domingo, 22 de abril de 2018

TEMPO REAL

 

Capa / Internacional / Mais de 100 países aprovam resolução contrária aos EUA na ONU

Mais de 100 países aprovam resolução contrária aos EUA na ONU

Matéria publicada em 21 de dezembro de 2017, 17:45 horas

 


Nova York – Mais de 100 países desafiaram o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e votaram nesta quinta-feira (21) a favor de uma resolução da Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas que pede que os EUA voltem atrás de sua decisão de reconhecer Jerusalém como a capital de Israel e que desistam da ideia de mudar a embaixada americana no país para a cidade. A informação é da agência Reuters.

A Assembleia Geral da ONU, realizada hojefoi uma rara sessão especial de emergência – a pedido de países árabes e muçulmanos – para votar o esboço de resolução, que foi vetado apenas pelos EUA na segunda-feira no Conselho de Segurança da ONU, de 15 membros.

Ontem, Trump ameaçou cortar a ajuda financeira aos países que votassem a favor da resolução, e seu alerta parece ter tido algum impacto sobre nove países que votaram contra e 35 que se abstiveram. No total, 128 países votaram a favor da resolução.

No fim, só Guatemala, Honduras, Ilhas Marshall, Micronésia, Nauru, Palau e Togo, todos eles nações pequenas, votaram ao lado de EUA e Israel. As pressões americanas, no entanto, se traduziram em um número maior de abstenções do que o habitual nesse tipo de resolução.

Argentina, Austrália, Canadá, Colômbia, Hungria, México, Panamá, Paraguai e Polônia foram alguns dos países que se abstiveram.

11 comentários

  1. Achei ótimo o mundo mostrar que não está do lado das loucuras de Donald Extrampo. Como os EUA e qualquer país pode decidir qual capitão vai ser ali ou aqui, imagine ele fazer isso aqui no Brasil, alguém ia gostar? Além de reafirmar e insuflar uma guerra entre cristão e mulcumanos que já existe há muito tempo. Tanta guerra por disputa de poder, por ganância, por motivos políticos e dizem que são religiosos. Ah, tá. Jesus pediu mesmo que se estapeassem por um quadrado de terra, algo tão insignificante para diante de homens que morrem diariamente por causa dessa guerra sem sentido. O que há na verdade é EGO, um querendo dizer que é o dono daquela terra, que dizem ser abençoada por Deus. Bem, se é abençoada, por que tem tanta guerra? Um solo em que Jesus passou, sim, mas suas palavras são mais valiosas do que qualquer terra que ele pisou ou passou. Estão glorificando o altar e esquecendo o SALVADOR. Ego! Poder! Ganância! E um povo enganado e levado a lutar, pelo menos os que são extremistas. Parabéns quando o mundo se une para dizer não a um TIRANO como TRAMPO.

  2. Jesus, que era palestino, se voltasse hoje, seria chamado de socialista, agitador, baderneiro, defensor de p*** e de ladrão…

  3. الفتح - الوغد

    Mas o que esse imbecil lucra tirando a embaixada de cidade A para cidade B?… Obviamente, é uma provocação gratuita, coisa que só os patetas fazem…

    Se Trump fosse brasileiro, já estariam todos criticando o eleitorado tupiniquim…

  4. Jerusalém é de Israel e ponto final. Ela foi invadida pelos muçulmanos quando foi destruída pelo imperador romano e o povo de Israel precisou fugir. Muçulmanos acham que por terem homens bomba todos vão se curvar a eles mas estão muito enganados!

    • Essa sua “lógica” aplica-se os invasores e saqueadores ibéricos que aportaram na América nos séculos XV e XIV, com canhões, varíola e cruz?

    • Erratas: “aplica-se aos”; e “séculos XV e XVI”

    • الفتح - الوغد

      A Diáspora Judaica precedeu em muitos séculos o surgimento do islamismo… Os judeus são o povo mais odiado e “chutado” da história, talvez porque sempre consigam um padrão de vida melhor que o dos nativos nas terras onde se instalam, gerando ódio e rancor…

    • Brasileiro mal sabe escolher vereador, “informa-se” basicamente por rede social e Jornal Nacional, e se acha doutor em História e Geopolítica…

  5. Como pode um país cristão votar contra Israel ou se abster?

    Esses países só são cristãos ENTRE OS DENTES?

Untitled Document