Mortes por Covid-19 em Angra chegam a 532 casos - Diário do Vale
terça-feira, 28 de setembro de 2021 - 06:37 h

TEMPO REAL

 

Capa / Boletins Covid-19 / Mortes por Covid-19 em Angra chegam a 532 casos

Mortes por Covid-19 em Angra chegam a 532 casos

Matéria publicada em 15 de setembro de 2021, 09:03 horas

 


Registro mais recente foi de idoso com 81 anos de idade e com comorbidades

Angra dos Reis – A cidade registra 80.189 casos notificados, sendo 17.320 confirmados de Covid-19. O total de mortes provocadas pela doença é de 532 casos. A mais recente é um homem de 81 anos, com comorbidades, ocorrida na segunda-feira (13), no Centro de Referência Covid-19. Outra morte segue em investigação.

No município, 97 pacientes seguem em isolamento domiciliar. No total, entre pacientes confirmados ou com suspeita de coronavírus, 30 pessoas estão internadas. O Centro de Referência Covid-19 (Santa Casa) atende a 21 pacientes. Já o Hospital de Praia Brava está com cinco dos seus 15 leitos ocupados.

Dos 55 leitos públicos do município, 26 estão ocupados, o que representa uma taxa de ocupação hospitalar pelo SUS de 47,27%. Dos 26 pacientes internados nos leitos públicos de Angra dos Reis, há três de Paraty. A Unimed, no momento, está com quatro dos seus 12 leitos ocupados.

Índios 

Entre os indígenas do município, há 205 casos confirmados. Destes, 204 já estão recuperados, e uma morte foi ocasionada pela doença.

O Teste Rápido de COVID-19 é um exame capaz de detectar a presença de anticorpos (IgG e IgM) por meio da coleta de uma gota de sangue. O resultado fica disponível no intervalo de 10 a 20 minutos. Os novos casos confirmados apresentam clínica compatível com a doença, vínculo epidemiológico e teste rápido positivo. Os números apresentados são dinâmicos e na medida em que as investigações clínicas e epidemiológicas avançam, podem sofrer alterações. Um novo boletim, com dados atualizados, será divulgado amanhã (15 de setembro).

A partir do Decreto Municipal Nº 11.625, de 21 de abril de 2020, fica obrigatório o uso de máscara pela população nos espaços abertos ao público, ou de uso coletivo, inclusive os comerciais. As demais medidas recomendadas pelo Ministério da Saúde, como a higienização das mãos, a etiqueta respiratória e o distanciamento social, também devem ser seguidas.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Untitled Document