quinta-feira, 20 de setembro de 2018

TEMPO REAL

 

Capa / Marketing de conteúdo / Volta Redonda vive calamidade administrativa, diz Neto

Volta Redonda vive calamidade administrativa, diz Neto

Matéria publicada em 6 de maio de 2017, 18:07 horas

 


Ex-prefeito diz que Samuca Silva falta com a verdade e diz que dados de relatório não batem

Volta Redonda – Em nota de esclarecimento divulgada ontem, o ex-prefeito Antônio Francisco Neto afirmou que o relatório divulgado por Samuca Silva (PV) para justificar o pedido de calamidade financeira está repleto de incoerências. Em carta, Neto diz que o documento enviado à Câmara Municipal e Ministério Público, entre outros órgãos, tem erros grosseiros e primários de contabilidade financeira. Além disso, o ex-prefeito afirmou que há total desconhecimento de gestão pública nas afirmações do atual prefeito.

– Não há dúvida que Volta Redonda enfrenta um estado de calamidade, mas não é financeira, é administrativa. Quem está lá não sabe o que está fazendo e pode colocar a cidade em risco. Há mentiras, inconsistências e confusão. Nunca vimos algo assim – diz um trecho da nota.

A nota afirma ainda que há uma série de contradições nos números apresentados por Samuca: “Ele fala uma coisa nas entrevistas à imprensa, divulga outra completamente diferente no relatório que pede o ‘estado de calamidade financeira’ e dá outra versão no que publica no Diário Oficial da prefeitura (o Volta Redonda em Destaque)”, ressalta a nota.

Um dos casos citados na nota é sobre o valor da dívida anunciado por Samuca.

“Anunciam uma dívida de mais de R$ 800 milhões. Mas depois o próprio governo diz que a dívida total que existe, que deixamos parcelada e com pagamento em dia, é de R$ 145 milhões. Ele mesmo publicou isso no jornal da prefeitura, o ‘Volta Redonda em Destaque’, na edição de 30 de janeiro de 2017. Está lá para quem quiser ver. A antiga dívida previdenciária do município entregamos parcelada e em dia. Também herdamos a prefeitura com dívidas, mas as que repassamos estavam parceladas e com pagamento em dia”.

A nota informa também que no próprio relatório existem contradições. “O relatório apresentado à Câmara pelo atual governo é completamente contraditório quando fala dos valores que teriam sido deixados pela administração anterior para pagamento pela administração atual. São três números diferentes: nas folhas 5 e 6, fala-se em R$ 148 milhões, na mesma folha 6, fala-se em R$ 102 milhões, e na folha 9, em R$ 51 milhões. Nem eles sabem do que estão falando. Parece que o relatório é um grande ‘catado’ sem nenhum cuidado”, ressalta.

Matemática básica

A nota prossegue: “Um dos itens mais esdrúxulos do relatório conseguiu transformar um superávit (valor positivo) de R$ 32.212.977,82, que foi o resultado final de 2016 da prefeitura de Volta Redonda, em um déficit (valor negativo) de R$ 277.825.617,60”.

– Erraram na matemática básica da administração pública. Somaram todos os superávits de 8 anos e subtraíram todos os déficits do mesmo período. Todos sabemos que o déficit ou superávit de um ano anterior é absorvido no ano seguinte. Ao final de 2016, se chegaram ao superávit de R$ 32 milhões, somente poderia haver esse déficit em 2017 e teriam de ter um resultado negativo exorbitante.

Neto cita na nota um exemplo: “A pessoa fecha o ano de 2013 com a conta no vermelho em R$ 2 mil e em 2014 consegue fechar com saldo positivo de R$ 300. Se você apenas subtrair estes valores, vai parecer que a pessoa está devendo R$ 1.700. Ninguém nunca vai pagar dívida nenhuma. Se apareceu R$ 300 positivo, é sinal que a pessoa pagou os R$ 2 mil e ainda colocou mais R$ 300 lá. Essa pessoa tem um superávit de R$ 300 e não um déficit de R$ 1.700. De verdade, nunca vi nada tão infantil e preocupante, pois trata-se de Volta Redonda, a cidade onde vivemos”, disse.

Neto conclui a nota, fazendo um desafio à Samuca. Ele diz que a prefeitura tem R$ 100 milhões em caixa: “Quero ver o Tribunal de Contas aceitar o pedido de calamidade financeira com este dinheiro em caixa”, indaga o ex-prefeito.

6 comentários

  1. Meu amigo, o Neto não precisa ter medo do Samuca, quem tem que ter medo do Samuca somos nós moradores de Volta Redonda, esta administração está perdida igual cego em tiroteio.

  2. Carlos Alberto de Oliveira

    Já estamos com saudades do melhor prefeito do Brasil

  3. Neto sempre lutou para que todas as funções do município sempre estivessem funcionando para atender nós os contribuintes, independente de situação financeira, já o menino Samuca que queria tanto sentar na cadeira agora não sabe o que fazer e simplesmente agora diz que não tem dinheiro e para funções vitais da cidade, até para isso precisa competência, faz parte do jogo Samuquinha..

  4. Sou morador de VR. O neto deve estar preocupado mesmo. Samuca silva, responde logo!

  5. Nao falta com a verdade neto. Esquece volta redonda. Voce afundou volta redonda e agora ra com medo do samuca.

  6. Eterno Prefeito de Volta Redonda. Aguardamos seu retorno Neto.

Untitled Document