>
sexta-feira, 1 de julho de 2022 - 20:37 h

TEMPO REAL

 

Capa / Cidade / Alunos da Escola de Hipismo de Volta Redonda lamentam interrupção das aulas

Alunos da Escola de Hipismo de Volta Redonda lamentam interrupção das aulas

Matéria publicada em 4 de junho de 2017, 09:00 horas

 


Animais e alunos estão sem atividades dentro da programação da Escola Municipal de Hipismo

Animais e alunos estão sem atividades dentro da programação da Escola Municipal de Hipismo


Volta Redonda – 
A Escola Municipal de Hipismo, reconhecida pela CBH (Confederação Brasileira de Hipismo) como a única do gênero pública do país, está com as atividades suspensas desde dezembro. Com isso, pais e alunos criticaram a demora na retomada das aulas e das competições, que nos últimos 13 anos fizeram parte do cotidiano da Ilha São João, onde está o centro hípico da cidade. A prefeitura, por sua vez, garante que está readequando o projeto.

A escola foi fundada com objetivo de promover a inclusão social, bem como aumentar o poder de concentração das crianças integrantes da rede pública de ensino. No entanto, os alunos e animais demonstraram potencial para competir e a escola passou a frequentar o circuito nacional de torneios. Brilhou em todos. No entanto, desde dezembro que os trabalhos foram suspensos.

O funcionário público estadual Wilton Manso, pai do aluno João Vitor Cópio, de 12 anos, que por quatro anos frequentou a escola de hipismo, diz estar muito decepcionado com a suspensão das atividades da escola. Segundo Wilton, as atividades se encerraram no final do ano, junto com o ano letivo, e desde então não recomeçaram.

– Nestes quatro anos em que frequentou o local, percebi muitas mudanças positivas no meu filho. Ele mudou na educação, dedicação e no aprendizado na escola. Melhorou se tornando mais atento aos estudos. Acredito que todo conhecimento adquirido na escola de hipismo foi de grande valia para ele e para os demais alunos. A interação entre os alunos, o treinador e os animais foi muito bem assimilada e levada para casa. O fato de o aluno ajudar no trato do animal também era importante – comentou.

O estudante Arthur Bertuci, de 14 anos e que por 06 anos integrou a escola de hipismo, também criticou a longa paralisação. E falou do “alto do pódio”, pois se destacou constantemente nas competições estaduais e chegou a ficar em terceiro lugar no Campeonato Brasileiro de Santa Catarina.

– Frequentei o local até o final das férias escolares de 2016, quando encerraram a atividade do hipismo. Chegamos a participar de uma reunião na prefeitura, onde fomos informados para aguardar que as aulas seriam retomadas em breve, mas até agora nada. Participar da escola de hipismo fez muito bem para mim, pois me ajudou na disciplina, no desempenho escolar e na saúde. Mesmo sendo duas aulas por semana, era muito gratificante participar – opinou.

A mãe de Arthur, Talita de Souza Barbosa Bertuci, comentou que a escola era muito importante para o seu filho e está fazendo muita falta.

– Além de ser muito importante como atividade esportiva, o hipismo também ajudava os alunos na questão da disciplina, pois o professor cobrava bastante. Ele sente muita falta da escola e frequentava o local até quando não tinha aula. Ia apenas para ajudar o instrutor a cuidar dos animais – diz a mãe.

Resposta da prefeitura

A Fundação Beatriz Gama, através de sua coordenadora Cláudia Dornellas, que é a responsável pelo hipismo, informou que a escola “é um ótimo projeto” e explicou que os trabalhos estão paralisados desde o ano passado. “Para voltar com as aulas de hipismo na cidade é preciso fazer algumas adequações. Para isso, a FBG fez parcerias com outras secretarias do município para cuidar dos cavalos, fazer melhorias físicas no espaço das aulas e contratar um instrutor habilitado. Uma dessas parcerias foi com a secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo, que fez um Chamamento Público para a criação de um projeto para melhorias do espaço físico da Hípica localizado na Ilha São João. Assim que o projeto for definido, a FBG apresentará um prazo para o retorno da atividade”.

Títulos

Desde que foi criada, a Escola Municipal de Hipismo já obteve vários títulos em competições de escolas de equitação. Por equipes, a escola foi pentacampeã estadual e três vezes vice-campeã do estado. No individual, a escola já conquistou 12 títulos estaduais e oito vice-campeonatos. Também foram bicampeões brasileiros na categoria de escolas de equitação.

 

Curiosidade e saudade movimentam a escola

Segundo o tratador Wilson Gonçalves, que atualmente permanece na escola de hipismo para tratar dos animais e cuidar de todo equipamento da escola, é comum a visita de pais e alunos da escola para procurar informações sobre quando as aulas serão retomadas.

– Pais e alunos estão preocupados e ansiosos para receber uma boa notícia, mas sempre respondo que ainda não tenho nenhuma informação a respeito. Chego a ligar para a prefeitura, mas eles também não têm previsão. Em relação aos animais, eles estão bem e estão sendo mantidos com verbas da Fundação Beatriz Gama. São oito animais, quatro fêmeas e quatro cavalos machos, sendo que apenas três oferecem condições de competir ainda, já os demais estão mais velhos – afirma.

A estudante Ana Júlia Pereira, de 15 anos e aluna do primeiro ano do ensino médio na Escola Estadual Barão de Mauá, diz sentir muita falta da escola de hipismo e dos animais.

– Sinto muita falta das aulas, mas a saudade dos cavalos é bem maior. Os quatro anos de frequência na escola me ajudaram muito a ter mais responsabilidade e a fazer mais amizades. Já o meu amor por cavalos aumentou. Eu já montava antes em passeios com a família, mas foi na escola de hipismo que me aperfeiçoei como amazonas. E nesses anos cheguei a participar de torneios e competições – comentou.

A mãe da Ana Júlia, Elaine Pereira, acredita que o contato com os animais e também as aulas ajudaram a filha.

– Ela tem andado muito triste por não estarem treinando. Quantos jovens estão sem ocupação e a escola ajudava a preencher este espaço. A disciplina, a obediência, paciência e concentração foram qualidades que ela aperfeiçoou neste bonito projeto, que também ajudava alunos com problemas superficiais – esclarece.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

26 comentários

  1. Mais de 10 dias que o bebedouro que fica em frente à guardavmunicipal da beira rio está quebrado. Se o cara não consegue consertar um filtro, melhor não esperar mais nada.

  2. Mais uma da prefeitura, volta redonda está acabando na mão do samuca
    Acorda samuca

  3. Parabéns a todos samuquetes, desde que entrou só acaba com as coisas boas que se tinha, nas eleições votem novamente parabéns Ken Ken….

  4. Brasil tem mais de 5000 muncípios. Muitos deles na zona rural onde as crianças vivem o universo do campo e dos animais. Volta Redonda é o único município do país que tem uma escola municipal de equitação. Ora se nem os municípios com vocação rural tem escola de equitação por que temos que sustentar uma e gastar dinheiro com capim para forçar cavalo correr e saltar numa atividade cara de elite ? O que justifica ter cavalos na área urbana com dinheiro público é a equoterapia. É usar os animais para o tratamento de crianças com dificuldades motoras, no tratamento de vitimas de acidentes, pessoas com transtornos depressivos e jovens infratores etc. Como esporte criança precisa correr, nadar, jogar bola, treinar coordenação e disciplina com o judo e tantos outros esportes mais baratos que envolvem a interação com outras crianças. Para isso existe o profissional de educação física que é habilitado para cuidar das crianças e não um animal ou um treinador. O mesmo se aplica a escola de kart.

  5. Este Samico tá acabando com tudo ! Inclusive lá na 249 já acabou com o projeto das crianças carentes e agora estas crianças se bobiar vão e aprender coisas erradas por ai ! Este povo que está governado pro samuca ,estes empresarios estão acabando com todos projetos que o neto criou para crianças carentes . Foi a maior merda votarmos nesse blá blá ! Estes 4 anos tem que passar rápido ,porque tamo ferrado comestes empresários que estão governando junto com este Prefeito tá .

  6. Volta Neto!!!!!!Volta Neto!!

    Este Samuca está acabando com tudo!!!E os buracos continuam!Falata de remédio, Falta de água.Falta de Iluminação nas ruas!!!E assim continua o caos!!!!

    • Não adianta pedirem a volta do ex-Prefeito competente Neto, o atual fraco Prefeito Samuca conseguiu a inelegibilidade do Neto por 8 anos, o jeito é torcer por um milagre nesses 4 anos!

  7. Blá, blá, blá e papo reto fecha tudo, esse é o papo reto do samuquinha, ele realmente é competente em fazer NADA de bom para a cidade, só sabe fazer para os seus.
    Povo merece, tem que aprender votar e não ouvir promessa de incompetente.

  8. Foi fechada a Ilha São João, no final de semana para o pessoal das pipas e os praticantes de futebol, iniciantes nas bicicletas.
    E aí Samuca fechando os espaços de divertimentos da população?

  9. Samuca, liga para o Neto e pergunta como ele fazia para ter as aulas de hipismo. Samuca não inventa moda.

  10. Esse samuca e um m….. se f….. que volto neles bobos que renovacao t ai a grande renovação so fez merda ate agora ta f…. com os projetos bom do outro prefeito ele falou que agora o hipismo e de cavalo de pau kkkkkk

  11. Samuca, a culpa é do neto? Ah sim… estou entendendo

  12. Volta Neto…!!!
    Samuca, é brincadeira o que vc vem fazendo !!!

  13. Mais uma do samula!!!!

  14. Hipismo ? Tem coisas mais importantes pra prefeitura se preocupar.

    • Sim tem mesmo, como fazê aditivos para firma de limpeza.

    • Se idiota vc nao tem amor a bicho nenhum so a vc kkkkkk

    • Tem sim. Contratar sem licitação empresa para limpar os ginásios da cidade por míseros R$ 250 mil!
      Pede pra sair Samuca!

    • Não gosto desse prefeito, mas hipismo é um gasto desnecessário. Quem quiser que contrate um “comerciante” para patrocinar.

    • Gente mais ou menos

      Voce é idiota por pensar desta forma. Não sei se leu a matéria toda, acho que não. Não importa quem foi que iniciou o projeto e sim o bem que ele estava fazendo aos alunos e crianças. Você não deve ter filhos ou se tem não se preocupa com os mesmos. Para as crianças e os pais delas aquilo era importante e até mesmo para os animais que tinham o carinho delas. O que é mais importante? importante é tudo aquilo que ira gerar coisas boas para a população que fará com que fiquem satisfeitas e entre umas dessas importancias havia a escola de Hipismo. Entendeu idiota.

  15. Esse é o nosso Prefeito papo reto, está acabando com tudo, no final ele vai colocar a culpa no antecessor, ele na sua campanha falou que tinha se preparado 10 anos para esse cargo, estou vendo, esqueci o passado mestrado o novo, escolas funcionando, Hospital referência, Cidade limpa, sem buracos, praças abandonadas e capinas nós bairros……. Vai trabalhar chega de marketing, até o cara tapando buracos vc quer sair na foto. Chega mostra para que veio ou pede para sair governar uma Cidade não é Brincadeira.

  16. Com a palavra o prefeito fake!

  17. Acho que esse espaço poderia ser aproveitado para as crianças da apae e apadef com a equoterapia…

    Quanto ao hipismo é um esporte de alto custo para o atleta, tenho uma sobrinha que fez.

    Acho melhor investir em esportes de baixo custo como:
    Judô, natação, futebol, voley, basquete…

    Conceito de Equoterapia: Trata-se de um método terapêutico e educacional que utiliza o cavalo dentro de uma abordagem interdisciplinar, nas áreas da saúde, educação e equitação, visando o desenvolvimento biopsicossocial de pessoas com deficiência e/ou com necessidades especiais.

    • Entao amigo ja existe a equo como sua sobrinha fez deve ser rica manda ela ir a sao paulo pq so la que tem escola particulares de hipismo esse samuca que r…….. nao percebwu nele vc deve ser acessor especial dele cuidado viu o que ta acontecendo com o temer ne

    • Tá maluco?
      Fez pela prefeitura…
      Grátis…
      É minha sobrinha, se fosse minha filha não fazia…
      Fazia judô , custo baixo e serve para se defender de grosseiros como você, que não sabem interpretar e só sabem ofender….

Untitled Document