sábado, 4 de julho de 2020

TEMPO REAL

 

Capa / Boletins Covid-19 / Volta Redonda registra 41º óbito por Covid-19 e 927 casos confirmados

Volta Redonda registra 41º óbito por Covid-19 e 927 casos confirmados

Matéria publicada em 6 de junho de 2020, 16:31 horas

 


Há 900 pacientes recuperados da doença; município tem 3.396 casos notificados como suspeitos

Volta Redonda- O município registrou o 41º óbito pela Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus, a vítima, uma mulher, de 54 anos, pertencia ao grupo de risco do vírus, tinha comorbidade: hipertensão. A informação foi divulgada pelo prefeito Samuca Silva em atualização do boletim epidemiológico na tarde deste sábado, dia 06, através de áudio compartilhado nas redes sociais.

Volta Redonda tem 927 casos confirmados da doença, sendo que 900 pacientes podem ser considerados recuperados, pois cumpriram o período de 14 dias de isolamento domiciliar sem apresentar piora no quadro de sintomas. Há 3.396 casos notificados como suspeitos e 875 resultados de exames negativos para o coronavírus.

Em relação as metas neste sábado, dia 06, houve um aumento de 3,22% no número de casos notificados, a taxa de ocupação de leitos de UTI (Unidade de Tratamento Intensivo) está em 14,81% na rede de saúde de Volta Redonda. A taxa de ocupação dos leitos do Hospital de Campanha, montado no Estádio Raulino de Oliveira, registra 9,64% de ocupação.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

2 comentários

  1. Avatar
    Gilvan Martins de Oliveira

    Estes números não batem, olha bem, se tem 900 curados e 41 mortes nos teríamos 941 casos de infectados na cidade nos quais 900 se curaram e 41 morreram e ningém doente. Como? se ainda tem gente internada nos hospitais de campanha, UTI´s publicas e particulares? Pior está divulgando só 927 infectados até o dia de hoje. A matematica não ta fechando.

    • Avatar

      Concordo. É uma sensação horrível, parece que estamos sendo enganados, muita desinformação, muito achismo. Pico que não chega, máscaras que seriam somente para hospitais e infectados, hoje todo mundo tem de usar. Volta Redonda com mais de 300 mil habitantes, índice de infectados e mortalidade baixíssimo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Untitled Document