segunda-feira, 23 de julho de 2018

TEMPO REAL

 

Capa / Internacional / Em segundo dia de resgate, mais quatro meninos são retirados de caverna na Tailândia

Em segundo dia de resgate, mais quatro meninos são retirados de caverna na Tailândia

Matéria publicada em 9 de julho de 2018, 16:51 horas

 


Nomes das crianças já resgatadas não foram divulgados em respeito a famílias das que ainda estão dentro da caverna – Foto: REUTERS

Mergulhadores conseguiram retirar nesta segunda-feira mais quatro garotos do complexo de cavernas em que estavam presos na Tailândia, confirmou a Marinha do país. Com isso, oito dos 13 integrantes do grupo já foram resgatados. Continuam no local outros quatro meninos e o técnico de futebol deles, de 25 anos.

De acordo com uma fonte ligada à operação, os garotos salvos nesta segunda estão em boas condições de saúde. A operação foi novamente pausada para que os socorristas descansem e planejem a próxima etapa. O plano da equipe é que os demais sejam retirados na terça-feira.

Quatro dos meninos foram resgatados no domingo e encaminhados a um hospital local – segundo autoridades, eles estavam bem.

Noventa mergulhadores estão envolvidos na operação de resgate – 40 tailandeses e 50 estrangeiros. A missão havia sido pausada durante a noite para os cilindros com ar serem substituídos. Ela é considerada de alto risco, e foi antecipada devido ao perigo de as águas voltarem a subir com novas chuvas que atingem a área.

Fontes que acompanham a operação informaram que os mergulhadores voltaram a entrar na caverna entre as 10h e as 11h, no horário local (entre meia-noite e 1h da manhã no horário de Brasília). A equipe foi reforçada em relação ao domingo e a previsão era de que o trabalho nesta segunda durasse até às 21h (por volta das 10h em Brasília).

Segundo o correspondente da BBC News, o resgate de segunda-feira foi concluído em apenas seis horas, tempo inferior ao das missões de domingo, de 11 horas no total para ida e volta das equipes com os adolescentes.

O grupo está preso na caverna desde o dia 23 de junho, depois que fortes chuvas inundaram a caverna e bloquearam a saída do local. Os 12 meninos e o técnico foram encontrados por mergulhadores na semana passada. Eles estavam famintos, mas sem ferimentos graves.

A repórter da BBC em Sidney Frances Mao disse que a Austrália enviou uma equipe de especialistas em resgate dentro de cavernas e de mergulhadores da polícia para auxiliar a operação.

Antes da confirmação de que mais quatro garotos haviam sido resgatados, helicópteros-ambulância foram vistos saindo do complexo de cavernas, e ambulâncias foram vistas chegando ao hospital da cidade de Chiang Rai.

Operação
Segundo informações divulgadas pelo chefe da missão de resgate, as identidades dos que saíram foram mantidas em sigilo em respeito às famílias cujos filhos permanecem presos no local e porque os resgatados ainda não haviam se reunido com as próprias famílias.

Ele acrescentou que o contato físico com os entes queridos seria evitado até que um risco de infecção tivesse passado, embora possa ser permitido que eles se vejam à distância ou por meio de uma proteção de vidro.

Equipes de resgate aproveitaram uma pausa na chuva no domingo para iniciar a missão mais cedo que o previsto.

No sábado, Narongsak Osottanakorn, governador da província de Chiang Rai, onde está localizado o complexo de cavernas, disse que as equipes tinham uma janela de três a quatro dias para realizar a operação.

*As informações são da BBC News.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Untitled Document