segunda-feira, 18 de dezembro de 2017

TEMPO REAL

 

Capa / Cidade / Volta Redonda: Cachorro agredido com golpes de machadinha recebe alta

Volta Redonda: Cachorro agredido com golpes de machadinha recebe alta

Matéria publicada em 20 de novembro de 2017, 19:37 horas

 


Animal foi resgatado por grupo de voluntários; exames mais detalhados serão feitos para constatar se houve fratura na região frontal da cabeça

'Bebezão', como foi batizado por voluntárias que o resgataram, está sob os cuidados de uma delas

‘Bebezão’, como foi batizado por voluntárias que o resgataram, está sob os cuidados de uma delas

Volta Redonda – Recebeu alta nesta segunda-feira (20) o cão da raça golden retrievier ferido por um homem no último sábado (18), no bairro Volta Grande III. O animal foi agredido a golpes de machadinha. O suspeito foi detido pela Polícia Militar e levado para a delegacia. Ele foi resgatado pelo grupo de voluntários ‘Amor Animal’.

Desde então o cachorro estava internado sob observação numa clínica veterinária no bairro Niterói, onde foi prestado atendimento de urgência. Segundo informações da unidade, o cão teve um ferimento na região frontal da cabeça, que provocou um edema e uma hemorragia nasal. De acordo com o responsável pela clínica, o animal apresentava muita dor ao exame clínico e provavelmente está com uma fratura na região frontal da cabeça, o que será confirmado com exames mais detalhados. O cachorro chegou à clínica em estado de choque e medicamentos tiveram que ser aplicados.

O animal, que foi apelidado pelas voluntárias que o resgataram de “Bebezão”, está sob os cuidados de uma delas.

Ajuda com os gastos

O grupo Amor Animal tem uma dívida de R$ 1.972 com a clínica, pois segundo Sheila Gonçalves Guimarães, uma das voluntárias, o local sempre ajuda com atendimento aos animais resgatados por eles. O grupo também promove uma ação virtual para arrecadar dinheiro para arcar com os custos com animais doentes ou feridos. A iniciativa tem como meta angariar R$ 2,5 mil(www.vakinha.com.br/vaquinha/vaquinha-solidaria-bebezao-e-seus-aumiguinhos)

Quem preferir pode doar pessoalmente na clínica, que fica na Avenida Sávio Gama, Nº 137, bairro Niterói, ou fazer depósito nas contas de duas voluntárias (segue abaixo).

Sheila Gonçalves Silva Guimarães
Caixa Econômica
Agência: 1504
Banco: 104
Conta: 01300123331-3

Ana Cleia Andrade Fontes dos Santos
Agência: 1504
Operação: 013
Conta: 00114244-0

20 comentários

  1. o cachorro é um robo. olha o olho do bicho.favor depositar o dinheiro na minha conta to precisando mais

  2. Peço ante mão perdão, mas não sei se o passar do tempo tirou minha humanidade, ou se vejo tantas pessoas precisando de um prato de comida e outras pagando esse absurdo por um cachorro. Na minha opinião é dever da prefeitura já que é de rua. Antes que critiquem, faço minha parte doando num projeto social que tira moradores de rua das ruas, caso queiram ajudar, deixem comentário que dou endereço da base que ajuda essas pessoas.

    • Passa o endereço que se algum morador de rua tiver tomado uma machadada na cara eu ajudo pois e dever da prefeitura ajudar os mesmos ok , matar a fome não e o suficiente tem que reabilitar tirar da rua , tratar a dependência química, auxiliar no estudo e trabalho e depois devolver há sociedade não basta só encher a barriga deles e deixar o corpo e a mente vazia , comida não é tudo , ok

  3. Tolerância Zero ORIGINAL

    Nós já pagamos os impostos para a Segurança Pública funcionar.
    A dor desse animal gerou receita para os cofres públicos.

    É justo arrecadarem e não reverterem parte da fiança para o tratamento do bicho?

  4. Tolerância Zero ORIGINAL

    A fiança de 5.000,00 paga pela soltura do meliante deveria ir uma parte para pagar os gastos com o animal

    • Vai para os cofres do Estado do Rio de Janeiro. E a destinação só Deus é o governador Pezão sabem!

    • Contribuinte Previdenciário

      Considerando que a Segurança Pública levou vantagem financeira “legalizada” com esse caso, eu não vejo ato de heroísmo nenhum da corporação.

      A sociedade que é punida e tendo que arcar com os custos da recuperação do animal

      Quando um criminoso é condenado a pagar cesta básica, o juiz determina que se ajude uma instituição social.

      Por que o mesmo não acontece quando o delegado arbitra uma fiança?

      Passou da hora de fazerem uma reforma nesse sistema.

  5. TEM QUE MATA UM CARA DESSE, POBRE BICHINHO !

  6. Vou depositar e ajudar.

  7. Infelizmente por essa agressão esse bandido corre o risco de ser solto mediante pagamento de fiança….AS leis para os animais , para esse contexto(agressão) não cabe como as dos humanos…

  8. Sta Francisca de Assis

    A chamada de reportagem está errada não tem que ser o homem que agrediu o animal e sim: O animal que agrediu o cachorro….

  9. kd os direitos humanos dos animais

  10. Boa noticia…

  11. É… D.V. tá sem assunto pra noticiar…

  12. Eu vou fazer a minha parte,vou doar 50 reais que é oque posso no momento…

  13. Esse cara é manjado aqui no Volta Grande, covarde, gosta de bater na cara das pessoas. Cheio de BO. Fugiu da polícia por uns tempos, agora ta de volta na traficância. Atenção ai poliçada. Ele trabalha para o traficante Marcinho que domina o morro aqui.

  14. Graças a deus ele se recuperou, agora a meta é manda o rei da machadinha pro hsjb mas antes obrigar ele a pagar a conta , mesmo sendo pobre e morando na periferia , ele deve ser obrigado a pagar , vai ter que rebolar 24 horas pra aumentar a renda , tô chegando me espera , mas paga a conta antes talvez eu mude de ideia talvez !!!!!!

  15. Vejam o contraste: de uma lado um imbecil ignorante e covarde que agride um animal inocente dessa forma e do outro, pessoas do bem que não medem esforços para resgatar animais em perigo. Vivemos em uma sociedade dos contrastes e cada vez mais degradada, onde os valores deixaram de ser prioridade. Até quando???????

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Untitled Document