domingo, 25 de agosto de 2019

TEMPO REAL

 

Capa / Aniversario de Volta Redonda / Uma associação que guarda a história de Volta Redonda e da Siderurgia Nacional

Uma associação que guarda a história de Volta Redonda e da Siderurgia Nacional

Matéria publicada em 17 de julho de 2019, 11:00 horas

 


Associação dos Aposentados e Pensionistas cresceu e se desenvolveu junto com o município

Associação dos Aposentados e Pensionistas se tornou uma gigante na estrutura e números (Foto: Divulgação)

Volta Redonda – A Associação dos Aposentados e Pensionistas de Volta Redonda (AAP-VR) nasceu em 20 de maio de 1973, quando Volta Redonda ainda entrava na jovialidade, com 19 anos de emancipação. Um grupo de ex-funcionários da CSN tinha um sonho e começava a coloca-lo em prática, se reunindo em Assembleia, para criar uma das maiores instituições do gênero na América latina. Uma entidade que guarda a história da Volta Redonda a partir de seu desmembramento de Barra Mansa, bem como a construção da siderurgia nacional.

– A AAP-VR foi criada por um grupo de fundadores da siderurgia no Brasil, ex-funcionários da CSN. Depois de várias reuniões preparatórias, organizadas por uma Comissão de Estudos, foi realizada, em 20 de maio de 1973, a assembleia que fundou a Associação dos Industriários Aposentados da Região Sul Fluminense (Aiarsulflu), que mais tarde seria rebatizada para Associação dos Aposentados e Pensionistas de Volta Redonda. O objetivo principal era lutar pelos direitos dos aposentados e pensionistas – disse Mauro Veríssimo, assessor de imprensa da AAP-VR.

A associação inicialmente ocupava espaços provisórios e atualmente possui sedes próprias, modernas e acessíveis, que oferecem maior conforto e praticidade aos funcionários e associados. Da fundação para cá, Volta Redonda se tornou uma “senhora da melhor idade” e a associação uma gigante. Atualmente, a AAP-VR possui 28 mil associados, com dezenas de serviços ofertados. Desde atividades culturais, como bailes todas as sextas-feiras e domingos, até assessoria jurídica e previdenciária.

– Além disso, participamos de todas as lutas dos aposentados pela recuperação do poder de compra da classe. A AAP-VR é considerada a maior associação do gênero na América Latina. Além disso, convênios com os setores de comércio e serviço garantem descontos aos associados que, muitas vezes, são maiores do que a mensalidade paga para ser associado – disse Veríssimo.

Segundo Mauro, em 46 anos de ação é possível observar uma melhora na qualidade de vida dos idosos da região. Com práticas aliadas aos serviços públicos, a AAP-VR tem dado uma valiosa contribuição neste sentido.

– São mais de 10 mil consultas médicas por mês, em quase todas as especialidades. Há opções de lazer para todos os gostos, desde os bailes até dezenas de cursos de música ou artesanato, coral, sede campestre, yoga e outros. Tudo isso contribui para a melhoria da qualidade de vida dos idosos que frequentam a AAP-VR. Além disso, a Associação dos Aposentados e Pensionistas de Volta Redonda administra o Instituto de Longa Permanência João Miguel da Silva (antigo Asilo Dom Bosco), com dezenas de internos – comentou.

A AAP-VR possui milhares de associados de Barra Mansa, Barra do Piraí, Pinheiral, Piraí e até do chamado Grande Rio, inclusive com postos avançados nestas cidades, que oferecem muitos dos serviços que existem em Volta Redonda.

– Atualmente, não é preciso ser aposentado ou pensionista para ser associado. O que ainda está na ativa também pode se associar, tendo direito a todos os benefícios, menos os de votar e ser votado – declarou.

A diretoria

É formada pelo presidente, Ubirajara Vaz, vice-presidente Clara Cibele Santiago Sabença, e mais 11 diretores executivos, um conselho fiscal e um conselho consultivo, eleitos em eleições que ocorrem a cada quatro anos.

Leia mais:

quadrado-vermelho-5 A experiência de Volta Redonda
quadrado-vermelho-5 Voltaço projeta a cidade em novas divisões
quadrado-vermelho-5 CSN detalha investimentos para melhorar eficiência ambiental
quadrado-vermelho-5 Legado verde para o futuro da cidade
quadrado-vermelho-5 Uma associação que guarda a história de Volta Redonda e da Siderurgia Nacional
quadrado-vermelho-5 Câmara adota projetos para se aproximar da população
quadrado-vermelho-5 A Cidade da curva do rio no mapa das curvas do automobilismo
quadrado-vermelho-5 Atividades da prefeitura para celebrar aniversário seguem até dia 28
quadrado-vermelho-5 Samuca: ‘Orgulho de exercer a prefeitura de Volta Redonda’

Prefere ler na versão PDF?

 

 


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document