domingo, 17 de dezembro de 2017

TEMPO REAL

 

Capa / Nacional / TCU determina bloqueio de bens de Dilma por compra de Pasadena

TCU determina bloqueio de bens de Dilma por compra de Pasadena

Matéria publicada em 11 de outubro de 2017, 14:18 horas

 


 (foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)

(foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)

Brasília – O Tribunal de Contas da União (TCU) determinou nesta quarta-feira (11) o bloqueio de bens da ex-presidente Dilma Rousseff por causa de prejuízos causados na compra da refinaria de Pasadena, no Texas, pela Petrobras. Também foram bloqueados os bens do ex-ministro Antonio Palocci e do ex-presidente da Petrobras José Sérgio Gabrielli, que integravam o Conselho de Administração da estatal na época da negociação.

Os bens ficarão bloqueados por um ano. Segundo o TCU, a medida deverá alcançar os bens considerados necessários para garantir o integral ressarcimento do débito em apuração, ressalvados os bens financeiros necessários às suas subsistências, inclusive tratamentos de saúde, e dos familiares deles dependentes. Dima, Palocci e Gabrielli ainda podem recorrer da decisão.

Segundo o TCU, o prejuízo com a compra de Pasadena chegou a US$ 580,4 milhões. O relator do processo, ministro Vital do Rego, destaca que houve erro nas decisões tomadas pelo conselho de administração da Petrobras na compra da refinaria.

“À primeira vista todas essas circunstâncias poderiam indicar uma provável deficiência gerencial ou até mesmo decisões tomadas com base em cenários pertinentes, mas que não se realizaram. No entanto, o aprofundamento das apurações e toda a documentação aqui carreada indicam má gestão proposital com a finalidade de encobrir desvios”, argumentou o ministro.

Em agosto, o TCU havia condenado Gabrielli e o ex-diretor da Área Internacional da Petrobras Nestor Cerveró a pagar US$ 79,89 milhões em conjunto, mais R$ 10 milhões cada em multas, além de ficar inabilitados para exercer cargo público por oito anos.

Em 2006, a Petrobras comprou 50% da Refinaria de Pasadena por US$ 360 milhões. Por causa das cláusulas do contrato, a estatal foi obrigada a comprar toda a unidade, o que resultou em um gasto total de US$ 1,18 bilhão. A compra foi aprovada por unanimidade pelo Conselho de Administração da Petrobras.

A assessoria da ex-presidente Dilma ainda não se manifestou sobre a decisão do TCU.

6 comentários

  1. Essa tia é aquela que estocava vento pra fazer energia elétrica? Aquela que descobriu as ”mulheres sapiens”?

    • Padaria Pão e Marba

      É essa mesmo! Uahuahauhauhauha… A tia dos militontos que repetem sempre as mesmas frases, “pobres de direita, Dona Florinda, NASA, golpe, etc, etc, etc”.

  2. Eu fico pessoalmente bem mais animado com a constatação de que até que enfim está acabando esta estória de Dilma mulher honesta, etc.. Isso é só o começo, no Brasil a verdade histórica demora demais, mas aparece….
    A Dilma entre outras coisas esteve envolvida no caso da Lina Vieira, aquela superintendente da Receita Federal, que ela tentou induzir a esconder as maracutaias da família Sarney, Dilma tinha como melhor amiga a chefe de quadrilha Elenice Guerra, Dilma fez o diabo…. Ela nomeou os diretores malandros da Petrobrás… Essa compra de Pasadena, ela na melhor das hipóteses para ela: Dilma foi cúmplice por omissão, pois é só pegar as normas da Petrobrás e você vê o papel desempenhado pela presidenta do conselho, Dilma não fez o que devia fazer!!!
    Se o Brasil fosse um país sério, a Dilma já estaria presa por atentado violento contra o erário público brasileiro!!!

  3. EunãotenhoculpaeuvoteinoAécio.

    Só não percebe quem é otário : sempre que vão decidir algo que beneficie os corruptos, lançam uma notícia contra Lula ou Dilma. Antes de lançarem esse caso, lançaram o absurdo fato de que a casa de um enteado do Lula foi vasculhada sob suspeita de esconder drogas, ação deflagrada após denúncia anônima ( isso mesmo, anônima). Só imbecil não percebe a estratégia dos corruptos.

  4. Bens da Dilma, mandioca, estocador de vento e molusco pobre.

Untitled Document