terça-feira, 25 de junho de 2019

TEMPO REAL

 

Capa / Região / Prefeitura de Barra do Pirai suspende serviços por conta da greve; atendimento hospitalar será mantido

Prefeitura de Barra do Pirai suspende serviços por conta da greve; atendimento hospitalar será mantido

Matéria publicada em 28 de maio de 2018, 12:38 horas

 


Barra do Pirai – A prefeitura Barra do Piraí informou, em nota enviada à Imprensa nesta segunda feira, 28, que devido a greve dos caminhoneiros, apenas os hospitais continuarão funcionando, normalmente, durante a semana. Já os estoques de combustíveis para ambulâncias deverão durar somente até a próxima quarta-feira (30). Ainda dentro da medida de contenção, o município informou que os postos de saúde, nos bairros, ficarão fechados.

O mesmo acontece com as aulas na rede pública de Educação, que também ficam suspensas até que a situação se normalize. A Secretaria Municipal de Educação disse que vai enviar novo cronograma de dias letivos, para a aprovação do Conselho Municipal de Educação.

Transporte

A greve dos caminhoneiros afetou ainda os serviços de transporte coletivo que atende a cidade. Os ônibus que fazem a linha Barra do Piraí a Ipiabas funcionarão com horários reduzidos e devem circular até a próxima sexta-feira (1°). A diretoria da Viação Santo Antônio, informou que a situação deve se agravar nesta terça-feira (29), caso o abastecimento de combustível não volte ao normal.

Lixo

Também devido ao baixo estoque de combustível, a coleta de lixo acontece somente hoje. A partir de amanhã o serviço será suspenso.  As equipes de limpeza e serviços essenciais devem manter os serviços, no máximo, até a próxima sexta-feira (1°).

Água

Os bairros Boa Vista da Barra, Lago Azul, algumas ruas do Belvedere, Ponte do Andrade e Boca do Mato serão os principais afetados pela ausência de combustível dos carros pipas, que deixam de circular a partir de hoje.

O abastecimento de água é outro setor que sente o impacto da greve dos caminhoneiros. Os quatro mil litros de produtos químicos usados em estações de tratamento de água deverão durar, com racionamento, no máximo, até a próxima sexta-feira (1°). Caso as unidades comecem a operar de forma parcial, as partes altas dos bairros poderão começar a sofrer com a falta d’água.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document