quarta-feira, 20 de setembro de 2017

TEMPO REAL

 

Capa / Região / Estado faz entrega de radiotransmissores

Estado faz entrega de radiotransmissores

Matéria publicada em 18 de abril de 2017, 16:38 horas

 


Treze cidades do Sul Fluminense foram completadas com os equipamentos; aparelhos visam ampliar conexão entre órgãos de segurança

Cerimônia: Representantes dos municípios do Sul Fluminense estiveram na Risp, em Volta Redonda, para receber os equipamentos (Foto: Gabriel Borges/Ascom PMVR)

Cerimônia: Representantes dos municípios do Sul Fluminense estiveram na Risp, em Volta Redonda, para receber os equipamentos (Foto: Gabriel Borges/Ascom PMVR)

Volta Redonda – O Governo do Estado realizou nesta terça-feira (18) a entrega de radiotransmissores às 13 cidades do Sul Fluminense. Os rádios foram adquiridos e utilizados durante os Jogos Rio 2016. A entrega foi feita pelo subsecretário de Comando e Controle da Secretaria de Estado de Segurança do Rio de Janeiro, Rodrigo Alves, e o superintendente de Comunicações Críticas, Alexandre Corval. A cerimônia aconteceu na 5ª Região Integrada de Segurança Pública (Risp), em Volta Redonda.

A entrega dos equipamentos visa ampliar a conexão de segurança, na qual irá permitir o contato direto entre municípios e o Centro Integrado de Comando e Controle (CICC), onde ficam representantes das principais instituições de segurança e Defesa Civil.

O prefeito de Volta Redonda, Samuca Silva (PV), recebeu 60 aparelhos, que serão divididos entre a Guarda Municipal, que ficará com 50, e a Defesa Civil com os outros 10. O chefe do executivo destacou que o reforço extra com os novos equipamentos vai fortalecer ainda mais segurança integrada em Volta Redonda.

– É essencial. Além de integrar, podemos nos comunicar com todas as forças policiais sem interferências. Hoje demos um grande avanço para a segurança pública na nossa região – disse o prefeito, lembrando que o Sul Fluminense foi a primeira região em criar um Consórcio Intermunicipal de Segurança Pública.

O comandante da Guarda Municipal de Volta Redonda, Paulo Dalboni, comentou que é um grande avanço os radiotransmissores e irão colaborar com o trabalho que a guarda desenvolve no município.

– É um grande avanço para nossa corporação e os equipamentos permitirão a integração, planejamento e execução do trabalho durante os grandes eventos – disse.

O comandante da Guarda de Barra Mansa, Joel Valcir, falou da economia que o município teve ao receber os radiotransmissores do estado.

– É um investimento caro que recebemos do estado. Se a prefeitura fosse investir nesses equipamentos, iria gastar aproximadamente R$ 200 mil. Vale destacar também a resposta rápida que daremos aos criminosos, pois poderemos falar em tempo real para coibir estes delitos que vem crescendo demasiadamente na região – concluiu.

Já o prefeito de Resende, Diogo Balieiro Diniz (PSD), lembrou a importância que a integração entre os órgãos terá para a região.

– Esse tipo de ajuda por parte do Estado é de enorme importância para nós, que passamos a ser afetados com a migração de marginais da capital para o interior. Precisamos de mais atenção de por parte da secretaria de Segurança, a fim de nos auxiliar no combate ao aumento de crimes na região – afirmou.

Os radiotransmissores

Os novos aparelhos são mais resistentes, inclusive à água, e contam com sistema digital no padrão Tetra criptografado, que garante a rápida resposta e comunicação segura entre as equipes operacionais espalhadas por todo estado e o CICC. Além da alta qualidade de som, os aparelhos permitem o monitoramento por GPS – com localização das equipes em campo por mapas digitais e identificação rápida do atendimento mais próximo da ocorrência – e longa autonomia da bateria. A tela dos novos aparelhos foi aprimorada e permite o envio de mensagens curtas, estilo SMS. Entre os acessórios, o rádio dispõe de sistema PTT (push to talk / aperte para falar) de lapela acoplado e fone de ouvido, itens que facilitam o uso. Rodrigo Alves falou da experiência positiva nos Jogos Olímpicos de 2016.

– Conseguimos trazer um legado dos jogos para a sociedade. Tivemos uma experiência muito positiva com esta rede de rádio que inclusive foi premiada internacionalmente – revelou, acrescentando os trabalhos integrados que poderão ser desenvolvidos.

– É muito importante à união de forças entre os estados, a Polícia Civil, a Polícia Militar e as demais forças de segurança. Com esses radiotransmissores poderemos planejar operações integradas entre as prefeituras e todo o estado – pontuou Alves.

Para o superintendente de Comunicações Críticas, Alexandre Corval, os radiotransmissores podem ajudar muito os Centros Integrados de Operações de Segurança Pública dos municípios.
– É uma integração em nível de comando. Volta Redonda já conta com um Ciosp e outras cidades da região já estão se preparando para montar um também. É uma alegria estar aqui cumprindo este planejamento, que é uma extensão da rede de rádio da região metropolitana – disse.

Guardas municipais e Defesa Civil
receberão rádios em Porto Real

Em Porto Real, os 25 equipamentos recebidos serão destinados ao trabalho dos guardas municipais e dos agentes da Defesa Civil. Para o comandante da Guarda Municipal, Ronei Soares, os rádios facilitam o processo de

comunicação entre os agentes.
– Com esses rádios, poderemos oferecer mais agilidade e eficiência em nossos trabalhos e troca de informações das forças de segurança nas esferas municipais, estaduais e federal – declarou o comandante.
Já o secretário de Ordem Pública, Elias Vargas, destacou que a aquisição dos aparelhos significa mais um passo em direção a uma maior segurança na região.
– As soluções serão mais rápidas em favor da população, visto que estaremos interligados com os vários municípios do Rio de Janeiro e à CICC – garantiu o secretário.

7 comentários

  1. ajudar na seguranca bem volta redonda 60 entao 50 guarda 10 defesa civil ai a policia continua com os radinhos que nao funcionan e se quiser ouvir so comprar um do paraguay kkkkkkkkkkkkkk

  2. Aparências César, aparências… ainda vêm da cultura onde esse tipo de apresentação convencia a população de que algo estava sendo feito. Uma população menos instruída na época, e menos informada. Acontece que muitas vezes o próprio povo passa a impressão a quem governa, de que pão e circo ainda funcionam. Estamos em crise, mas vem o carnaval e acaba a crise. Vem a Páscoa, acaba a crise. Vem o Natal, acaba a crise. Dando audiência em massa para bizarrices podres como Big Brother e novelas que não ensinam nada de aproveitável, ao contrário, apenas mostram (principalmente aos mais jovens) um mundo distorcido onde bons valores não valem nada, onde o mais velho está sempre errado e ultrapassado, onde a traição vale à pena, onde o bandido é o mocinho.

  3. O negócio dessa gente é comemorar com certeza teve comes e bebes.Trabalhar eles tem alergia.

  4. Festa pra receber rádios Kkkkkk , ja tem câmaras em toda a cidade , guardas para todo lado , o prefeito bla bla devia ficar preocupado com as ambulâncias paradas pois antes a prefeitura contava com um serviço de acelencia com mais de 20 ambulâncias para atender a população e agora nao tem nem 3 rodando todas estão jogadas na garagem da prefeitura virando ferro velho , isso sim merece uma festa , fora os postes de iluminação publica que ficam acesos 24 horas e nao aparece ninguem competente para arrumar gerando um gasto desnecessário para a cidade , ta na hora desse povo começar a trabalhar e parar de tirar fotos …4 anos passa rápido e todos vão lembrar que vc bla bla bla nao fez nada para a cidade abre seu olho …….

  5. Foram desenvolvidos pelos engenheiros do Qatar…

  6. Eu só não entendo por que e para que fazer cerimônia de entrega. Os caras param tudo e fazem um festa para receber um equipamento. Grande coisa isso. Vai trabalhar direito seus incompetentes.

Untitled Document