Angra realiza a primeira edição do programa Agricultor Cidadão na Japuíba

Objetivo é auxiliar produtores e pescadores com documentação e apoio técnico; serviços são gratuitos e estendidos à população em geral

by Diário do Vale

Foto: Arquivo

Angra dos Reis – A Secretaria de Agricultura, Aquicultura e Pesca da Prefeitura realiza na próxima terça-feira (14), a primeira edição do programa Agricultor Cidadão. As atividades serão na Praça da Porteira, na Japuíba, das 8h30 às 16h. O objetivo é apoiar agricultores e também pescadores, auxiliando-os na documentação e regulamentação de questões profissionais e previdenciárias e também em questões técnicas (como distribuição de sementes e mudas e orientações sobre plantio).

– Estamos apoiando o agricultor rural e também o urbano, aquele que tem uma horta doméstica, por exemplo. Isso significa fomentar o aumento da produção agrícola no município. Estamos investindo no Programa Nacional de Alimentação Escolar, por meio do qual os agricultores familiares podem fornecer produtos para a merenda escolar, e seguimos ampliando nosso trabalho de regularização com pescadores e agricultores, para ajudar esses trabalhadores e fazer crescer esses setores – explica Leandro Silva, secretário executivo de Agricultura, Aquicultura e Pesca.

Como parte do Agricultor Cidadão na Japuíba, serão oferecidos serviços do RJ para Todos, do Governo do Estado, como emissão de identidade (necessário levar certidão de nascimento ou casamento original), isenção para certidão de nascimento, casamento e óbito, habilitação para casamento (necessário levar identidade, CPF e certidão de nascimento original), carteira de trabalho digital e balcão de empregos, além de orientação sobre direitos do consumidor. Todos os serviços são gratuitos e estendidos à população em geral.

– A ideia é fazer um trabalho de base: primeiro, auxiliar na documentação dos trabalhadores enquanto cidadãos. Com a documentação em dia, agricultores e pescadores podem, com o auxílio da Prefeitura, agilizar suas questões profissionais e previdenciárias. Agricultores, por exemplo, podem dar entrada no Cadastro Nacional da Agricultura Familiar (CAF), necessário para que possam vender produtos para a merenda escolar – reforça o secretário de Agricultura, Aquicultura e Pesca, Wagner Junqueira.

You may also like

diário do vale

Rua Simão da Cunha Gago, n° 145
Edifício Maximum – Salas 713 e 714
Aterrado – Volta Redonda – RJ

 (24) 3212-1812 – Atendimento

(24) 99926-5051 – Jornalismo

(24) 99234-8846 – Comercial

(24) 99234-8846 – Assinaturas
.

Image partner – depositphotos

Canal diário do vale

colunas

© 2024 – DIARIO DO VALE. Todos os direitos reservados à Empresa Jornalística Vale do Aço Ltda. –  Jornal fundado em 5 de outubro de 1992 | Site: desde 1996