domingo, 23 de janeiro de 2022 - 06:21 h

TEMPO REAL

 

Capa / Cidade / Aglomeração e som alto voltam a gerar queixa de moradores

Aglomeração e som alto voltam a gerar queixa de moradores

Matéria publicada em 2 de dezembro de 2020, 10:27 horas

 


Desta vez, reclamação é feita no bairro Três Poços, em Volta Redonda; Santa Cruz enfrenta o mesmo problema

Volta Redonda – Moradores do bairro Três Poços, em Volta Redonda, também reclamam de aglomeração e a presença de carros com som alto, na Avenida Paulo Erlei Alves Abrantes, a principal do bairro. Eles afirmam ter acionado a Guarda Municipal, mas não obtiveram retorno do órgão. Moradores do Santa Cruz fizeram a mesma reclamação nessa terça-feira, dia 01.

– Já ligamos várias vezes para a Guarda Municipal para reclamar de som alto e aglomeração no fim de semana, nesta avenida ,e eles não comparecem ao local. Alegam que é área de risco. É uma falta de respeito, pois trabalhamos o dia todo e não temos descanso em casa – relatou a moradora.

Nessa terça-feira (01), a assessoria da prefeitura de Volta Redonda informou, através de uma nota, que já existe uma força-tarefa – criada em março – com o objetivo de verificar o cumprimento das medidas de segurança que devem ser adotadas dentro dos estabelecimentos a fim de evitar o contágio pelo novo coronavírus. Representantes da pasta orientam que as denúncias podem ser feitas pelo telefone 156 e pelo aplicativo FiscalizaVR.

Já a assessoria de Imprensa da Secretaria de Estado de Polícia Militar, informou também nessa terça-feira, dia 01, que a Corporação tem “desenvolvido um amplo trabalho de conscientização desde o início da pandemia e que, muito mais do que uma questão de segurança pública, esta é uma questão de respeito ao próximo”.

– Em Volta Redonda, o 28º BPM segue à disposição para apoiar necessidades solicitadas pelos órgãos fiscalizadores em suas respectivas ações. Os policiais militares estão instruídos a priorizar a conscientização e o diálogo no contato com os cidadãos”, finalizou a nota.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document