terça-feira, 25 de junho de 2019

TEMPO REAL

 

Capa / Cadernos / Reunião define detalhes sobre o 1° Passeio Ciclístico do CBH-MPS

Reunião define detalhes sobre o 1° Passeio Ciclístico do CBH-MPS

Matéria publicada em 25 de fevereiro de 2018, 17:44 horas

 


Detalhes: Encontro serviu para definir os detalhes da corrida que prevista para os dias 24 e 25 de março - Felipe Rodrigues

Detalhes: Encontro serviu para definir os detalhes da corrida que prevista para os dias 24 e 25 de março – Felipe Rodrigues

Pinheiral

Com o objetivo de definir os últimos detalhes e alinhar informações sobre como será o primeiro passeio ciclístico do CBH-MPS, com o nome de “Pedal pelas Águas”, representantes de 13 dos 19 municípios da área de atuação do Comitê da Bacia da Região Hidrográfica do Médio Paraíba do Sul – CBH-MPS, se reuniram para definir os detalhes da competição, que está prevista para os dias 24 e 25 de março.
No evento, que aconteceu no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro (IFRJ), em Pinheiral, no dia 22, foi organizado pelo Comitê, contou com a presença dos representantes dos municípios de Paty do Alferes, Quatis, Piraí, Volta Redonda, Rio Claro, Rio das Flores, Miguel Pereira, Barra Mansa, Três Rios, Pinheiral e Resende.
Durante a reunião o presidente do CBH-MPS, José Arimathéa Oliveira, disse que a ideia do passeio ciclístico é que não seja apenas mais uma atividade esportiva, mas sim uma ação ambiental. “O pedal tem que ser visto como uma ação que mobilize as pessoas a refletirem sobre a questão das águas. Nós enquanto Comitê tentamos ajudar neste quesito, porém essa não é uma tarefa fácil, por isso contamos com a atuação de cada representante em seus municípios”, solicitou o presidente.
De acordo com Arimathéa o passeio ciclístico se deu após o Abraço ao Rio Paraíba do Sul se tornar um desafio, pois em algumas cidades de atuação do Comitê o rio não passa pelo núcleo urbano. O presidente afirmou que devido as agendas de cada cidade a proposta é que o pedal aconteça em dois dias, 24 e 25 de março. “A ideia é, além de fazer um trabalho em comemoração ao Dia Mundial da Água, o pedal também seja um marco em toda a região e assim quem sabe conseguir tornar esse evento anual”, destacou Arimathéa.
O presidente ainda explicou que com a crise econômica o Estado não repassou a verba do Fundo de Recursos Hídricos, porém ainda assim o Comitê irá disponibilizar 100 camisetas por município para serem distribuídas aos participantes, duas faixas de divulgação, além de panfletos sobre dicas e cuidados que serão entregue a população durante o evento. Arimathéa recomendou que cada cidade disponibilize ambulância para atendimento médico e a guarda municipal próximo ao percurso.
O passeio ciclístico ‘Pedal Pelas Águas’ tem como objetivo, segundo afirmou Arimathéa, estimular os participantes para a utilização dos recursos naturais (principalmente a água), de modo consciente e ético, destacando a importância do uso sustentável do meio ambiente, além de promover um momento de lazer, que poderá ser vivenciado por famílias e amigos. O também passeio pretende sensibilizar todas as pessoas que acreditam que o cuidado para com o meio ambiente é uma responsabilidade e oportunidade de todos os segmentos da sociedade, do setor produtivo e do poder público.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document