sexta-feira, 15 de dezembro de 2017

TEMPO REAL

 

Capa / Internacional / Trump confirma que EUA reconhecem Jerusalém como capital de Israel

Trump confirma que EUA reconhecem Jerusalém como capital de Israel

Matéria publicada em 6 de dezembro de 2017, 17:31 horas

 


Trump diz que é hora de reconhecer oficialmente Jerusalém como capital de Israel

Trump diz que é hora de reconhecer oficialmente Jerusalém como capital de Israel


Washington –
O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, confirmou nesta quarta-feira que seu país reconhecerá Jerusalém, a partir de agora, como capital de Israel, uma medida que promete gerar tensões no Oriente Médio e reduzir as possibilidades de um processo de paz entre israelenses e palestinos. As informações são da agência EFE.

“Determinei que é hora de reconhecer oficialmente Jerusalém como capital de Israel”, disse Trump em um discurso na sala de recepções diplomáticas da Casa Branca.

Donald Trump afirmou que sua decisão de reconhecer Jerusalém como capital de Israel não deve ser interpretada como uma falta de compromisso com o processo de paz entre israelenses e palestinos, e prometeu que fará “todo o possível” para ajudar as partes a consegui-lo.

“Os Estados Unidos apoiarão uma solução de dois Estados se as duas partes chegarem a um acordo”, declarou Trump em discurso na sala de recepções diplomáticas da Casa Branca.

Edição: 

2 comentários

  1. Eu não sei de onde esse presidente maluco resolveu interferir tanto nos assuntos mundias assim em tão pouco tempo. Os intensos conflitos entre palestinos, católicos, curdos e outras religiões no oriente médio se deve exatamente no fato de quererem a mesma coisa, o reconhecimento da cidade de Jerusalém como território de um povo ou de outro. Mas o nome Jerusalém foi dado por católicos, então os palestinos certamente mudariam o nome do território. Acho uma afronta colocar Jerusalém como capital de Israel, isso pode promover guerras piores ainda. Não entendo o que isso pode ajudar a paz mundial, sendo que as lutas armadas e atentados são exatamente de cunho religioso e político. Esse presidente……tá achando que é a empresa dele que se não gostou TÁ DEMITIDO. Acha que o mundo virou celeiro dele, uma empresa multibilionária em que ele é o CHEFÃO. O poderoso chefão. Então, por que não esperar também uma resposta negativa vindo de lá? Acham pouco o 11 de setembro, esse pessoal gosta de provocar, né não? Espero que não, que realmente isso não interfira, mas já vimos essa história, afinal o 11 de setembro não nos ensinou nada?

    • Ele busca a guerra. O medo. O terror. Assim as pessoas compram mais armas americanas, sem avaliar muito o que estão fazendo. E a economia americana se movimenta fabulosamente.
      É o que faz na península coreana. Ele provoca o norte e depois vende sistemas de defesa para o sul. Essa é a única aliança que existe. Dinheiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Untitled Document