos sendo obrigados a fazer manifestos, tipo confusões para chamar atenção na Rio-Santos. Se não obedecer (sic) as ordens deles vamos ter problemas com eles (traficantes) – diz trecho da denúncia.

O delegado informou que após, certificar que a denúncia não era boato, instaurou inquérito para identificar os responsáveis que estavam aterrorizando a população do Frade.

– Já há um inquérito instaurado para apurar esse fato. A Polícia Civil tem alguns elementos de prova que demostram que traficantes estavam coagindo a população do Frade a interromper o tráfego viário. Por conta dessa coação, a polícia está investigando os traficantes locais – disse Gilaberte, que no fim do ano passado confirmou também que milicianos do Rio tentaram expulsar os traficantes do Frade, que têm ligação com uma quadrilha de Antares, em Santa Cruz, no Rio.

A polícia do 33º BPM também faz uma investigação, em conjunto com a Polícia Civil. Segundo a PM, os  bandidos estão “desesperados” com as operações policiais no Frade, e devido ao prejuízo que estão tendo com as prisões de comparsas e apreensões de drogas,  estão pressionando os moradores.

Os traficantes aumentaram ainda mais as ameaças aos moradores, após um tiroteio na manhã de terça-feira (11), no Morro da Constância, no bairro do Frade, entre traficantes e PMs, um integrante da quadrilha foi morto na troca de tiros.

Além disso, no local do tiroteio, os agentes apreenderam uma pistola, calibre 9 milímetros, e cinco cápsulas deflagradas, além de 47 trouxinhas de maconha, 13 pinos de cocaína e um rádio de comunicação.  Desde a última sexta-feira (6), oito pessoas, envolvidas com o tráfico, foram mortas em confrontos com PMs.

-Por isso, eles tentarem intimidar o trabalho policial, ameaçando a população e expondo os moradores como alvos em suas investidas criminosas, obrigando a fecharem estradas e comércio, e até mesmo escolas – conclui o delegado.

Por Dicler de Mello e Souza

Policiais Militares fazem operação contra o tráfico no Frade (foto: Cedida pela PM)


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

Um comentário

  1. Os policiais da região tem que atuar igual o Bope, quando chega em Angra, tem que subir o morro e “resolver a situação”, sem o traficantes estão armados até os dentes para matar a policia, o policial tem que atirar e matar os traficantes, antes de ser morto por ele. Se o policial prende os vagabundos, os mesmos, ficaram soltos em poucos dias, podendo tirar a vida do policial que prendeu ou de um cidadão do bem. A fase de prender bandido já passou a muito tempo, antes resolvi, agora não resolve mais, para melhorar a vida da população em geral, é agir conforme os traficantes agem com o policial e com o povo, antes que os tiros deles acertem o povo, todos nós estamos torcendo que o tiro do policial acertem eles.

Untitled Document