quinta-feira, 20 de setembro de 2018

TEMPO REAL

 

Capa / Lazer / Dwayne Johnson é o novo Duro de Matar

Dwayne Johnson é o novo Duro de Matar

Matéria publicada em 12 de julho de 2018, 08:00 horas

 


“Arranha Céu – Coragem eem limites” copia o Sucesso do Bruce Willis

*Texto contém spoiler –

Dwayne Johnson: Imitando o Bruce Willis

O fortão Dwayne Johnson volta às telas, com o longa de ação “Arranha-Céu – Coragem sem limites.”. No filme, que se passa em Hong Kong, Johnson é Will Sawyer, um veterano de guerra que trabalhou na equipe de resgate de reféns do FBI, a polícia federal americana. Logo no início do filme ele participa de uma operação mal sucedida que termina com uma grande explosão. Nosso herói perde uma das pernas e passa a usar uma prótese. Obrigado a deixar a polícia, ele vira consultor de segurança para empresas que constroem prédios muito altos.

Em Hong Kong, os chineses estão prestes a inaugurar o edifício mais alto do mundo, um prédio de quase um quilômetro de altura, mais alto que o Burj Khalifa, dos emirados árabes, que tem 830 metros de altura.

Sawyer viaja com a família para Hong Kong, onde ele, sua esposa e filhas visitam o imenso edifício. O problema é que um grupo de criminosos resolve atacar o prédio, iniciando um incêndio nos andares mais altos. Suspeito de ligação com os bandidos, nosso herói precisa fugir da polícia chinesa e ao mesmo tempo resgatar a mulher e as filhas do “inferno na torre”. Um dos cartazes do filme imita o “Duro de matar”, do Bruce Willis, e as semelhanças entre o sucesso de 1988 e este são evidentes.

Nos dois filmes, temos um ataque terrorista contra um prédio muito alto. E um herói indestrutível que precisa invadir o edifício, para salvar a esposa em perigo. A única diferença é que no filme do Bruce Willis a mulher dele estava sozinha, e agora está com as duas filhas do casal. Outra semelhança é o controle asiático dos dois prédios. O edifício do Bruce Willis pertencia a uma multinacional japonesa, agora é um prédio chinês. “Arranha-céu” foi rodado em Hong Kong e faz parte da leva recente de co-produções entre o cinema americano e chinês. A China tem mais cinemas do que qualquer outro país do mundo e para Hollywood é importante garantir uma participação nesse mercado.

“Arranha céu – coragem sem limites” é um filme de ação descerebrado feito para as plateias modernas que não se importam muito com coisas como lógica e realismo. A cena em que o Dwayne Johnson, com sua perna mecânica, salta por cima de um abismo de 800 metros entre um guindaste e o edifício em chamas é uma daquelas coisas que só podem acontecer nesse tipo de filme. Neve Campbell, que ficou conhecida nos anos de 1990 por aquela serie de terror “Pânico” faz a mulher do Dwayne Johnson.

Transilvânia: Férias no Titanic

Hotel Transilvânia  3

Para as crianças, que podem ficar assustadas com as explosões e tiroteios do filme do “The Rock”, tem o desenho animado “Hotel Transilvânia – 3”. Que, como indica a numeração, é o terceiro filme daquela franquia iniciada em 2012; No primeiro longa o Conde Drácula resolvia transformar o seu castelo num hotel para criaturas de filmes de terror. Agora, seis anos depois, ele está estressado, solitário e procurando uma companhia. Depois de varias tentativas frustradas de encontrar um par pela internet (Até o conde Drácula já devia saber que isso não dá certo), nosso vampiro favorito aceita o conselho de sua filha, uma vampirete moderna. Tirar férias e partir num cruzeiro marítimo.

Os outros monstros que vivem no castelo resolvem acompanha-lo, e o grupo embarca em um transatlântico que é uma cópia do Titanic. Os monstros do filme lembram muito aqueles do desenho animado “Monstros versus alienígenas” de 2009, tem até uma geleia tipo “A bolha assassina”.

O cruzeiro na réplica do Titanic, inclui uma visita ao Triangulo das Bermudas e uma vilã que deixa o Drácula abilolado. Embora não seja muito criativo (Como o Arranha Céu aí em cima) o filme é colorido, divertido e deve deixar as crianças entretidas. Este mês ainda teremos mais uma Missão Impossível com o Tom Cruise tentando proezas ainda maiores do que as do Dwayne Johnson. Divirtam-se.

Por: Jorge Luiz Calife
jorge.calife@diariodovale.com.br

 

Untitled Document