terça-feira, 21 de novembro de 2017

TEMPO REAL

 

Capa / Bastidores e Notas - Por Aurélio Paiva / Outro chanceler ‘fake’: ele teria aplicado golpe milionário nos EUA

Outro chanceler ‘fake’: ele teria aplicado golpe milionário nos EUA

Matéria publicada em 17 de março de 2017, 22:00 horas

 


Preso pelo FBI por golpe, o brasileiro Daniel Fernandes Rojo Filho virou ‘chanceler’ no mesmo esquema do ‘chanceler’ que se reuniu com o prefeito de Volta Redonda

wp-coluna-bastidores-e-notas-aurelio-paiva
No último dia 2 de março o FBI emitiu uma nota pública para localizar mais vítimas que teriam sido lesadas por um suposto esquema fraudulento de investimento operado pelo brasileiro Daniel Fernandes Rojo Filho, que começou em 2014 e lesou milhares de pessoas.
Daniel foi preso em 2015 pelo FBI, nos EUA, onde o golpe milionário de um esquema de pirâmide financeira teria sido aplicado.
Daniel Fernandes Rojo Filho se dizia “chanceler do Brasil” nos EUA. Assim como Rafael dos Santos Pinto teria se apresentado  ao prefeito de Volta Redonda, Samuca Silva, como “chanceler do Qatar”.
Os dois foram feitos “chanceler” pela mesma pessoa: o autointitulado comendador Regino Barros, sobre quem falaremos mais adiante.
Rojo Filho tinha até uma página na internet: www.uschancellor.com.br, hoje desativada. O nome da página iludia os americanos. Imaginavam tratar do verdadeiro chanceler do Brasil, que na verdade é o ministro das Relações Exteriores.
Na página, o “chanceler” se prontificava a ajudar empresários que quisessem investir na Copa do Mundo 2014 e na Olimpíada 2016 ou em diversos setores de negócios no Brasil – de transporte aéreo a petróleo.
Mais ou menos a mesma proposta que o “chanceler” do Qatar anunciou que faria aos empresários de Volta Redonda, se o esquema não tivesse sido denunciado: investimentos no Qatar, que sediará a Copa de 2022.
A narrativa que se segue mostra que a coisa não é para amadores.
Tem gente graduada em fraudes e golpes no meio desta história.

Empresa do ‘chanceler’ dizia que tinha minas de ouro no Brasil

O esquema de Daniel Fernandes Rojo Filho foi descoberto em uma operação liderada pelo agente especial Brian O’Hara, do FBI. Envolve a empresa DFHF Enterprises, com sede na Flórida e em Massachussetts. DFRF são as iniciais do ‘chanceler’, dono da empresa.
Rojo Filho dizia que a empresa possuía cerca de 50 minas de ouro no Brasil e na África do Sul.
Segundo o FBI, a partir de 2014, Rojos Filho e seus comandados começaram a oferecer às pessoas a oportunidade de investir e, portanto, tornarem-se “membros” da DFRF e terem um retorno financeiro inimaginável.
Ele lançou um vídeo na internet e se reunia com empresários em salões, casas e escritórios. Ousado, em 16 de outubro de 2014 chegou a reunir possíveis investidores a bordo do Spirit of Boston, um barco ancorado no Porto de Boston.
Além das minas de ouro (que eram “comprovadas” com certificações falsas), dizia que ia triplicar os recursos para investir nas minas junto a um banco na Suíça. Mais: garantia que os investimentos seriam 100% segurados contra perdas por uma empresa sediada no Reino Unido e Barbados.
“Tudo isso era falso”, segundo o FBI.

Levando uma vida de rei com o dinheiro dos outros

O malandro conseguiu faturar US$ 12 milhões com o negócio.
Não investiu nada em nada. Torrou US$ 3,5 milhões só em viagens, restaurantes e bens de consumo – incluindo vários Lamborghinis, Rolls Royce, Mercedes e Cadillacs.
No seu Facebook há fotos deles na porta de um jato de luxo.
Exibia-se nos pontos mais caros e badalados da Flórida.
Era “o cara”.
Em 21 de julho de 2015 o milionário ‘chanceler’ foi preso pelo FBI em Boca Raton, na Flórida.
Estima-se que milhares de pessoas foram lesadas.
A pena para este tipo de crime nos EUA, segundo o FBI, é de até 20 anos de prisão, três anos de liberdade condicional e uma multa de US$ 250 mil ou o dobro do ganho bruto ou perda da fraude, o que for maior.
Abaixo, alguns links de referência: a prisão pelo FBI; a busca do FBI por mais vítimas; e o relatório com as investigações do agente especial do FBI Brian O’Hara.

https://www.fbi.gov/contact-us/field-offices/boston/news/press-releases/fugitive-arrested-in-multi-million-dollar-investment-fraud-scheme

https://www.fbi.gov/resources/victim-assistance/seeking-victim-information/seeking-victims-in-dfrf-investment-fraud-scheme

https://www.justice.gov/usao-ma/file/772021/download

Um esquema para lavar dinheiro do mais perigoso cartel de drogas

“O ‘chanceler’ brasileiro do Cartel de Sinaloa”. Este é o título de uma reportagem investigativa publicada no Brasil pela Agência Pública, uma ONG formada por jornalistas investigativos. Reproduz reportagem publicada no México, originalmente, e em vários outros países, de autoria dos jornalistas Anabel Hernández (México) e Philippe Engels (Bélgica) .
A publicação ocorreu em fevereiro de 2014 e dá uma ideia do que fazia o ‘chanceler’ Rojas Filho antes de criar o golpe da DFRF, pelo qual foi acusado e preso.
A reportagem diz que ele havia sido foi identificado por órgãos de segurança americanos como “uma importante conexão do Cartel de Sinaloa – a poderosa organização criminosa mexicana – na busca para estender seus tentáculos no Brasil”.
A partir da Flórida (EUA), onde vivia, operava “uma rede de empresas fantasmas” descoberta em 2008 por uma investigação da agência antidrogas americana (DEA) e outras agências do governo.
“É acusado pela DEA de conspirar para traficar e distribuir drogas nos Estados Unidos”.
Os Estados Unidos, segundo a reportagem, consideravam o Cartel de Sinaloa como o mais poderoso do mundo. Seu líder, Joaquín Guzmán Loera, o “El Chapo”, era na época um dos homens mais procurados pela Justiça americana.
Ele acabou sendo preso e, no final do ano passado, foi extraditado para cumprir pena nos EUA.

O "Chanceler" que foi preso acusado de dar golpe em milhares nos EUA

O “Chanceler” que foi preso acusado de dar golpe em milhares nos EUA

Esquema de pirâmide se juntava à lavagem de dinheiro do tráfico

O esquema de “pirâmide” pelo qual Daniel Fernandes Rojo Filho está preso era usado por ele bem antes de 2014 (ano em que fundou a DFRF). Já fazia isso em 2007. Pior: usando ainda o esquema para lavar dinheiro do tráfico, segundo documento de 2012 do Instituto de Análises de Defesa do Pentágono (IDA), citado na reportagem.
“De acordo com o documento o empresário brasileiro Rojo Filho, seu sócio Benevides e as empresas criadas e operadas por ambos são ‘agentes financeiros’ do Cartel de Sinaloa, a organização encabeçada por ‘El Chapo’.”
O esquema de lavagem de dinheiro do cartel usava as fraudes das chamadas pirâmides financeiras, conhecidas como ‘esquema Ponzi’, e de falsos projetos de investimento em energia renovável.
Milhares de pessoas nos EUA, Bélgica, Canadá, Áustria, Espanha, França, Panamá e Leste europeu foram lesadas”.
Diversas empresas foram criadas pelo ‘chanceler’ tanto para aplicar o golpe do “esquema Ponzi” quando para a fraude de investimentos em energias renováveis, segundo os jornalistas (eles citam cada uma delas).
O negócio movimentou pelo menos US$ 213 milhões em menos de um ano.
O dinheiro apurado nas fraudes era misturado com o dinheiro do narcotráfico para dificultar o rastreamento.

Rojo já ostentava, à época, o título de ‘chanceler’

A reportagem mostra que Daniel Fernandes Rojo Filho já usava o título de “chanceler” em suas operações:
Diz que ele era “um homem com sorte e cara de pau suficiente para vender-se como chanceler do Brasil nos Estados Unidos”.
Sua base era em Boca Raton, Orlando, na Flórida, onde promovia “cerimônias pseudo-oficiais com direito à farta exibição das cores da bandeira nacional”. Através de uma página de internet, Rojo Filho apresentava aos americanos oportunidades de investimento em infraestrutura, desde a Copa de 2014 e Olimpíadas de 2016 até projetos da Petrobrás – contam os jornalistas.
A investigação dos repórteres foi baseada em documentos e procedimentos judiciais públicos nos Estados Unidos e na Bélgica, na declaração juramentada de um agente do governo americano e de testemunhas.
O link para a íntegra da reportagem: http://apublica.org/2014/02/chanceler-brasileiro-cartel-de-sinaloa/

 

O padrinho dos ‘chanceleres’ e a briga interna hoje no grupo

O padrinho de tantos títulos de chanceler chama-se Regino Barros. Ele criou várias “Ordens Soberanas” e “comendas” e distribui títulos de chanceler e comendador.

Regino Barros, o criador dos 'chanceleres', ao lado de Daniel Fernandes Rojo Filho, que foi preso pelo FBI

Regino Barros, o criador dos ‘chanceleres’, ao lado de Daniel Fernandes Rojo Filho, que foi preso pelo FBI

Sua base para isso é uma ONG que ele controla chamada Cisesp (Centro de Integração Cultural e Empresarial de São Paulo).
Também reina sobre várias “câmaras de comércio” (que nada têm a ver com as câmaras de comércio oficiais).
Por exemplo, é um dos diretores da Câmara do Comércio Brasil-Qatar.
A mesma Câmara da qual o ‘chanceler’ Rafael dos Santos Pintos (que esteve com o prefeito Samuca) diz ser vice-presidente.
Mas o grupo parece estar rachando.
Na última semana o presidente da tal câmara de comércio com o Qatar, Gil Garritano, esteve no DIÁRIO DO VALE para dizer que o ‘chanceler’ teria sido obrigado a renunciar à vice-presidência.
As pessoas ligadas ao ‘chanceler’ desmentem: dizem que ele continua e que o que está havendo é uma “briga de família”.
A polícia está no caso, através do delegado adjunto da 93 DP, Marcelo Russo.
Que tem feito uma apuração diligente sobre o episódio que ocorreu com Volta Redonda e as ramificações em torno dele.
Vamos aguardar.

 Moção de Congratulações aos ‘chanceler’ que esteve em Volta Redonda


Moção de Congratulações ao ‘chanceler’ que se reuniu com prefeito de Volta Redonda

40 comentários

  1. Aurélio Paiva

    Nota do jornalista Aurélio Paiva:

    Enquanto houver notícia nova sobre o tema o assunto não vai acabar.
    Não vamos proteger gangues nacionais e nem internacionais.
    E vamos continuar dando à polícia elementos à sua investigação.
    Doa a quem doer.

    • ALEXSSANDRO CORREA DUARTE

      Apoiado, a reportagem sobre o “chanceler” Daniel Fernandes Rojo Filho já é interessante por si só. Seria bom navegar um pouco mais nessa mar de lama e trazer informações sobre golpes semelhantes que ocorreram no Brasil.

  2. Quantos assuntos acontecendo no Brasil, pra frente meu amigo, assim que o jornal ganha dinheiro.
    Que falta de matéria
    .

  3. O dia que este assunto chato acabar volto a ler o dv chega . Tem mais coisa acontencendo no mundo.

  4. Muitos que aqui comentam, ainda vão se arrepender. Eu ainda acredito nesse rapaz, que se fosse um politico profissional, como as raposas que já habitaram o Palácio 17 de julho, não seriam enganados. Na minha opinião, a maior culpa são de seus assessores (todos . Chega de políticos profissionais. As viúvas do Gordo, vão procurar outra boquinha.

  5. Esse assunto já é passado, vamos seguir em frente, parabéns ao jornalista pela matéria, muito bom, mas, vamos em frente, ninguém fez negócio, vamos deixar o rapaz trabalhar, afinal de contas, temos 4 anos pela frente e uma cidade a ser administrada. Samuca é um cara capaz e inteligente, estava apenas tentando buscar melhorias para a cidade.

    • Então porque voltam com a matéria. Jornal vive de leito, IBOPE. Se essa noticia fosse fraca garanto que não estava mais na mídia. Mas como virou a piada do ano e vai ter gente lembrando disso e rindo ate 2020 kkkk com total certeza que todas as vezes que essa matéria aparecer, o comentário de gozação é certo. E não são poucos. kkkkk O MICO DO ANO. Essa não tem mais jeito. Ficou na história.

  6. Todos aqui devem ter perdidos alguma grana na mamata de 20 anos do governo anterior e que contribuiu para a divida de quase 1 bilhao… isto mesmo. .. 1 bilhao. Lembro que o orçamento de VR é de 800 milhoes. Samuca anunciou varias medidas e ninguém falou nada. Alem disto este negócio ta ficando chato de fake. Samuca foi ao encontro como qualquer outra reunião. Nao houve assinatura.. publicou assim como foi na caixa econômica. Tínhamos que cobrar o asfalto e a manutenção da cidade. Estes comentários são de frustrados que nada contribuem para a cidade.

    • Esta enganado. Assim como o Samuca, vc está enganado. Tudo que o Samuca faz e noticiado. Um dos problemas foi justamente esse. Quem muito fala dá bom dia a cavalo. Ou a chanceler falsificado.

  7. Dá próxima vez deixe o mané cair em vez de avisar. Ou deixe o mico virar um king Kong e só avise quando estiver no ato da assinatura. Papel do jornal é noticiar. Quem tem de assessorar é assessor

  8. Não é o bobo do Samuca, não é a descoberta do jornalista, não são os samukets culpando o jornalista por esse mico…TRISTE mesmo é o ANALFABETISMO POLÍTICO do nosso povo, eu estou incluso até anos atrás achando que não era idiota. Agora sei com certeza que eu também era UM PERFEITO IDIOTA quando esquivava dos assuntos políticos.

    Como pode haver gente criticando o jornalista, logo ele que defendeu VR de uma tragédia política, econômica e patrimonial?
    O que essa gente pensa?
    Eles querem que esse fato deveria ser escondido e seja esquecido?
    Será que eles não tem noção nenhuma de que os assuntos que envolve recursos públicos devem ser TRANSPARENTES?
    Eles realmente sabem o que é TRANSPARÊNCIA?

    Vamos acordar, gente!
    Enquanto ficamos dormindo em berço esplêndido, esses corruptores estão agindo e se especializando em enganar os candidatos que elegemos. Há os candidatos especialistas em enganar os eleitores também. Vejam: até o Samuca enganou meia cidade dizendo-se ser gestor público. Ainda bem que ele nunca se preocupou em escrever essa profissão com letras iniciais maiúsculas, sinal que ele não era.

    A boa notícia, gente, é que os corruptores têm medo que VOCÊ acorde.

  9. Aonde tem DINHEIRO em abundancia e brasileiro que gosta de ostentar, certamente haverá cheirinho de ilicitudes.

  10. Samuca, Samuquinha, porta e campainha… Péééééim!… Depois do embuste denunciado, tudo virou comédia pastelão…

  11. Troco meu título do Aldeia das Águas por um de chanceler. Os dois não valem nada mesmo.

  12. Querendo aliviar o fiasco que aconteceu em Volta Redonda kkkkkkk Não adianta aliviar não… Volta Redonda é a piada do ano.

  13. Brasileiro é especialista em golpes, infelizmente é nossa cultura, desde a invasão (descobrimento) aqui sempre foi de exploração…
    Todos tentando dar um golpe, seja subornando um guarda, estacionando em rotativos e não pagando ou ainda roubando milhões do Petrobrás… É tudo roubo!
    Somo todos Brasileiros…

    • Não generalize! Os mais humildes e trabalhadores, aqueles que valorizam o suor, não fazem isso.

    • Vai vendo, infelizmente a maioria faz sim, propina e suborno não é só em milhões, está nos pequenos atos, a maioria de nós brasileiros temos o hábito de levar vantagem em tudo, infelizmente só pensamos primeiramente em nós.
      Iligalidade está por toda parte (não vou entrar no mérito da questão, só citar) como: sonegar, declarar menos no IR, não devolver um troco que foi nos dado a mais, avançar o sinal vermelho, parar só um pouquinho em local proibido, trafegar acima da velocidade permitida e muitas mas muitas coisas mais.
      Então VAI VENDO que de alguma forma nenhum de nós podemos atirar a primeira pedra

  14. O Samuca foi na conversa do chanceler; saiu do encontro com a perspectiva de viajar para o Qatar, além de ter anunciado na sua rede social para ciência dos samukets.

    Como não se contenta em ser enganado, ainda aceitou a conversa do secretário de obras estatual prometendo que “em breve” inaugurará a Rodovia do Contorno. Será que o Samuca sabe que estamos no meio do mês de março e somente agora é que o Pezão está pagando parte dos salários de janeiro dos servidores estaduais? Como pode o Samuca acreditar nisso e ainda vir a público dizer isso aos voltaredondenses?

    Samuca, pede para sair, meu filho!

  15. Proximas reunioes de Samuca visando o crescimento de VR.
    -Papai noel
    -Coelhinho da pascoa
    -Bozo
    -Cuca

  16. Vejam nas mãos de quem o povo de VR colocou a cidade. Um garotão aventureiro chamado por um internauta abaixo de inocente, ou seja, sem condições de assumir a cadeira para a qual foi levado. Triste demais para nossa cidade. E o mato alto continua por toda a cidade.

    • Realmente, VR ta um matagal danado. Há pontos da cidade que o mato esta tão alto que tem prejudicado a visibilidade dos motorista o que pode causar serios acidentes.
      Sem mencionar em algumas crateras no asfalto que há seculos estão lá.

  17. Essa matéria do Aurélio foi pra aliviar um pouco a barra do Samuca.

    • Verdade! Mas veio tbm para reforçar que o Samuca não teria CHANCE NENHUMA de escapar da enganação. Não fosse o jornalista, o Aeroporto Regional ia parar nas mãos forasteiros e porque não dizer de mercenários.

  18. A qui em volta Redonda tem sete comendador ,deveria apurar isso ou em comendador em comenda, e ele traz . Picareta ,

  19. É super normal levar um golpe desses, tá aí a prova!
    E o povo falando mal da assessoria do nosso Samuquinha, se nos States levaram golpe, pq aqui seria diferente?
    Isso é normal prefeito, fica chateado não, estamos juntos! #samucaprefeito, #avantevr, #vamosdeuber.

  20. Malandro é malandro, mané é mané… brincadeiras à parte é sempre bom desconfiar quando a “esmola” é muito grande!

    • Concordo, se a maior potencia mundial que tem um dos melhores sistemas de segurança do mundo foi lesada imagina VR então?
      Não dizendo só em VR, mais acho que todo territorio brasileiro poderia acontecer algo desse tipo

  21. Chanceler Gostei rsrsrs. Deve ter muita gente aqui com este título , Aonde vende este título rsrsr. Será que parcelam? Tem que ser em 24 vezes pois golpe por golpe estamos levando da PMVR.

    Só acho que tem algo estranho nesta história , procurem saber quem fez contato , como foi feito este contato , ? quem levou Samuca até ele ?

    Hum. Acho que se procurarem a fundo vamos ter novidades ……

  22. TURMA DE BOÇAL!

  23. Vicente Cassepp Borges

    Para ser bem sincero, eu vejo que foi algo positivo. Gente honesta não consegue ver maldade nas coisas. Se o cara tem facilidade em identificar um golpe, é por que ele é um golpista. Trata-se de um esquema organizado, que lesou diversos americanos. Acho engraçado ficar rindo do Samuca, mas friamente falando é um erro compreensível.

    • Amigo, honestinade é uma coisa e fazer papel de trouxa e outra.
      Então pra ser honesto não pode ver malicia em nada? Nesse mundo que vivemos não podemos confiar em ninguem!

  24. Vou me intitular princesa do reino dá minha residência…

  25. “Tem gente graduada em fraudes e golpes no meio desta história.” rsrsr

    E vem o Samuca dizer que não houve envolvimento de dinheiro dos voltaredondenses. Ia cair igual a um patinho na lagoa. rsrs

    E nós, os voltaredondenses, perderia o Aeroporto Regional.

    Samuca, troca essa sua assessoria o mais rápido possível, e aproveite troque o engenheiro elétrico do SAAE, senão eles acabarão com a sua vida política.

Untitled Document