segunda-feira, 18 de dezembro de 2017

TEMPO REAL

 

Capa / Região / ‘Flanelinhas’ voltam a tomar conta da Vila Santa Cecília

‘Flanelinhas’ voltam a tomar conta da Vila Santa Cecília

Matéria publicada em 6 de maio de 2017, 20:30 horas

 


Motoristas reclamam das abordagens feitas pelos guardadores de carros; Guarda diz que vai coibir ações

Volta Redonda – A ação de “flanelinhas” em Volta Redonda continua sendo alvo de preocupação de motoristas e autoridades. O limite entre a legalidade e o crime ainda permeia a atividade, o que deixa os cidadãos confusos e temerosos em diversos aspectos.

De acordo com o comandante da Guarda Municipal de Volta Redonda, Paulo Henrique Dalboni, a corporação pretende dar continuidade às ações para coibir a atuação de flanelinhas nas ruas de Volta Redonda, fazendo rondas esporádicas nos locais onde eles costumam atuar. No entanto, Dalboni faz um alerta: se o condutor não for junto até a delegacia prestar queixa de extorsão, não há configuração de crime.

– Queremos, após concurso público, estabelecer uma Inspetoria Regional na Vila para coibir 24 horas tal atividade, que sabemos que traz desconforto ao contribuinte – diz Dalboni.

Na opinião do comandante da GM, caso o condutor se sinta extorquido por algum flanelinha, deve procurar imediatamente um guarda ou ligar para o 190 denunciando o fato. Deve, então, solicitar que o flanelinha seja conduzido à 93º DP. O condutor deve ir junto para registrar a extorsão e confirmar o delito. Segundo Dalboni, o flanelinha que é flagrado abordando um motorista pode responder ao crime de extorsão.

Com relação à existência de algum decreto municipal criado para coibir os flanelinhas, o comandante Dalboni disse que não há no momento nenhum decreto específico para o caso.

Atividade laboral informal

Na opinião do presidente da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) de Volta Redonda, Alex Martins, na verdade, a atividade de flanelinha refere-se à uma atividade laboral informal, contudo, não regulamentada por lei. Segundo Alex, o pagamento feito pelo motorista – seja para cuidar, estacionar ou lavar o seu próprio veículo – não é obrigatório.

“No caso de haver alguma imposição por parte do flanelinha para obter a respectiva remuneração, evidentemente estará caracterizada prática delituosa, classificada como “coação penal”. Todavia, não se pode generalizar que todas essas pessoas estejam se utilizando dessa prática contra cidadãos de bem – explicou.

De acordo com o presidente da OAB, os flanelinhas podem ser presos se forem flagrados pela GM abordando motoristas, desde que persistam na imposição do pagamento ou façam qualquer ameaça contra os proprietários de veículos, podendo ser presos pelo crime de coação penal.

– A partir do momento que ele faz qualquer tipo de imposição remuneratória e/ou ameaça contra o proprietário ou condutor do veículo, passa a infringir a lei na visão do judiciário – informa Alex.

Segundo o representante da OAB em Volta Redonda, uma das formas mais correta de coibir a ação de um flanelinha nas ruas é comunicar, previamente, esse tipo de comportamento às autoridades de segurança na sua localidade para que tomem as devidas providências legais.

Trânsito: Na opinião do comandante da GM, caso o condutor se sinta extorquido por algum flanelinha, deve procurar imediatamente um guarda (Foto: Júlio Amaral)

Trânsito: Na opinião do comandante da GM, caso o condutor se sinta extorquido por algum flanelinha, deve procurar imediatamente um guarda (Foto: Júlio Amaral)

 

Flanelinhas afirmam que desejam ‘apenas trabalhar’

Leandro da Silva, que há 13 anos atua como flanelinha e lavador de carro na Vila Santa Cecília, considera suas atividades como a de um profissional qualquer, só que informal.

– Estou aqui para trabalhar e ganhar o meu dinheiro honestamente e sem incomodar ninguém. Ao contrário do que muita gente pensa, não vivo na rua. Sou morador da Candelária e já cheguei a trabalhar como balconista de padaria e supermercado. E como não conseguia emprego, optei por ficar na Vila lavando carro e atuando como guardador – explica.

Segundo Leandro, ele já tentou ir à prefeitura para conversar a respeito da sua atividade como flanelinha, mas sem sucesso.

– A GM não respeita a gente e já chega com ignorância. Nós não incomodamos os motoristas, apenas os abordamos e pedimos para tomar conta do veículo ou se querem que lavem. Se a resposta for “não”, tudo bem, não insistimos. Tem até motoristas que nos conhecem e sempre pedem para lavarmos os carros – comenta Leandro.

O borracheiro Jessé Pereira diz ter optado por trabalhar como flanelinha pelo fato de não arranjar mais emprego.

– Além de flanelinha, também atuo como lavador de carro e faço capina. Já como flanelinha, eu sempre abordo as pessoas e pergunto se querem que eu olhe o carro ou se querem lavar. Nunca estipulo um preço para guardar um carro, apenas para lavar o veículo, onde cobro R$ 10,00. Por dia chego a lavar entre quatro a seis veículos. Para olhar o carro, as pessoas costumam dar algum dinheiro e às vezes não, vai depender da maneira com elas são abordadas – explica.

População critica

O perito grafotécnico Germano de Sá, disse que os flanelinhas abordavam mais ostensivamente os motoristas, mas que agora estão mais tranquilos, apesar de ainda incomodarem alguns motoristas.

– Apesar de não ter nada contra o trabalho deles, sou da opinião que a princípio eles poderiam arranjar um trabalho melhor. E também não me sinto incomodado quando eles me abordam, mas não tenho o hábito de pagar, apenas falo que não quero e pronto. Sou da opinião que seria melhor a prefeitura arranjar uma forma de cadastrá-los e regularizar o trabalho deles – opina.

O estudante universitário Mateus Jacili diz ficar um pouco intimidado em recusar a “ajuda” de algum flanelinha.

– E apesar de não concordar, fico meio receoso de eles arranharem o meu carro caso eu não colabore e dê dinheiro. E mesmo eles não impondo um valor, se eu der pouco eles não gostam – lamenta Mateus.

 

Por Julio Amaral

jamaral@diariodovale.com.br

88 comentários

  1. E AI AL FATAH, FALA COMIGO PEIXE!!
    ESSA SITUAÇÃO ACONTECENDO LOGO NA SUA CIDADE MARAVILHOSA E PERFEITA?
    NÃO ACREDITO!!!!!

    • Al Fatah - O Horrendo

      Não espere ver flanelinhas em Barra Mansa, Pinheiral, Piraí. Sem movimento, sem pessoas, sem dinheiro… Aliás, muitos deles moram aí na tua “cidade”…

      Nunca disse que VR é perfeita, longe está de ser, mas em vista de Barra Mansa é quase primeiro mundo. Basta comparar os bairros limítrofes, a diferença já começa no visual…

  2. METAMORFOSE AMBULANTE

    o problema é o desemprego. Então pq não contratar esses caras e pagar o salario deles com o dinheiro “arrecadado” pelos parquímetros???? Aí sim eu vou pagar os parquímetros com gosto, sabendo que meu dinheiro vai para uma melhora da população como um todo! Coloca um crachá no peito dessa galera e melhora a qualidade de vida das pessoas! Não adianta contratar mais pessoas para fiscalizar pq já sabe q não resolve..Então passa esse pessoal para o quadro da prefeitura e fim de papo.!!! APOSTO QUE SE FIZEREM ISSO, ESSE PESSOAL VÃO SER OS QUE MAIS TRABALHAM NA PREITURA.!!

  3. liberdade e propriedade

    Se tem franelinha é porque o povo dessa cidade aceita paga-los. Suponho que dão esmola em sinais também.

  4. Kd o prefeito que bao faz nada fica so papo reto e ate agora nada vamos trabahar nao ve que esses flanelinhas estao extorquinto os cidadao de bem vamos prefeito atitude vc foi eleito pra isso

  5. Tem prefeito em VR? Quem é?

  6. Estacionar na vila sem ser acuado ou estorquido por um flanelinha é raro outro dia um me sufucou na vila fui para Amaral Peixoto e lá estava outro me cobrando isso a guarda não vê.

  7. Eh cidadezinha fuleira! Tá parecendo Aleppo. Kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  8. Poxa, além de pagarmos tantos impostos, ainda vem esses flanelinhas encher nosso saco. Não temos culpa se eles não tem emprego, vai cobrar do PT que levou brasil na situação em que se encontra. Lulalau vem ai, votem nele pra acabar com o pouco que resta do brasil.

  9. se não pode, NÃO PODE!

  10. Olá. Falo em nome da Chancelaria dos Emirados dos Aladins Unidos. Em breve, nosso chanceler visitará o prefeito de vosso vibrante município a fim de oferecer parceria em termos de financiamento e a aplicação de uma Guerra Santa contra esses guardadores de carro.

  11. É o Pinóquio, criando emprego em VR.!
    Ah não, os flanelinhas foram criados para atrapalhar o governo do Pinóquio e é culpa do eterno prefeito NETO também!

  12. Flanelinha pra mim não é problema, se entrar na minha frente vai levar troco. Tenho mais medo de formigas do que de flanelinhas.

  13. Justiceira> primeiro não me agrida, não te qualifiquei com nenhum adjetivo de baixo calão para que me tratasse assim, analise o o que fala… Vc para seu carro em um local proibido e desce com seu bebê e todo aparato, aí vem um carro ou ônibus ou mesmo outra mãe tentando a sorte de uma vaga e atropela vc é seu bebê… Aí justiceira não adianta ir para o fantástico chorar querendo justiça, o pior já aconteceu…
    Minha cara justiceira, em vez de criticar que quer o certo pq não ajudar a voz de quem denúncia e pedir para a PMVR arrumar e proporcionar maior segurança, pq não lutar para que a PMVR retire os carro estacionado em local proibido e abra vaga segura para vc é seu bebê, pq não pegar a rua lateral e uma vez que o shopping tem estacionamento fazer aquele rua de embarque e desembarque seguro para vc é seu bebê! Mas fique tranquila que apesar de vc optar para parar errada e estar apta a uma tragédia e ainda brigar agredindo as pessoas para permanecer no erro, vou continuar lutando pela sua segurança e a do seu bebê… Que Deus abençoe você e seu bebê nesse trânsito cruel e impune da nossa cidade, estado …. Nosso país!

  14. Voltam??!

    Eles nunca deixaram de “trabalhar”/”extorquir

    Uma vez eu liguei pra polícia para denunciar, e sabe o que fizeram?!

    NADA!

  15. Sabe porque acontece isto? Os guardas municipais sabem que devem proibir, mas eles não o fazem. Ficam coçando o saco em suas viaturas e não interpelam esses merdas…

  16. Arthur Rodrigues Alves

    Isso é o resultado da “Gestão” do prefeito Samuca, que disse que iria manter o que funcionava e iria mudar o que não. Mas até o momento só estou vendo para tudo, nada funciona. Exemplo claro é esse dá GM, que antes atuava intensivamente no trânsito de VR, agora é muito raro ver isso, o que aconteceu?, Vamos nos preocupar com o hoje é o amanhã e vamos deixar o passado lá atrás, para de ficar buscando justificativa para tudo e faça o novo, o diferente, faça acontecer. Para de dar cargos e dinheiro para os vereadores recusarem contas do prefeito anterior e se empenhe no futuro.

  17. Esvaziamento de agentes da segurança pública, proliferação de flanelinhas, vias públicas com iluminação queimadas, mato alto e outros desmandos. Daqui a pouco Volta Redonda vai virar uma Angra dos Reis, cheia de quadrilhas e forte armamento. Depois da porta arrombada não adianta trancar. Gestor incompetente. Esquerda caviar.

  18. VR agora é terra sem lei. Cadê o prefeito??

  19. Al Fatah - O Horrendo

    Se o prefeito, a guarda e a polícia coíbem a ação dos flanelas, o MPE e a Justiça, dois dos maiores fomentadores da cultura do vitimismo e do politicamente correto no país, mandam soltar… Vai culpar o prefeito em quê?…

    Vá bater panela na porta do fórum, o pá!…

  20. Se o chefe (se caso tenha) da GM mandasse investigar, iria ver que os proprios GM do traile localizado na rua 27 na Vila Santa Cecilia, da cobertura e reserva vagas para o flanelinha que fica na rua 40. Esse flanelinha é amiguinho dos GM e da uma de lavador de carros. Mas ele ainda tem outras atividades. Caso o INSS tambem fiscalizasse, iria ver que os flanelinhas, quase em sua maioria, são licenciados do INSS e alguns outros trabalham em outras empresas com carteira assinada. Para acabar com essa safadeza, é cada um fazer o seu papel e cumprir com suas obrigações a que se propuseram a fazer quando fizeram seus concursos publicos. Não adianta reclamar de salario, etc etc, porque ninguem entrou para o funcionalismo publico enganado e se sem saber quais seriam seus salarios. E se não estão satisfeitos, peçam demissão e vão para outra empresa. É simples.

  21. Fico pasmo com gente preconizando uma espécie de “faxina social” nas ruas para os “ricos” estacionarem em paz. Prefiro 100 flanelinhas trabalhando do que um bandido roubando ou de ter que sustentar um vagabundo na cadeia. O trabalho de flanelinha é tão digno quanto outro qualquer. Coibir os flanelinhas escancará nossa incapacidade de resolver os problemas sociais e a hipocrisia de culpar o prefeito por uma coisa que sempre aconteceu aqui, no Brasil e em outros países. Vamos usar nosso coletivo crítico para propor idéias e germinar a solução. Que tal cadastrá-los, usarem coletes com número de identificação, dar treinamento do que podem ou não fazer, identificar quem precisa de ajuda química, ajudá los a reencontrar a família, e obterem uma permissão com contra partida de estudarem etc. Temos um problema social e não de polícia.

    • Náo sou obrigado a pagar para estacionar em via pública, já basta o estacionamento rotativo. Trabalhador com Fiat Uno 95 e Gol quadrado por acaso é rico? Vai te catar.

  22. A cidade está sem nenhum comando!
    Prefeito sem pulso e Marqueteiro.Dai vem os bandidos roubando a luz do dia.GM sumiu das ruas
    Os flanelas chegam às 17 hs na villa Santa Cecília nesta hora não se mais PM e GM…ninguém da segurança pública..
    Vergonha!!!!!

    • Alberto: não é a cidade, é o Estado do Rio, não tem para onde correr por aqui! E vai ficar pior pq estão remanejando PM’s daqui para o RJ logo a bandidagem de lá sobe a dutra e se esconde aqui praticando mais crimes e fazendo intercâmbio com os bandidos de cá ( como sempre)!

  23. alguém me explica porque na Cidade do Rio de Janeiro é proibido por lei os flanelinhas e em Volta Redonda a profissão é informal e depende do motorista denunciar?

  24. Deixem os flanelinhas trabalharem !!!
    Quer pior roubo esses parquímetros da prefeitura, que se oasssr da hora vc ainda é multado??
    Pelo menos os flanelinhas colocam papelão no vidro para não esquentar, dão moral pra estacionar. Porra deixem os caras trabalharem.

    • Aquilo não é trabalho mas sim extorsão ! A vias são públicas ! Quem disse que eles têm direito de explorar, cobrar dinheiro para permitir estacionar ? Por causa de mentes doentias como a sua o país será sempre de terceiro mundo e atrasado.

    • CERTO PELO CERTO

      SE A VIA É PÚBLICA QUEM DA DIREITO DA PREFEITURA COLOCAR ESSAS MÁQUINAS CAÇA NIQUEL PARA COBRAR O ESTACIONAMENTO??? LEIS?? QUE ELES MESMO APROVARAM!!! VC É UM BABA OVO DO GOVERNO, SE BOBEAR DEVE TER ALGUM ESQUEMA NESSAS MAQUINAS CAÇA NÍQUEL DE ESTACIONAR!!

    • CERTO PELO CERTO

      CONTRA O COMENTÁRIO DO CANTINFLAS
      SE A VIA É PÚBLICA QUEM DA DIREITO DA PREFEITURA COLOCAR ESSAS MÁQUINAS CAÇA NIQUEL PARA COBRAR O ESTACIONAMENTO??? LEIS?? QUE ELES MESMO APROVARAM!!! VC É UM BABA OVO DO GOVERNO, SE BOBEAR DEVE TER ALGUM ESQUEMA NESSAS MAQUINAS CAÇA NÍQUEL DE ESTACIONAR!!

    • P CANTINFLAS
      VC DEVE MORAR EM ÁREA DE POSSE OU SUBÚRBIO KKKKK E VEM FALAR DE PAÍS DE 3º MUNDO!!!
      SE BOBEAR VC COLOCA SUA BICICLETA NA CORRENTE AMARRADA NO POSTE PARA IR TRABALHAR. KKKK
      POR ISSO VC NÃO SE INCOMODA COM AS MAQUININHAS DE PARQUIMETRO, E SIM COM O FLANELINHAS!!!

  25. Ai que saudades do major!!!!!

  26. Bla bla bla e mais bla, os flanelinhas voltaram? Eles nunca saíram.

  27. Que falta faz o Neto! Que falta faz um comando de pulso firme na Guarda Municipal. Governo frouxo, cidade largadas as traças.

  28. Tem que passar o cerol, rapidinho eles somem.

  29. Pagador de impostos

    Perguntinha para o prefeito Samuca e para a SUSER : Por que os diversos órgãos públicos em VR (sejam eles municipais, estaduais ou federal) tem vagas de estacionamento exclusivas ? Por que o privilégio para esses servidores ? Não temos carência de vagas para o estacionamento ? Não seria o caso de rever isso ?

  30. A Guarda Municipal não resolve porque não quer. A Vila Santa Cecilia ESTÁ TOMADA DE FLANELINHAS, MENDIGOS, PEDINTES, CAMELOS. Está igual ao bairro do Bráz em São Paulo. Entendo que com o desemprego todos temos que trabalhar, mas faça igual ao governo NETO, dê espaço para os camelos. Quanto aos flanelinhas se você não paga marcam seu carro, já tive no passado carro danificado por eles. Mesmo com a vaga na rua, se vejo algum deles, guardo dentro do estacionamento.
    AGORA GUARDA MUNICIPAL É UMA VERGONHA O TRAILER DE VOCÊS ESTACIONADO EM FRENTE A RUA 31, E OS PAIS DOS ALUNOS DO COLÉGIO ESPAÇO VERDE ESTACIONAREM EM CIMA DAS CALÇADAS, FECHAR O TRÂNSITO DA RUA 31, PARA DEIXAR OS FILHOS NA PORTA DA ESCOLA E SE VOCÊ RECLAMA ACHAM RUIM. ESTES PAIS SÃO DONOS DESTA RUA. A GUARDA FINGE QUE NÃO VÊ E NÃO FAZ NADA.

    A CIDADE ETÁ FEIA, LIXÃO A CÉU ABERTO PRÓXIMO A FACULDADE UGB E A CAPELA MORTUÁRIA NO ATERRADO, ONDE ESTÁ O CIOSP COM AS CÃMERAS FUNCIONANDO.

    ANDARILHOS MONTANDO BARRACAS PERTO DA CA´PELA MORTUÁRIA.
    EQUIPE DO ATUAL PREFEITO VAMOS ARREGAÇAR AS MANGAS, COLOCAR OS PÉS NAS RUAS E CUIDAR DESTA CIDADE.

  31. Texto da chamada da matéria tendencioso “flanelinhas voltam a tomar conta da Vila Santa Cecília” Voltam como? Nunca saíram

  32. Enquanto isso na Samucaverna ………….bla bla bla bla bla

  33. Tem que melhorar o transporte coletivo para reduzir o número de carros de passeio nas ruas.

  34. Estaciono com frequência no entorno da pça. Brasil. Nunca vi coação por parte dos flanelinhas, pedem pra olhar ou lavar e ao sair, mesmo não pagando nunca fui ameaçado. Acho q a percepção de ameaça é uma questão de foro íntimo ou consequência de preconceito social embutido sendo expressado de forma discreta.

  35. KKk vai ser sempre assim, o que a GM anda fazendo…nada fica so na sombra sentado no carro, concordo com o amigo “PLENO”, mas perturbar o cidadão honesto se tiver estacionado em local errado eles aparecem rapidinho.

  36. SER DE OUTRO PLANETA

    “Segundo Dalboni, o flanelinha que é flagrado abordando um motorista pode responder ao crime de extorsão.”

    Véio os “caras” estão na Praça Brasil 24h por dia, embaixo do “nariz” da GCM, do lado da base do CIOP e ainda dá uma declaração dessas, faz o favor e pede prá sair! A palavra do agente público, tem fé pública perante a lei, É só “grampear” a malandragem e levar prá 93ª DP. Preciso ensinar mais???

  37. Quer dizer agora que para acabar com os flanelinhas o motorista tem que se expor em ir a delegacia prestar queixa. Não foi isso que ocorreu no governo passado. Flanelinhas firam retirados sem esse constrangimento para o motorista.
    Estão voltando pq a GM não está fazendo seu papel. É so fiscalizar que vai flagrar.

    • Pagador de impostos

      Concordo. O que mudou de um governo para o outro ? Está faltando gestão ?

    • Vcs são comédias ou cegos? Desde o governo anterior que os flanelinhas estão na Praça Brasil, deixem de ser fanáticos alienados que não querem enxergar a realidade ou tentam jogar o problema de tudo para a gestão atual.

  38. Muito pior que os flanelinhas são os parquímetros. Ninguém sabe o quanto é arrecadado de moeda em moeda e nas multas pela falta de utilização do tiket. Ninguém sabe o custo de instalação, manutenção e o principal se o recurso captado é aplicado na melhoria da mobilidade urbana (e já tem lei doando parte para ONG). Esta na hora da sociedade debater a transparência e a eficiência do sistema.

  39. É só mais uma maneira de extorquir os motoristas . Agora além das blitz são os flanelinhas. Falando sério mesmo quem tem carro hoje tem que deixar na garagem. Enquanto isso os policiais compram casa de praia , carros e motos 0km…Se pagar o flanelinha sobra menos na divisão..

  40. Arranja emprego pra este povo…não demora e vc vai ser assaltado com frequência, muita gente se virando como pode..desemprego é alto e quem trabalha ganha miséria.,. Tem que roubar mesmo

  41. Coibir essa atitude.

  42. AO INVÉS DA GUARDA FICAR PARADA ALI NA VILA PORQUE NÃO FICA PATRULHANDO O BAIRRO SE ALI NA PRAÇA BRASIL QUE É O MAIOR FOCO,
    A GM SÓ NÃO ACABA COM ISSO PORQUE NÃO QUER ,TODO MUNDO VER TODO MUNDO SABE SÓ ELES QUE NÃO SABEM OU NÃO QUEREM ACABAR COM ISSO.

  43. A mesma situação ocorre com quem frequenta a Igreja de Santo Antonio, em Saudade – Barra Mansa, principalmente às segundas-feiras a noite. Eles fazem pressão e querem cobrar mais caro que os estacionamentos no centro da cidade. Pior ainda é que só estão presentes quando estamos estacionando e na saída, para receber. A guarda municipal poderia se fazer presente e coibir atitude.

  44. Carlos Alberto de Oliveira

    Coincidência , também foi só mudar o prefeito e os flanelinhas voltaram , acorda prefeito será que a culpa é do melhor prefeito do Brasil

  45. Ligar pra que a cidade não tem policiamento que de conta você liga pra 190 os caras demoram umas 2 horas para aparecer isso se vierem atender a ocorrência porque isso pra eles é banal não estão n ai não é seu Samuca 100 dia a de completo abandono na cidade pessoa a invadem casas prefeito não faz nada na frente da minha casa que pago imposto alto esta se criando uma favela e seu Sá muda não faz nada na hora de cobrar iptu ele é bom moradores do Belmonte estão revoltados com invasão.

  46. que venha o próximo carnaval para o povo do DV Enlouquecer novamente

    Em frentebao okegios infantis e creches vira realmente uma zona de guerra por volta das 5, pois todos os situados na regiao da vila, nao possuem area de parada/estacionamento. Passar em frente aquele colegio em frente ao jd da preguica eh simplesmente impossivel neste horario, assim como aquela creche ao lado do edificio 33 de frente para o corrego.

    Isso ai multar e fiscalizar ninguem quer.

    Flanelinhas sao um saco para quem vai rapidamente a vila, sempre tem aquele receio de nao pagar e ter o carro arranhado.

    Quem quer lavar, blz, porem a água é retirada da antiga fonte da vila.

    Reza a lenda que aquele doidinho de um braco soh que atravessa em frente a qualquer carro quase causando um acidente, era flanelinha e arranhou um carro que nao quis pagar a tal “tarifa”, o dono por sua vez quebrou seu braço. Como nao foi atras de cuidados médicos, teve que amputar mais tarde.

    Esta eh uma daquelas lendas urbanas de vr, assim como a que o Zamuca iria mudar a cidade para melhor e talz.

  47. E uma vergonha na praça Brasil cercam os carros muito constrangimento

  48. Eles agem de uma forma que me deixa desconfortável e com medo mas mesmo assim ainda retiro o ticket do paquímetro pois estamos acuados dos dois lados, se não pegamos o ticket levamos multa, se não damos dinheiro para os flanelinhas fica o receio de que aconteça alguma coisa com o carro. Enfim, se correr o bicho pega e se ficar o bicho come.

  49. Itamar Batista de Souza

    Muito complicado esta situação de flanelinhas.O que o Comando da Guarda Municipal e o representante da OAB-V.R.falou não quer dizer nada para os motoristas.O que queremos e que não tenha nenhum flanelinha nas ruas de Volta Redonda,o que eles fazem não é trabalho.Trabalhar é ter compromisso e responsabilidades com suas atividades,horário,trabalho,chefia cobrando,ganhando pouco etc…Um flanelinha já falou que ele tirava de RS 2.500,00 a RS 2.800,00 por mês perto do B.B.Como esse cidadão vai querer emprego para ganhar salário mínimo?…

  50. Sacanagem com os “flanelas”!Os caras são “empreendedores” e só querem apoio e espaço público para crescer e multiplicar. Parabéns ao CDL, ACIAP e os incentivadores dos empreendedores!!

    • Deixa o seu carro nas vagas da vila e diz que não vai pagar. Aí você vai conhecer os “empreendedores”.

  51. Guarda só quer saber de passear de carro e participar de blitz. Flanelinha é marginal, ponto final.

  52. Prefiro pagar o paquímetro.

  53. Para acabar com o UBER a prefeitura a câmara dos vereadores foram rápidos. E agora como fica?

  54. Samuca Silva o melhor prefeito do Pais!!! Depois da lei de liberdade para o comércio abrir a Deus dará, agora ele cria a liberdade para os flanelinhas tomarem conta da cidade. Infelizmente estou com saudade do Neto.

  55. Maria Nazaré Fagundes Oliveira

    Prefiro os flanelinhas “tomando” conta do meu carro, do que dá dinheiro pra prefeitura e não ver nenhum benefício com isso.
    Prefiro ser abordada por um flanelinha do que por um assaltante. E se são viciados em drogas, não é colocando-os à margem da sociedade que vamos resolver o problema. Estão tentando sobreviver como podem! Muitos os humilham e desprezam, por isso, muitas vezes agem de forma errada também. Eu apenas respeito o ser humano no geral.

  56. O atual prefeito fala que Volta Redonda precisava de gestão. Está aí uma bela gestão, uma mão de obra que não onera o governo da cidade e ainda dá proteção aos carros.

    Também devemos considerar que é uma segurança totalmente democrática, pois só paga quem quer. Todas as vezes que eles vêm em minha direção, cumprimento educadamente fazendo sinal de “jóia”, depois vou embora tranquilamente sem precisar pagar, afinal não pedi a guarda do meu carro a eles.

  57. Eles nunca sairam da Vila. É incomodo paga-se duplamente. Ao parquimetro e ao flanelinha.

  58. Uma vergonha , triste ,feio, uma situação embaraçosa, por que tem quem precisa , e quem não precisa , usuário , me sinto desconfortável .as vezes chega três pedindo para olhar seu carro e briga entre eles .

  59. Me sinto incomodado!!! Posso olhar? Olhar o quê? Se alguém for roubar o veículo, ele vai impedir? Deveria ser da seguinte maneira, eu quero que olhe ou lave meu veículo, então eu chamaria o flanelinha. Minha opinião!!!

  60. Daqui a pouco o prefeito falastrão baixa um decreto autorizando está atividade ao meu ver, criminosa. Se bobear vai falar que tem que tirar alvará na prefeitura e bla bla bla como sempre!!

  61. Guarda… Que guarda? O trânsito tá um caos, na rua 41c em frente as creches e uma zona… Os MALmotoristas param em baixo da placa de proibido parar e estacionar, param do outro lado tbm é não satisfeito vem os transporte escolar e para fazendo fila tripla! O pior é a guarda passa vê e não faz nada! Aí volta a minha pergunta… Guarda…. Que guarda?

    • Volta Redonda virou terra de ninguém

    • Guarda veículos e o que eles são mais nada estão na rua só renovando veículos pro pátio pra isso tem policiamento

    • pLeno –> não fala besteira, a prefeitura não estipula um local para os pais embarcarem e desembarcarem seus bebês, sua anta pense antes de falar besteira, não existe vaga na vila z achar uma é quase um prêmio , como vc quer que uma mãe com um bebê e todo o aparato que o acompanha arrume um local para parar e venha caminhando…Pense antes de falar

    • Concordo plenamente contigo. Ali está uma bagunça danada e riscos de acidente. O mesmo acontece na rua do Pronto Socorro do Hospital Vita. Param em baixo da placa de proibido estacionar e que vai subir aquela rua tem de subir na contra mão. E a guarda? Faz o que? NADA, ABSOLUTAMENTE NADA. PARECE ATÉ QUE NÃO EXISTE MAIS.

    • Em frente ao Interativo idem.
      Ao meu ver deviam pegar a frente do Interativo toda e colocar proibido estacionar, permitindo só paradas para os pais, já que agora tem até porteiro para pegar e colocar a criança no carro…
      De modo que não segurasse o transito…
      Agora tem um app que algumas escolas no Rio estão usando para agilizar isso.

    • Eu vejo isso todos os dias!! É um absurdo mesmo! E agora ainda estão parando irregularmente do outro lado, obrigando a passarmos sobre as tachonas danificando os pneus de nossos carros…

    • Uma vergonha o trânsito vila!!!!!!

Untitled Document