segunda-feira, 1 de junho de 2020

TEMPO REAL

 

Capa / Cidade / Ação de prevenção ao Aedes aegypti é realizada em Volta Redonda

Ação de prevenção ao Aedes aegypti é realizada em Volta Redonda

Matéria publicada em 28 de março de 2020, 13:29 horas

 


Equipes da Vigilância Ambiental estão intensificando os trabalhos no bairro Água Limpa

Equipes permanecerão no bairro até que as casas sejam visitadas e possíveis focos sejam eliminados (Foto: Secom VR – Felipe Carvalho)

Volta Redonda –  As equipes da Vigilância Ambiental da prefeitura de Volta Redonda deram início neste sábado, dia 28, a uma ação de bloqueio no bairro Água Limpa para eliminar possíveis focos do Aedes aegypti, mosquito transmissor da Dengue, Chikungunya, Zika e Febre Amarela. O trabalho de bloquei consiste em uma intensificação no perímetro do bairro onde já houve casos confirmados de dengue, evitando assim a proliferação do mosquito.

A ação está sendo realizada nas áreas externas das residências e os profissionais estão seguindo todas as medidas de segurança contra o Novo Coronavírus.

Para o prefeito Samuca Silva, manter as ações de prevenção e combate à Dengue são fundamentais nesse período. “Estamos vivendo um momento inédito no mundo, com o surgimento dessa pandemia de coronavírus. Mas as pessoas não podem ser esquecer que a dengue também mata. Então vamos todos aproveitar esse período de isolamento social e cuidar do nosso quintal”, disse.

De acordo com a gerente técnica da Vigilância Ambiental, Valdira Moraes, casas fechadas e quintais com piscina devem ter uma atenção especial na rotina dos moradores.

“Precisamos da colaboração da população. Tirem um tempo e chequem seus quintais, confira se a caixa de água está fechada devidamente. São ações simples que podem salvar vidas”, orientou Valdira.

Lorivaldo Ribeiro, morador do bairro, contou que sempre olha para ver se tem água acumulada, mas que visita dos agentes sempre é bem-vinda. “É importante receber os agentes, a gente até sabe o que precisa fazer, mas ações como essas ajudam a perceber onde pode estar o perigo do foco”, contou, morador do bairro.

As equipes permanecerão no bairro até que as casas que estiverem no perímetro sejam visitadas e os possíveis focos eliminados.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document