segunda-feira, 20 de novembro de 2017

TEMPO REAL

 

Capa / Região / Sindicatos vão passar a receber por negociarem acordos coletivos

Sindicatos vão passar a receber por negociarem acordos coletivos

Matéria publicada em 11 de novembro de 2017, 21:00 horas

 


Valor será definido em assembleia da categoria e deixará de ser opcional; verba substituirá contribuição sindical

Volta Redonda – O fim da contribuição sindical, definido pela reforma trabalhista, que entrou em vigor no sábado, dia 11 de novembro, vai ser compensado com a universalização de uma fonte de receita que já era utilizada por alguns sindicatos: a taxa de negociação. A partir da reforma, as assembleias convocadas pelos sindicatos para a discussão de acordos coletivos vão definir também uma taxa a ser descontada do primeiro pagamento após o acordo. A taxa passará a ser obrigatória para todos os trabalhadores beneficiados pela negociação e terá de ser definida em assembleia com o comparecimento de no mínimo 10% da categoria.

A mudança será feita através de um projeto de lei que será votado pelo Congresso Nacional. O DIÁRIO DO VALE foi informado que o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM), já se comprometeu com o deputado Paulinho da Força (SD) a fazer uma tramitação ágil da iniciativa.

Existe também a possibilidade de o presidente Michel Temer (PMDB) editar uma medida provisória sobre o assunto, mas representantes de centrais sindicais consideram o projeto de lei uma forma mais definitiva de tratar do problema, já que uma medida provisória teria de voltar ao congresso e poderia perder o efeito se não for decidida no prazo.

Silvio Campos afirma que trabalhadores precisarão mais do sindicato

“Não assinem nada sem consultarem seu sindicato”, recomenda o presidente do Sindicato dos Metalúrgicos do Sul Fluminense, Silvio Campos. Segundo ele, com a entrada em vigor da reforma trabalhista, existe a possibilidade de a empresa firmar acordos com os empregados sem a interferência do sindicato, o que poderá ser utilizado por algumas empresas para “passar por cima” da legislação e dos acordos coletivos.

— É muito importante que o trabalhador se sindicalize, não apenas para tornar seu órgão representativo mais forte, mas também para ter direito à orientação do departamento jurídico. Ainda temos que aguardar para ver como a Justiça do Trabalho vai agir após a reforma, mas estou preocupado, porque acredito que as empresas vão simplesmente visar o lucro, e não vão aumentar o número de vagas só porque os custos diminuíram — disse Silvio.

Silvio Campos: ‘Não assinem nada sem consultarem o sindicato’ (Foto: Paulo Dimas)

Silvio Campos: ‘Não assinem nada sem consultarem o sindicato’ (Foto: Paulo Dimas)

 

As principais mudanças com a reforma trabalhista

 

Férias parceladas em até três vezes

As férias poderão ser fracionadas em 3 períodos, sendo um período não inferior a 14 dias e os outros dois períodos não inferiores a 5 dias;

 

Tempo na empresa sem demanda

O período em que o empregado fica dentro das instalações da empresa para exercer atividades não ligadas as suas obrigações como empregado era considerado como tempo à disposição do empregador. Essas ações deixam de ser consideradas como tempo à disposição da empresa.

 

Hora de deslocamento

Até a reforma, era considerado tempo de trabalho o deslocamento quando o empregador fornece o meio de transporte aos seus empregados, devido a inexistência de transporte público ou por ser um local de difícil acesso. Agora esse tempo despendido pelo empregado desde a sua residência até a efetiva ocupação do posto de trabalho deixa de ser computado na jornada de trabalho, seja qual for a forma de locomoção.

 

Jornada de trabalho 12×36

A jornada 12×36 não tinha regulamentação, mas era utilizada principalmente na área de saúde, mediante acordo com os sindicatos. A partir de novembro, essa jornada passa a valer, podendo ser realizada mediante acordo individual escrito, convenção coletiva ou acordo coletivo.

 

Prêmios e abonos: maiores possibilidades

As empresas vivem com medo de oferecer prêmios, bônus e bonificações aos trabalhadores com a preocupação de como isso pode impactar nas questões trabalhistas. Assim se prejudicam os dois lados, a empresa que não pode motivar os trabalhadores e os trabalhadores que não podem receber esses ganhos extras.

Mas, com a Reforma Trabalhista, houve a não integralização de prêmios e abonos em salários.

 

Acordos coletivos e individuais

A diferença entre acordo individual, coletivo e convenção coletiva é que no acordo individual a negociação é realizada entre empregador e empregado diretamente. Já acordos coletivos são atos jurídicos celebrados entre uma entidade sindical laboral com uma ou mais empresas, a fim de estabelecer regras entre as partes. A convenção coletiva, por sua vez, é o acordo realizado entre entidades sindicais representando as empresas e os empregados, que são firmados em uma data base predefinida.

Contudo, os acordos não regem todas as regras trabalhistas, já que existem os direitos indisponíveis como o 13º salário, férias, FGTS, salário mínimo e seguro desemprego. Estão abertos para negociações os bancos de horas, plano de cargos e salários, compensação de horários, etc.

 

As demissões foram simplificadas?

Um exemplo da mudança, o segundo gerente trabalhista da Confirp, Daniel Raimundo dos Santos, se deu no caso da homologação de rescisão contratual, que a partir de agora está dispensada, mesmo para aqueles empregados que tinham mais de um ano de empresa. Essas homologações eram realizadas no sindicato da categoria profissional ou no Ministério do Trabalho, portanto serão diminuídas as atribuições destes órgãos.

Outra grande novidade é a padronização do prazo para pagamento das verbas rescisórias. Para qualquer tipo de rescisão de contrato, com ou sem aviso prévio, o pagamento deverá ser realizado no prazo de até dez dias, contados a partir do término do contrato. ,

 

Rescisão consensual

A rescisão consensual é uma nova modalidade de extinção de contrato. Será utilizada quando houver o comum acordo: o empregado não quer continuar exercendo atividade na empresa e, por sua vez, o empregador também não deseja a permanência do profissional. Nesta forma de rescisão de contrato as verbas rescisórias são diferentes:

Aviso prévio – Será devido o pagamento da metade do seu valor (se indenizado);

Multa do FGTS – Será devido o pagamento de 20% ao invés de 40%;

Saque do FGTS – O empregado poderá movimentar 80% do saldo;

Seguro desemprego – O empregado não poderá solicitar o seguro desemprego nesta modalidade.

 

Cláusula de arbitramento

A possibilidade de instituir cláusula de arbitramento nos contratos de trabalho foi instituída pelo Art.507-A, mas apenas nos contratos em que a remuneração do empregado seja duas vezes superior ao teto da previdência social (R$ 11.062,62 atualmente). Nestes casos é necessário que haja cláusula contratual compromissória de arbitragem, desde que por iniciativa do empregado ou por sua concordância expressa.

Também haverá a possibilidade de fazer acordo extrajudicial homologado na justiça do trabalho, já que foi incluída na competência das Varas do Trabalho a decisão quanto à homologação de acordo extrajudicial em matéria de competência da Justiça do Trabalho.

 

Intervalos de refeição

O período de descanso passa a poder ser negociado entre empregador e empregado, mas deve respeitar o mínimo de trinta minutos para jornadas acima de seis horas.

Para haver a redução do intervalo para refeição, isso deverá constar em acordo coletivo do sindicato e também o empregador deverá indenizar as horas suprimidas com adicional mínimo de 50% do salário hora do empregado ou reduzir esse período na jornada de trabalho.

 

Fontes:

Confirp Consultoria Contábil

Bazz Consultoria e Estratégias de Recursos Humanos

57 comentários

  1. Meu nome é Zé Pequeno!

    Se nós já pagamos mensalidades por que vamos pagar quando os mesmos negociarem o acordo?
    Concordo que tal taxa deva ser cobrado apenas para os não sindicalizados pois caso contrário é a reedição do “Dia da Viúva” com novo nome é daí eu é que deixarei de ser associado.

  2. Pessoal não vamos brigar porque o trabalhador da csn pertence a csn e não a este sindicato horroroso…é hora de comemorar pois com a reforma trabalhista esse sindicato que aqui está desaparecerá de uma vez por todas…eles vira e mexe estão bradando no caminhão deles, mas o que eles gostam mesmo é de levar vantagens pessoais…

  3. Peladinha da coqueria

    Por o amor de deus vamos estudar pessoas…nada adianta recramar da csn e do sindicato proque você comanda seu destino. Se vc quer ser um perdedor vc vai se. Se vc quer ganhar ce vai. Estudo muito pra sê alguém na vida e parar de recramar da csn. So estudando você chega alá. Estuda mais e recrama de menos. Açerta sua vida.

  4. Viva a reforma trabalhista pois agora a csn já pode negociar o turno de 8 horas direto com nóis!! Passa logo o documento pra gente asinar os R$ 2.500 de abono!!!

    • É jósimo seu arquipelego..uma coisa é certa…vc não entende nada de reforma trabalhista..deixe eu lhe dizer uma coisa já que você é um ignorante político..PRIMEIRO: A reforma trabalhista não atinge o turno de revezamento de 6 horas, pois, está lá no art. 7º, XIV da CF, que qualquer alteração na jornada será através de negociação coletiva..ou seja por assembleia dos trabalhadores..Ok seuignorante..SEGUNDO: A negociação individual só passa a valer para os trabalhadores contratados sob a égide da nova lei..e não os contratados anteriormente..Ok seu pelasaco..

  5. Mineirinho do Helicoca

    Cadê o abono?

  6. Considerando que a negociação do turno da csn tá parada, que até o padre de Volta Redonda tá quieto e que a csn mesma também não fala nada já dá pra perceber o conluio…daqui a pouco aparece o padreco testa de ferro do sindicato dando show no meio da rua para esquentar os ânimos…é lamentável como esse bispo se permite ser uma massa de manobra…já já ele vai aparecer denovo podem esperar…

    • Suas palavras demonstra que a igreja católica…nossos padres e o nosso Bispo Dom Francisco.. estão no caminho certo..agradecemos por seus comentários, infelizes..mas agradecemos..A opção pela defesa dos trabalhadores e dos mais oprimidos..é uma opção secular e não será diferente agora quando os trabalhadores da CSN enfrentam não só a tirania da empresa, mas também a traição do seu sindicato.Estranho seria..se você e muitos outros não fizessem nenhum comentários sobre o papel da nossa igreja..mas vocês através dos seus comentários demonstram que a igreja está acertando..Foi assim com cristo..foi assim com nossos papas..foi assim com Dom Valdir..E agora também não será diferente..Você é daqueles que acham, que a igreja deve cuidar apenas dos seus fieis não devendo se envolver com as questões envolvendo os trabalhadores..ledo engano..A igreja vai…e estará sempre, aonde o povo mas precisa..ao lado dos trabalhadores..termino dizendo a mesma coisa que comecei falando..agradecemos seus comentários..continue com eles..pois é certeza de que a igreja está no caminho certo. O dia em que você parar de fazer esses infelizes comentários é porque algo errado estará acontecendo com a nossa igreja..

    • Meu último comentário do dia..já repararam que esse Presidente do Sindicato, Silvio campos, em todas as negociações só aparece com o uniforme da CSN..Fica claro para todos em que lado esse cidadão estar..

  7. Conlutas (O seu futuro sindicato)

    Olá trabalhadores do Sul-Fluminense. Aqui quem vos escreve é um árduo representante do Conlutas. Venho através desta conclamar e fazer um chamamento à todos! Para que procurem conhecer mais nossas bandeiras de luta em pról do trabalhador. Nossos sindicatos são sérios e comprometidos com a classe trabalhadora do Brasil. Numa pesquisa idônea e com base real, a nossa média nacional de perda de contribuições sindicais é de menos de 10%. Ou seja, quase 90% dos trabalhadores que são representados pelo conlutas no Brasil manterão sua contribuição sindical, isto é, o pagamento de um dia de serviço no ano. Isso significa confiança! É essa mesma confiança, há muito tempo perdida no Sul-Fluminense, que queremos resgatar perante a classe metalúrgica. Atenção empregados da CSN e das Montadoras. Nem tudo está perdido! Estamos chegando para levar esta eleição sindical do ano que vem em 2018, e vamos, com sua ajuda e confiança, representar o Sindicato dos Metalúrgicos. Falar de igual para igual com essas empresas. Mostrar para eles que quem comanda as negociações são os trabalhadores e um sindicato forte. Não se deixem enganar a nosso respeito, conheça nossa luta e conclua por você mesmo: http://cspconlutas.org.br/ ….. https://www.facebook.com/CSPConlutas/

    • Espero que seja isto mesmo, porque a impressão que dá é de que os sindicatos estão todos comprados, tamanho o silêncio diante de tudo isto que está acontecendo.
      Ainda tem os movimentos como UNE, Panelaço, etc, todos muito quietos!
      Será que o TEMEROSO , calou somente os Senadores e Deputados?

    • Entrega uns folhetos na Nissan, pois todos desse sindicato daqui tem carro dado por ela pra meter o chicote no peão. Espero que esteja certo na sua colocação pois o Sul Fluminense está abandonado há décadas.

  8. Lula ladrão cachaceiro

    Os sindicatos não conseguiram nem se defender, acham que vão conseguir defender o trabalhador, se tiver taxa de negociação eu paro de pagar o sindicato por mês. Afinal olha o acordo de turno da CSN e SBM que vergonha.

  9. Só sindicato bom de verdade vai sobreviver, o resto vai sumir…e aqueles que sumirem é porque não fazem falta para os empregados. Aqui mesmo nessa região nossa. Sindicato dos rodoviários, dos metalúrgicos e do comercio. O que estas categorias conseguem? Os motoristas de ônibus e trocadores, coitados. Vivem reclamando do salário…os comerciantes então, putz…trabalham pra diabo sem serem substituídos para descanso…além de ganharem mal e não terem quase folga nenhuma (já que até em dia de domingo muitos trabalham mesmo que parcial)…metalúrgicos podem ver o que está acontecendo no turno de 8 horas da csn…descaso da csn com os empregados e o sindicato não consegue arrancar nada e não fala grosso…

  10. Olhe que palhasçada o presidente do sindicato estar pedindo para o pião não assinar mais nenhum documento na empresa. Aqui na csn o que este sindicato conseguiu meu deus? Vejam a negociação do turno de 8 horas não anda. A última reunião tem mais de duas semanas. E esse sindicato não consegue nem pressioná para andar mais ligero!! É mais fácil o pião ir direto na csn pedir uma proposta justa e assinar e largar esse sindicato fuleiro. Ele vão ter o que merecem.

    • Não vai ter acordo de turno porque agora a mídia já esclareceu que direitos constitucionais não podem ser modificados com a nova lei trabalista.como a troco de banana o sindicato não vai concordar e o Benjamim não quer dar mais nada, só resta o turno fixo que todos nós sabemos se tratar de um blefe.ja até rola nos bastidores que o turno de 8h melou.

  11. Bem, então vamos tomar como base de discussão este sindicato dos metalúrgicos que aí está. De fato a reforma trabalhista enfraquece os trabalhadores. E por conseguinte, se os trabalhadores ficarem mesmo ameaçados, a única forma de bater de frente com empresas espertalhonas seria um sindicato forte, afinal de contas todos eles foram os principais impactados pela reforma. O metalúrgico da região sul fluminense está completamente perdido e entregue ao bel prazer dos empresários e das empresas, porque aqui o atual sindicato dos Metalúrgicos é fraco e presidido por uma pessoa que não tem firmeza nenhuma, e que faz tudo o que o dono da empresa quer. Não tenho dúvidas de que os empregados daqui da região NÃO VÃO APROVAR taxa sindical a ser paga pelo trabalhador à este sindicato logo no primeiro salário após a negociação. Na CSN isso não vai acontecer. Na Nissan, onde reina o trabalho escravo e o sindicato nem dá a cara, nem pensar! A cara de pau da proposta de medida provisória é tão grande que ela propõe que, “com o mínimo de presença de 10% dos trabalhadores de uma empresa” essa tramoia seja aprovada. Quer dizer, abre-se um espaço para que os sindicatos façam assembleias escondidas só com os peixes, aprovando para o restante de 90% dos empregados (sindicalizados ou não) uma taxa a ser paga pelos mesmo sem a concordância destes. Então vamos diretor ao assunto. Ano que vem vamos dar a resposta para este sindicato: quando as empresas perguntarem quem quer fazer a OPÇÃO pela contribuição sindical (que deixou de ser obrigatória graças a Deus) de um dia de trabalho a ser descontada em março, digam: NÃO QUERO! TO FORA! E este será o início da derrocada destes sindicatos dos metalúrgicos pelego e ruim! Pois nas próximas eleições, eles NÃO VÃO CONSEGUIR SE MANTER!

  12. Alguns sindicatos até merecem um qualquer pois conseguem bons ganhos pra sua categoria,mas esse aí no caso da CSN não consegue aumento a muito tempo nem mesmo o INPC integral.

  13. O povo cada dia mais pobre e miserável.

  14. Sindicato só serve para arrecadação e trampolim político. Teve um que entrou no sindicato e chegou a ser presidente do país.

  15. Peão que não gosta de trabalhar, entra logo em Diretoria de Sindicato. Ou então Cipista. Tem estabilidade e não trabalha; Tô mentindo ?

  16. Aí, seu sindicato, viu os comentários? Então, deixa essa peãozada ingrata negociar diretamente com o patrão bonzinho um acodo Caracu.

  17. Resumindo estamos fudido.

  18. Lendo a maioria dos comentários, me convencem de q o povo infelizmente têm oq merece.

  19. A Nissan descendo o chicote no peão e os diretores do sindicato andando com carros de lá, agora ou ficam do lado do peão ou vão fechar as portas seus parasitas.

  20. Nós temos exatamente o que merecemos! Pelos menos ano que vem tem carnaval!

  21. A unica coisa boa foi freiar esse sindicatos que nao valem nada.
    Agora os ladroes tiraram a tia Dilma e colocaram o dracula do temer agora vao aguentar seus direitos serem suprimidos…
    Ainda bem que papai Lula ja disse que vai revogar reforma que prejudicar nos trabalhadores.
    Querendo os antis ou nao, LULA ESTA ELEITO.
    MELHOR PRESIDENTE DA HISTORIA DO BRASIL!

    • Vcs colocaram o Temer “fio”! Assume que vocês fizeram a grande M…

    • ESQUECERAM QUE TEMER ERA VICE DA DILMA?QUEM VOTOU NA DILMA VOTOU NO TEMER.

    • Mineirinho do Helicoca

      A culpa não é dos trouxinhas paneleiros, eles votaram em mim.

    • Realmente vc tem razão LULA PRESIDENTE. Vocês para entrarem mo Governo fizeram o pacto com o PMDB, agora querem dar uma de bonzinhos. Tenho o Vídeo do primeiro pronunciamento, após ser eleito do cachaceiro. Ele fala em fazer a Reforma Trabalhista. Depois só organizou o esquema de roubalheira. Quanto a ser eleito ano que vem, está difícil, pois ele está a um passo para ser preso. Quanto aos Assim de gatos, acabou a boca de um dia de salário obrigatório. Vão caçar serviço cambada.

  22. Agora sim, quem tem mais força e dinheiro na hora da negociação?? Escravidão à vista!

  23. Sindicato é uma praga a serviço do patrão.
    Se vendem com a maior cara de pau.
    Com certeza, muitos aqui, ainda se lembram do famoso safado presidente do sindicato dos metalúrgicos de VR, chamado Perrut.
    Esse safado e sua gangue sindical , prejudicou muitos trabalhadores da CSN e região.
    Foram acusados inclusive, de roubar o próprio sindicato.

  24. Contribuição obrigatória foi criada na era Vargas. Estamos em 2017. Já passou da hora dessa lei que só faz crescer cabide de emprego e mordomias nos sindicatos mas nada fazem para beneficiar o trabalhador. O Brasil é atrasado pq não tem uma legislação moderna. Quando se cria uma lei boa inventam outra ruim. Então nunca saímos do lugar.

  25. Tomara que agora o MST, que é um braço da CUT, não tenha mais dinheiro para fazer suas viagens pelo Brasil destruindo plantações de alimento e prejudicando os pobres que passam fome…

  26. Adeus direito dos trabalhadores. Agora turma de coxinhas chupa essa manga.

  27. Sindicato nunca fez por receber, deixou inúmeros trabalhadores de fora do processo da PLR, e perdeu ação da hora de refeição por negligência de outros inúmeros trabalhadores, se você ficou de fora procure um advogado de sua confiança, e verá que foi pura covardia o que a entidade que. Deveria representar trabalhadores fez com os mesmos. Principalmente quem foi demitido de 2007 a 2012.

  28. agafjgjjkWantuil fortes Silvério

    Não haverá trabalhador , Haverá escravidão. golpista TEMER ™ um diabo em figura de gente . Bossionaro um candidato sem idealismo . Fez errado Votou à favor do golpe político . Eu votei na presidente Dilma , Meu voto Foi golpeado por , Bossionaro , Derley , Serfiotis etc : Se Bossionaro votar se à favor da presidente Dilma ou contra o impeachment. Seria oposição dura para o Lula.

    • Então na próxima não perca seu voto, se votar no Mito não vai ter golpe, vai ter muitos presos por vadiagem, escolas em tempo integral, reciclagem de professores com os professores militares que são os tops do Brasil, vai acabar com a baderna terrorista e irresponsável promovida pelo MST, e empregos para todos, pois num país governado por gente séria a coisa é outra.

  29. Vamos ficar de olho, os parasitas-bandidos-sindicalistas querem aumentar o agora extinto imposto sindical de 1 dia/ano para 3,5 dia/ano. O golpe será dado contra todos, de forma obrigatória!

    Vamos nos movimentar, nas redes sociais, em manifestações, para NÃO PERMITIR qualquer cobrança obrigatória a para esses vigaristas!!

    Querem receber alguma contribuição para o Sindicato: TRABALHEM E LUTEM DE FATO!! Façam valer a representação e reduzam drasticamente os salários e mordomias dentro do próprio sindicato.

    Foram esses parasitas que, juntos com seu líder Lula, roubaram e quebraram o Brasil.

  30. Sindicatos são uma pedra no caminho do desenvolvimento. Países bons não têm muitos sindicatos.

  31. A única coisa boa foi essa, pois agora os sindicatos que se vendiam, continuarão a se vender para os empresários, porém se querem dinheiro dos trabalhadores terão que defendê-los como nunca, sob pena de ficar sem a grana fácil que tinham. Quero ver sindicato fazer os trabalhadores aceitarem reajustes abaixo da inflação como aconteceu nos últimos anos.

  32. Quem sabe assim os sindicatos passem a representar melhor seus sindicalizados, tiro como experiência o sindicato dos funcionários público de Volta Redonda que é um sindicato pobre de informação e conhecimento do estatuto dos funcionários, a única coisa que sabe é falar de PCC. Uma vezes fui lá perguntando de um direito que havia no estatuto dos funcionários e eles me disseram que não abrangiam que era de autarquias, ora era só ler no final do estatuto que dizia ” esse estatuto abrange todos os funcionários da administração direta e indireta “. Também quando o prefeito resolve dá por conta dele um aumento salarial, fazem um louvor falando que é conquista deles rs e além disso tentam atrapalhar não concordando com certas causulas.

  33. Acaba um imposto e logo criam uma lei para continuar arrancando dinheiro do trabalhador, o imposto sindical é um dia de suado trabalho a favor do sindicato, tenho a certeza que essa nova lei será aprovada e terá valores maior que o famigerado imposto sindical pois esse governo só faz ferrar o pobre trabalhador.

  34. Sai dessa, sindicato. Deixa o formigueiro negociar diretamente com o tamanduá.

  35. Há quem apoie os sindicalistas… Câncer da sociedade. Adeus sindicatos e suas heranças comunistas.

  36. O fim da contribuição sindical foi a melhor coisa que tem nessa nova lei trabalhista, os trabalhadores mantinham um grupo de sanguessugas que nada oferecia aos trabalhadores. Sindicato jamais, só atrapalha.

  37. Empregado perdendo e patrão ganhando.

  38. Sindicato = maldita herança comunista.

    • De uniforme cinza no Shopping

      Os sindicatos surgiram ANTES do comunismo e no primeiro país capitalista da história, a Inglaterra.
      Fugiu do colégio e votou no Aécio, hein?

  39. CAMBADA de VAGABUNDOS, vão trabalhar!! Um ex sindicalista quebrou esse país!! Sindicato é lugar de VAGABUNDO!! NUNCA PRECISEI E NUNCA VOU PRECISAR DE VCS PARA NADA !! VCS SÃO UM LIXO !!

  40. Brasil : Aguarde, carregando....

    A Revista Exame acaba de soltar uma matéria bem interessante, dizendo que quase 3.000 sindicatos no Brasil irão desaparecer.

    Agora bateu o desespero nos sindicalistas….

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Untitled Document