terça-feira, 19 de junho de 2018

TEMPO REAL

 

Capa / Região / Suspeitos de roubo à joalheria são presos em Paraty

Suspeitos de roubo à joalheria são presos em Paraty

Matéria publicada em 13 de junho de 2018, 10:17 horas

 


Menor apreendido pelos policiais estava com arma. (crédito PM)

Paraty – Policiais civis da 167ª DP (Paraty) prenderam nesta terça-feira, 12, Hilbe Cabral Alves Pereira, de 23 anos, e apreenderam um menor de 17, em Paraty. Eles estavam em um carro roubado, usado no assalto, no dia 19 de maio deste ano, a uma joalheira, no Centro Histórico de Paraty, quando foram levados R$ 41 mil em joias.

Houve perseguição policial e os suspeitos foram encontrados escondidos dentro de um rio. Com o menor havia um revólver calibre 38. Segundo policiais, o rapaz já tinha sido apreendido no dia 22 de maio passado, junto com outras três pessoas no bairro Ilha das Cobras, por suspeita de tráfico de drogas.

Dentro do Gol, foram encontradas duas toucas tipo ninja e um casaco preto. A suspeita da polícia é de que a dupla estivesse planejando praticar um assalto. O delegado titular da 167ª DP (Paraty), Uriel Alcântara, acredita que os dois jovens sejam integrantes de uma quadrilha de traficantes da Ilha das Cobras, que vêm praticando roubos no município.

– As circunstâncias da prisão dos dois jovens, sobretudo com a apreensão das toucas tipo ninja encontradas no veículo, e que possivelmente foram utilizadas pelos suspeitos no roubo da joalheria, reforçam as informações obtidas nas investigações indicando uma migração de criminosos que passaram a praticar roubos, além do tráfico de drogas – disse o delegado, ressaltando que o jovem foi indiciado por porte ilegal de armas e associação criminosa. O menor passou a responder por ato infracional análogo aos dois crimes que foram imputados ao seu comparsa.

Uriel informou ainda que, o inquérito policial instaurado para apurar o roubo à joalheria continua em andamento, e que o Gol utilizado para praticar o assalto está apreendido no pátio da 167ª DP. O policial reforçou o pedido para que a população envie informações sobre qualquer situação ilícita, por meio do telefone (24) 3371-8484 da Delegacia de Paraty; ou pelo número (21) 334-8823 e 2334-8835, da Central de Atendimento da Polícia Civil e ainda pelo Disque-Denúncia 2253-1177.

  

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Untitled Document