ÔĽŅ Justi√ßa Federal torna Cabral r√©u pela 23¬™ vez na Lava Jato - Di√°rio do Vale
terça-feira, 14 de agosto de 2018

TEMPO REAL

 

Capa / Nacional / Justiça Federal torna Cabral réu pela 23ª vez na Lava Jato

Justiça Federal torna Cabral réu pela 23ª vez na Lava Jato

Matéria publicada em 20 de abril de 2018, 14:32 horas

 


Sergio Cabral tem longo compromisso com a Justiça ainda pela frente

Sergio Cabral tem longo compromisso com a Justiça ainda pela frente


Rio –
A ju√≠za federal Caroline Figueiredo, da 7¬™ Vara Federal Criminal do Rio de Janeiro, tornou nesta sexta-feira (20) o ex-governador S√©rgio Cabral r√©u pela 23¬™ vez, em desdobramento da Opera√ß√£o Lava Jato. Desta vez, o ex-governador e mais 25 pessoas s√£o acusadas de corrup√ß√£o ativa e passiva, lavagem de dinheiro e organiza√ß√£o criminosa na Opera√ß√£o P√£o Nosso ‚Äď deflagrada no m√™s passado, que revelou ramifica√ß√£o da organiza√ß√£o criminosa em contratos da Secretaria de Estado de Administra√ß√£o Penitenci√°ria (Seap).

Cabral responde por corrup√ß√£o passiva por, de acordo com a den√ļncia do Minist√©rio P√ļblico Federal, ter aceitado promessa e recebido pelo menos R$ 1 milh√£o do ent√£o secret√°rio da Seap, o coronel reformado da Pol√≠cia Militar C√©sar Rubens Monteiro de Carvalho, e do ex-subsecret√°rio Marcos Vinicius Lips, que tamb√©m viraram r√©us.

Mesmo com diversas irregularidades apontadas pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE), o ent√£o secret√°rio √† √©poca renovou o fornecimento de refei√ß√Ķes para os pres√≠dios com a empresa Induspan, de propriedade de Carlos Felipe Paiva, outro denunciado no esquema.

Propina para Cabral

Um dos operadores financeiros de Sérgio Cabral revelou, em colaboração premiada, que parte da propina recebida na Seap era repassada ao ex-governador, mas sem a definição de percentual fixo como identificado em outras secretarias já investigadas.

Segundo a den√ļncia, para receber a propina, Carvalho utilizava duas empresas das quais era s√≥cio, a Intermundos C√Ęmbio e Turismo e a Precis√£o Ind√ļstria e Com√©rcio de M√°rmores.

O s√≥cio dele √© Marcos Lips, apontado como respons√°vel pela entrega de dinheiro em esp√©cie ao n√ļcleo central da organiza√ß√£o criminosa que operava no estado do Rio de Janeiro na gest√£o do ex-governador S√©rgio Cabral.

Um coment√°rio

  1. Esse ex-governador foi eleito para roubar o povo do Rio de Janeiro graças ao cabo eleitoral Luís Inácio Lula da Silva, que conclamou a população carioca para votar no Sérgio Cabral, pois ele seria o mais ético, o mais preparado! Eu acho que Lula falou tudo isso porque ele é ignorante!
    Como diria o ex-Senador M√£o Santa: “A ignor√Ęncia √© audaciosa!”….

Untitled Document