sexta-feira, 30 de julho de 2021 - 02:17 h

TEMPO REAL

 

Capa / Aniversário de Volta Redonda 2021 / ‘Já temos alguns bons motivos para celebrar’

‘Já temos alguns bons motivos para celebrar’

Matéria publicada em 17 de julho de 2021, 16:11 horas

 


O prefeito Antônio Francisco Neto comemora os 67 anos de Volta Redonda de olho no drible que está dando na crise econômica e focado em colocar a área da Saúde com atendimento de qualidade, entre outros projetos. Confira a entrevista completa.

Volta Redonda completa 67 anos e destes aniversários 17 foram com o senhor como prefeito. Ao chegar ao seu quinto mandato, o que mudou do primeiro 17 de julho como prefeito até hoje?

ANTÔNIO FRANCISCO NETO – Algumas destas dificuldades atuais, nós também enfrentamos no meu primeiro aniversário da cidade como prefeito. Lembro, por exemplo, que também estava colocando os salários dos servidores em dia. No entanto, nada comparado ao que vivemos agora. Estamos todos vivenciando algo diferente neste aniversário da cidade. Apesar de já podermos vislumbrar boas coisas, é inegável que teremos de fazer um mandato de reconstrução de Volta Redonda, de recuperação e retomada dos serviços. Estamos recuperando os bairros, retomando a administração dos hospitais (que estavam entregues a organizações sociais), reabrindo os pontos de atendimento social aos mais carentes, construindo leitos hospitalares. Já temos alguns bons motivos para celebrar, mas tenho certeza que no próximo aniversário teremos ainda muito mais.

Nestes quase sete meses de governo, o que pode destacar como feito mais importante?

Neto – Colocar os salários dos servidores em dia foi, sem dúvida, algo muito importante. Ter concluído o anexo do Hospital do Retiro foi também uma coisa extraordinária. Primeiro por termos agora 30 novos leitos na nossa rede municipal de saúde, mas principalmente pelo significado que esta obra teve, de união de forças e de pessoas que voltaram a acreditar em Volta Redonda. Começamos a articular essa obra ainda em novembro, logo depois da eleição. Quando vimos o Hospital de Campanha e o Hospital do Idoso sendo desmobilizados, sabíamos que Volta Redonda estaria sem condições de enfrentar o pior momento da pandemia. A gente via no noticiário que a pandemia ia piorar e as pessoas do antigo governo falando que tinham controlado o vírus. Como se Volta Redonda fosse uma ilha e fosse vencer a pandemia sozinha. Foi uma aflição, que canalizamos para o trabalho. Graças ao apoio dos comerciantes, dos empresários, do UniFOA e de muitas pessoas físicas conseguimos tocar as obras e concluir praticamente um novo hospital para Volta Redonda. Hoje está pronto, equipado e salvando vidas. Além disso, tem muitos projetos engatilhados, que conseguimos preparar nestes meses e que se tornarão realidade em breve.

Que projetos estão engatilhados?

Neto – Vamos começar nas próximas semanas um grande programa de asfaltamento das ruas de Volta Redonda. Também já vamos começar em breve a troca da iluminação por LED, que são mais baratas e melhores. O projeto de Mobilidade Urbana é o maior já pensado para Volta Redonda, esse vai dar trabalho para tirar todo do papel, mas tenho certeza de que vamos conseguir. O Saae está preparando a troca da rede de abastecimento que passa pela Beira-Rio. Graças ao apoio do deputado federal Antonio Furtado, vamos retomar as obras do Hospital da Criança.

E o que ainda não conseguiu fazer e que é prioridade?

Neto – Retomar um atendimento de qualidade na saúde de uma maneira geral, colocar médicos nos postos. Nós tivemos de organizar novamente toda a rede municipal de saúde. A especializada é onde estão os hospitais; a intermediária é com o Cais Conforto e do Aterrado e mais a UPA; e tem a rede básica, nos postos dos bairros. Quero aqui aproveitar para parabenizar todo o time da saúde, com a Conceição, a Márcia Cury, o Sebastião Faria e todos que estão vestindo a camisa para virar esse jogo.

Você sempre teve a fama de ser totalmente focado no trabalho da prefeitura, mas as pessoas mais próximas dizem que você tem trabalhado mais agora que em outras oportunidades. Isso é verdade?

Neto – Não só eu, mas toda nossa equipe tem trabalhado muito. O momento exige isso. Eu achei que não tinha como trabalhar mais do que eu trabalhava, mas descobri que tem. Passo as madrugadas pensando, anotando ideias. Tenho chegado à prefeitura por volta das 7 horas e só saio depois das 20h30. Posso dizer sem dúvida alguma que minha vida neste momento se resume a recuperar nossa cidade. Me dá muita angústia de ver o que fizeram com o Hospital São João Batista, com o Hospital do Retiro, com os Cras.

Você mesclou sua equipe com novos nomes e antigos nomes. Essa mistura está dando certo?

Neto – Está dando o certo. Essa equipe topou um dos maiores desafios que alguém pode imaginar: recolocar Volta Redonda como uma referência nacional. Retomar tudo aquilo que já fizemos lá atrás e ainda avançar. O que todos nós temos em comum é o amor por Volta Redonda e a vontade de trabalhar. Essas são qualidades das quais não abro mão.

Como está a relação com a Câmara Municipal?

Neto – Eu só tenho a agradecer aos vereadores que estão nos apoiando. Graças a esse time de parlamentares conseguimos avançar tanto em tão pouco tempo. Quem diria que os salários dos servidores de carreira estariam em dia tão rapidamente? Quem diria que estaríamos fazendo 4,5 mil cirurgias de catarata? Isso tudo tem a participação daqueles que acreditam e apoiam o governo.

A relação com o governo do Estado é boa?

Neto – Posso afirmar que o governador Cláudio Castro tem sido um grande amigo de nossa cidade. Nada do que avançamos até agora seria possível sem o apoio dele. Nada do que estamos planejando será possível sem o apoio dele. A sensibilidade do governador e de sua equipe em entender a importância dos municípios e, principalmente para nós, de entender a importância de Volta Redonda é algo extraordinário. Além dele, temos recebido ajuda de muita gente. Do deputado federal Antonio Furtado, do deputado federal Luizinho e de tantos outros parlamentares. Teremos a ocasião de agradecer e homenagear todos.

Que presente você daria para Volta Redonda neste 17 de Julho?

Neto – Estamos trabalhando muito para conseguir dar ao nosso povo uma cidade com mais saúde, mais emprego, mais social, mais segurança. Eu daria também vacina contra a Covid-19 para todos.

Quer deixar uma mensagem aos moradores da cidade?

Neto – Que as pessoas acreditem na cidade, acreditem que vamos fazer de novo da Volta Redonda que vivemos a Volta Redonda que sonhamos viver um dia. Eu e o Faria fizemos uma promessa e ela será cumprida: jamais vamos desapontar nosso povo.


Entre a cruz e a cafeína, a História de Volta Redonda
‘Já temos alguns bons motivos para celebrar’
Arena Kart de Volta Redonda recebe entusiastas da velocidade
CSN investe em grafeno e inicia pesquisas para sua aplicação
Um salto da industrialização para o setor do comércio
Estrutura hospitalar é reforçada e vacina contra Covid-19 avança
Voltaço leva o nome da cidade para gramados do Brasil
Câmeras de alta definição monitoram Centro e bairros
História nas ruas do município é marcada por obras de arte
Programação dos 67 anos inclui carreata em pontos históricos
Comemorações terão lives de dois grupos em redes sociais


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

8 comentários

  1. Mentira que os hospitais estavam entregues às OSs. As OSs sairam antes dele entrar para continuar enganando o povo.

  2. Vivemos em um mundo onde quem paga em dia, quer ser aplaudido por isso

  3. Salário em dia é obrigação não é virtude.

  4. Não tem nenhum vereador pra representar os funcionários e colocar esse prefeito na parede e fazê-lo pagar os salários atrasados? Essa Câmara de vereadores também é uma vergonha…

    • Um amigo sempre diz que tanto o prefeito quanto os vereadores são foras das leis. O prefeito não respeita e os vereadores não o fazem respeitar, portanto foras das lei igualmente.

  5. Mentiroso… os salários dos RPAs e comissionados não foram pagos ainda e são trabalhadores que trabalham e trabalharam muito pela prefeitura… Espero que cumpra sua palavra e pague… Vergonha isso…

  6. Só falta pagar minha recisão,sou professora e tive meu contrato encerrado em novembro de 2020,tô desempregada,please Neto!!!!

    • Também quero receber o que me deve como professora dispensada Reda . Para de querer aplausos e cumpra o seu papel como prefeito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Untitled Document