quinta-feira, 15 de novembro de 2018

TEMPO REAL

 

Capa / Esporte / Jorginho faz avaliação da semana de treinamentos em Pinheiral

Jorginho faz avaliação da semana de treinamentos em Pinheiral

Matéria publicada em 8 de julho de 2018, 18:59 horas

 


Equipe Cruzmaltina ganhou os dois jogos-treinos realizados contra Madureira e Portuguesa

Jorginho elogiou o comprometimento da equipe e disse que os objetivos foram alcançados
Foto: Foto: Carlos Gregório Jr/Vasco.com.br

Rio de Janeiro – Neste fim de semana, o Vasco da Gama fechou seu período de concentração em Pinheiral. Por sete dias, o Gigante da Colina trocou o CT das Vargens, no Rio de Janeiro, pela tranquilidade do Centro de Excelência do Esporte João Havelange. A semana de atividades foi encerrada com a disputa de jogos-treinos contra Madureira e Portuguesa. O saldo foi bom, pois o Almirante saiu de campo com dois resultados positivos.
Com exclusividade ao site oficial do clube, o treinador Jorginho fez um balanço da intertemporada e afirmou que grande parte dos objetivos traçados pela comissão técnica antes do início da preparação foram atingidos. O comandante destacou o fortalecimento coletivo e o comprometimento demonstrado pelos atletas em cada uma das sessões de treinamentos.
– Esse período aqui foi fundamental, pois trabalhamos várias áreas, em especial na parte física. Tivemos os jogadores conosco durante uma semana com uma boa alimentação e isso nos fez pegar pesado nesse aspecto. Atingimos nosso objetivo e acredito que eles conseguirão suportar o segundo semestre. Trabalhamos também a questão da movimentação tática da equipe, encaixando a questão da bola parada. No meu ponto de vista conseguimos realizar um trabalho muito bem feito. Fortalecemos o entrosamento e amizade do grupo. Isso é indispensável na formação de um grupo forte – afirmou o comandante.
O desempenho do Gigante da Colina nos primeiros desafios desde a parada para a disputa da Copa do Mundo também agradou o tetracampeão mundial. Jorginho reconheceu que alguns detalhes ainda precisam ser corrigidos, mas fez questão de exaltar a obediência tática e o volume de jogo de seus comandados nas partidas contra o Tricolor Suburbano e a Lusa Carioca.
– Falei antes do jogo treino que havíamos treinado o jogo e agora precisávamos jogar o que treinamos. No início, as coisas não saíram como a gente esperava, mas depois tudo se encaixou. Às movimentações foram ótimas. É normal eles sentirem a questão do ritmo, mas me agradou bastante a forma como os jogadores se comportaram em campo. Fizemos duas linhas de quatro bem definidas, algo que trabalhamos durante a semana. Nossa transição defensiva também foi muito boa. Em alguns momentos, especialmente no segundo jogo, elas foram lentas, mas logo corrigimos. No geral, gostei do que vi – declarou Jorginho.
No segundo compromisso do dia, em virtude da ausência de um centroavante de ofício, o técnico cruzmaltino optou por escalar os meias Evander e Giovanni Augusto no comando do ataque. Foi possível ver os dois jogadores se movimentando e trocando bastante de posição durante quase todo o amigável. O que também chamou a atenção foi o desempenho de Lenon, único reforço confirmado pelo Vasco para o segundo semestre.
– Nós tínhamos dois atacantes jovens para utilizar, o Moresche e o Paulo Vitor, mas preferi ver como o time iria se comportar jogando com dois meias que se movimentassem bastante. Utilizamos o Giovanni e o Evander. Eu gostei dessa movimentação. É uma possibilidade que temos daqui para frente. O Evander não é um jogador que joga de costas, mas pode fazer essa função. Ele tem um porte físico e protege muito bem dos zagueiros. Ao mesmo tempo, possui um giro muito bom e uma capacidade de finalização incrível. Acredito no potencial e tenho certeza que ele vai explodir em breve no futebol brasileiro – concluiu o treinador.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document