domingo, 15 de julho de 2018

TEMPO REAL

 

Capa / Cidade / Pacientes reclamam de prazo para agendar consultas e exames

Pacientes reclamam de prazo para agendar consultas e exames

Matéria publicada em 16 de dezembro de 2017, 17:20 horas

 


Secretário diz que problema é causado pelo acúmulo da demanda de 2016 e deficiência nos planos de saúde

Volta Redonda – Usuários da rede municipal de saúde estão se queixando pela demora no agendamento de consultas com médicos especialistas e para realização de certos exames. Mesmo quando conseguem vencer estas duas etapas, ainda existem queixas por supostos atrasos da entrega dos resultados. A Secretaria de Saúde informou que pegou uma grande demanda vinda de 2016. Além disso, aponta que a crise fez pessoas migrarem dos planos privados para a rede pública.

Segundo Dalva Maria da Silva, moradora do bairro Eucaliptal, para conseguir um encaminhamento para consulta com um neurologista ela teve que esperar três meses.

– Até para receber o resultado de um exame de mamografia, realizado em outubro, eu ainda estou aguardando. Lembrando que o pedido para este exame foi feito somente em março. Na terça, por exemplo, fiquei na Policlínica da Cidadania desde o meio dia para marcar uma consulta a um neurologista. Até às 15h35 não tinha sido atendida – acho isso um desrespeito.

A dona de casa Josislaine Aparecida Fernandes, saiu do Retiro para a Policlínica da Cidadania para marcar o retorno da filha, de 8 anos, a um dermatologista. Ela chegou às 13h20 e até às 16h ainda não tinha sido atendida.

– O meu encaminhamento foi marcado há quatro meses na UBS do Retiro para esta terça, dia 06. Acho um absurdo esperar tanto tempo, pois atrapalha a criança que fica este tempo todo sem atendimento. A minha outra filha de 5 anos tirou uma radiografia no dia 20 de outubro e até agora não saiu o resultado – lamenta.

A moradora do Retiro, Silvia Pereira teve que esperar quatro meses para conseguir um encaminhamento para sua mãe, Maria de Fátima, de 81 anos, para um exame com um cardiologista.

– No caso de minha mãe, a saúde dela está bem, mas imagine se ela estivesse com algum problema sério, o que poderia vir a acontecer. Tem muita gente que não pode esperar tanto – lamenta.

Alfredo: ‘Temos várias demandas de ressonância e ela cresce mais a cada dia’ (Foto: Roberta Caulo)

Alfredo: ‘A previsão é de que até fevereiro normalize os atendimentos de acordo com as medidas adotadas’ (Foto: Roberta Caulo)

Secretário aponta razões

O secretário de Saúde, Alfredo Peixoto, afirmou que diversos fatores contribuíram para dificultar e atrasar o encaminhamento para exames e consultas na rede pública. Em fevereiro, afirma Alfredo, um total 13 mil pessoas deixaram de ter planos de saúde em Volta Redonda e entraram na rede de saúde do município. Outro fator, segundo ele, foi o excesso de pedidos acumulados da demanda de 2016, totalizando só em radiografia 33 mil pedidos de exames acumulados.

– Em contrapartida, para reduzirmos este montante, iniciamos novas contratações de profissionais de saúde e realizamos mutirões de exames. Em janeiro só tínhamos um ortopedista ambulatorial para atender a exames de média complexidade. Agora temos sete profissionais. Também aumentamos o número de médicos radiologistas para seis profissionais. Para sanar este acúmulo de pedidos a secretaria realizou mutirão de exames de especialidades entre fevereiro a junho, e a partir de junho iniciamos um mutirão de imagens, tanto na Policlínica como na rede de urgência e que vai se estender até dezembro. Com essas medidas, dos 33 mil pedidos, conseguimos reduzir para 3,7 mil – confirma.

O secretário afirmou que também aumentou o efetivo de RH, e a carga horária com a realização de um plantão somente para impressão de exames.

– Os casos prioritários de acordo com a classificação médica estão tendo um laudo liberado mais rápido, com o objetivo de não comprometer o tratamento. A previsão é de que até fevereiro normalize os atendimentos de acordo com as medidas adotadas. Outra causa é o grande número de faltas a consultas e exames, mesmo após a confirmação das consultas. Hoje temos 30% de faltas em consultas e exames. O certo seria avisar com antecedência o motivo da ausência para permitir que a vaga seja ocupada novamente – explicou.

2 comentários

  1. É uma vergonha mesmo me consulto no posto vila mury em volta redonda doutora pede exames como ultra som raio simples, o ano vai acabar e ainda não fiz os exames,levei meu filho no pediatra deste mesmo posto solicitou um raio X e tem mais de seis meses que já passaram e nada é uma vergonha mesmo enquanto o samuca fica comprando coisas desnecessárias como esse hospital santa margarida deveria investir mais nos tem funcionando,será que ele leva sua família nesses postiços de bairro claro que não sr.prefeito solicite aos seus órgãos responsáveis por marca consultas que se agilizem e que os pedidos de raio X pedido nos postos sejam tirado nos hospitais em funcionamento indignação total sauna silva e eu voltei no sr. Fiz campanha p o sr.coloquei sua estampa aqui na porta de minha casa tenho como provar p o sr.de essa força de agilização aos postos de saúde grato

  2. Fiz um RX em novembro e estava conversando com um rapaz e comentei o seguinte: vai demorar muito o resultado, ele me respondeu o assim: vou procurar o Paulinho do RX que ele agiliza pra mim, conheço ele! Assim fica fácil pra alguns.

Untitled Document