sexta-feira, 22 de outubro de 2021 - 12:23 h

TEMPO REAL

 

Capa / Cidade / Ação de conscientização sobre medidas de segurança sanitária é realizada em Visconde de Mauá

Ação de conscientização sobre medidas de segurança sanitária é realizada em Visconde de Mauá

Matéria publicada em 1 de janeiro de 2021, 11:05 horas

 


Mobilização teve como foco a rede hoteleira, bares e restaurantes da região

Mobilização teve como foco a rede hoteleira, bares e restaurantes da região- Foto: PMR

Resende- Com o objetivo de conscientizar toda a rede hoteleira e gastronômica em relação às medidas de segurança sanitária em meio à pandemia do novo coronavírus (Covid-19). A Prefeitura de Resende, por meio da Secretaria de Indústria, Comércio e Turismo, realizou na quarta-feira, dia 30, véspera de Ano Novo, uma ação intensificada na região de Visconde de Mauá.

A equipe da pasta do governo municipal percorreu mais de 30 locais. A operação, que acontece rotineiramente, visa fiscalizar os pontos turísticos, com foco em hotéis, pousadas, bares, restaurantes, lanchonetes e lojas de conveniência.

Durante a fiscalização, a equipe do governo municipal alertou sobre os cuidados de higiene e os demais protocolos necessários nesta pandemia global. As orientações são em conformidade com o Decreto Municipal nº. 13.680, de 23 de outubro de 2020, que estabeleceu novas medidas sanitárias para o funcionamento de serviços e atividades essenciais e não essenciais no município de Resende, durante o período de emergência em Saúde Pública decorrente da pandemia do novo coronavírus.

O secretário de Indústria, Comércio e Turismo, Tiago Diniz, reforçou quais são as medidas essenciais para o enfrentamento à pandemia global.

— As visitas ocorreram de forma surpresa. A equipe buscou verificar se o decreto municipal vem sendo cumprido pelos estabelecimentos nesta época do ano, que costuma receber turistas de vários lugares. A vistoria foi direcionada para o grupo que inclui donos de hotéis, pousadas, bares, restaurantes, lanchonetes, lojas de conveniência, trailers e food-trucks. Neste momento, a ocupação da rede hoteleira na região de Visconde de Mauá chega a aproximadamente 90%. De modo geral, os proprietários da rede hoteleira e gastronômica estão obedecendo as regras que ajudam a salvar vidas neste período tão delicado da Saúde Pública em todo o mundo. Entre as principais recomendações estão: o uso obrigatório de máscara facial; disponibilização de álcool em gel 70% para clientes e funcionários; higienização das áreas de circulação com álcool 70% ou sanitizante adequado; distanciamento social apropriado; e kits para lavar as mãos com toalhas de papel descartáveis – destaca.

O secretário frisou a respeito de outras normas a serem cumpridas no decorrer das festas de fim de ano, lembrando que os esforços na luta contra a Covid-19 continuam. “No caso de hotéis e pousadas, é importante que seja aferida a temperatura dos hóspedes; se for identificada superior a 37,7℃, aconselhar que a pessoa procure atendimento médico especializado de imediato. Na rede gastronômica, a organização de filas e a distância adequada entre as mesas são primordiais no combate ao novo coronavírus, além do respeito ao limite de ocupação de até 70% nos estabelecimentos. O afastamento mínimo estipulado para estas situações é de 1,5 metro nas filas e entre as mesas. A ocupação dos restaurantes pode ser controlada com reservas, por exemplo. A rede gastronômica deverá funcionar com a presença de frequentadores até meia-noite, podendo o atendimento ser estendido por meio de serviço delivery”, explica.

Todas as medidas definidas foram estendidas até o dia 31 de dezembro de 2020, a partir do Decreto Municipal nº 13.756, de 30 de novembro de 2020, que dispõe sobre a prorrogação da vigência do Decreto nº 13.680. Os restaurantes, lanchonetes, lojas de conveniência, bares, trailers, food-trucks, casas de show e salões de festa passam a ter novas medidas de restrição para uso do público a partir de 1º de janeiro com o Decreto Municipal nº. 13.808, de 29 de dezembro de 2020.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document