sábado, 25 de novembro de 2017

TEMPO REAL

 

Capa / Região / Polícia Civil prende suspeito de homicídio em Pinheiral

Polícia Civil prende suspeito de homicídio em Pinheiral

Matéria publicada em 10 de agosto de 2017, 16:36 horas

 


Polícia Civil prende suspeito de assassinato que ainda teria enfrentado policiais

Polícia Civil prende suspeito de assassinato que ainda teria enfrentado policiais

Pinheiral – Policiais civis da 101ª DP, coordenados pelo delegado titular Antônio Furtado, cumpriram na tarde desta quarta-feira (10), um mandando de prisão preventiva contra Thales Henrique dos Santos Lopes, de 22 anos, suspeito de ter praticado homicídio. A vítima Uélio Aparecido dos Santos foi morto a tiros no último dia 14 de julho deste ano. O crime foi na Rua das Acácias, no bairro Ipê.

– O tráfico de drogas está sempre atrás desses homicídios. Uélio morreu por não pagar uma dívida de drogas a Thales – disse Furtado.

O delegado disse que o próprio suspeito teria confessado sem querer a autoria do assassinato. Na segunda-feira passada, o suspeito foi abordado por policiais militares, no Centro de Pinheiral e, segundo Furtado, se enfureceu após ser revistado pelos PMs. O policial disse que em um momento de raiva, xingou os agentes e disse que era para não colocarem as mãos nele, pois já tinha matado uma pessoa.

– Ele (suspeito) disse ainda aos PMs que não faria nenhuma diferença se ele matasse outra pessoa. Thales ainda desafiou os policiais militares alegando que eles não tinham “peito de aço” para enfrentá-lo. Levado para a delegacia de Pinheiral, o jovem também ameaçou um policial civil. Por isso, eu o indiciei ainda por desacato, resistência e determinei sua prisão em flagrante – disse Furtado, logo completando: – A polícia já suspeitava de Thales desde o dia do crime. Após ser preso, uma testemunha, que antes não queria falar com medo de ser morta, apontou ele como o responsável pela morte de Uélio, que foi assassinado na rua com vários tiros. A vítima já tinha sido ameaçada pelo suspeito antes – relatou o delegado.

Furtado explicou que contou com o apoio da PM para elucidar o crime e que o objetivo das duas polícias é de devolver à paz em Pinheiral. Thales foi transferido para a Cadeia Pública de Volta Redonda (antiga Casa de Custódia), no bairro Roma, onde ficará à disposição da Justiça de Pinheiral.

Untitled Document